Quem te viu, quem te vê! Em busca de novos seguidores, Collor apela para o bom-humor nas redes

A interação com os usuários da rede virou a marca registrada de Collor

Deu no Globo

Conhecido por sua personalidade forte e seu tom formal, o ex-presidente e atual senador Fernando Collor (Pros-AL) vem adotando um tom bem-humorado no Twitter em uma tentativa de recriar sua imagem a conquistar mais seguidores.

Recentemente, o parlamentar postou sobre anime e após, segundo ele, receber críticas, escreveu: Me criticaram dizendo que o próximo passo seria falar sobre rbd e kpop. O que é isso? Vale a pena eu entrar nesse mundo também? O anime assisti um episódio!”.

INTERATIVIDADE – Collor tem feito questão de responder perguntas incômodas e compartilhar memes, além de postar algumas piadinhas, que rendem interações com seus seguidores. Depois de escrever “Pessoal já estou de saída, mas me respondam, Por que o Miss Universo tem esse nome se só tem mulher da Terra?”, um seguidor perguntou: “Responde duas perguntas, senador. O senhor conta essas piadas no churrasco em família? Se sim, o pessoal ri?”, seguido de emojis de risos.

A interação de Collor com os usuários da rede virou a marca registrada do político e tem rendido seguidores. Nos últimos dois meses, foram cerca de cinco mil usuários que passaram a acompanhar o perfil do senador.

K-POP – Fenômeno entre os adolescentes, inclusive no Brasil, o K-pop é um gênero musical originado na Coreia do Sul que se caracteriza por uma grande variedade de elementos audiovisuais. Já o RBD foi uma banda que se originou da telenovela mexicana “Rebelde”, fenômeno mundial que durou até 2009. Na última semana, as músicas da banda ficaram disponíveis no Spotify, rendendo comentários e comemorações nas redes sociais.

11 thoughts on “Quem te viu, quem te vê! Em busca de novos seguidores, Collor apela para o bom-humor nas redes

  1. Malandro quando vê o dinheiro na mão do otário fica mais preocupado do que Luiz Inácio quando vê o Moro.
    É assim mesmo, as aparências só mudam quando o izinhoto se sente em depressão porque a roubalheira diminuiu não acabou, então o malandro muda de plumagem para pegar a próxima vítima.
    Sempre foi metido a valentão mas não anda pelas ruas porque sabe que o povo desceria a mão nele sem dó.
    Já esteve muito pior, e quase não se levantou mas agora está se sentindo a ponto de querer um lugar ao Sol. Ledo engano, vai ser fulminado como Luiz Inácio. hoje parceiros.

  2. Portal da transparencia do Senado: por mês, este Senador gasta R$ 32.000,00 com empresas de comunicação, que provavelmente gerenciam os perfis em seu nome, fazendo piadas bacaninhas. Eu acho caro, até porque temos que multiplicar por todos os senadores e todos os deputados e, por que não, todos os vereadores do país, que vêm pagando nesta ordem, de 5 a 30 mil por mês, em gestão de comunicação, divulgação de mídias sociais ou outro nome qualquer. E, pra falar a verdade, nem graça tem essas piadas “descoladas”.

  3. Uma das razões pelas quais o Brasil não tem solução e, a cada dia que passa, pior fica, diz respeito ao legislativo.

    Trata-se de um poder que apodreceu, ruiu, tornou-se tão inútil quanto irresponsável, corrupto e incompetente, em se tratando das obrigações que lhes seriam inerentes, porém absolutamente desprezadas.

    No entanto, se o parlamento é consequência, a bem da verdade o povo é a causa, pois permite de maneira covarde e omissa, que seus representantes diretos e dos estados da União legislem em causa própria, e se concedam proventos milionários, afora privilégios, regalias, mordomias e penduricalhos, que suplementam os ganhos nababescos.

    A verba de 45.000,00 MENSAIS que cada deputado e senador podem gastar a título de “manutenção da atividade parlamentar” – definição mais cínica e hipócrita não existe -, mais 120.000,00 para verba destinada ao pagamento de aspones também a cada 30 dias, e o “modesto” salário de quase 34.000,00 que juntos somam 200.000,00 mensais, é o maior acinte, escárnio, desprezo pelo povo que se pode ter como exemplo indiscutível da impossibilidade de o Brasil ter solução!

    Logo, a conclusão é lógica:
    Os poderes constituídos se tornaram o dono desse país, e nos colocaram na condição de seus escravos, pelo menos durante a metade do ano, onde nossos minguados vencimentos são destinados ao sustento desse pessoal desonesto e incompetente, pois decorrem exatamente da nossa indiferença com a nação, com a sociedade e individualmente, diante dessa passividade e letargia criminosas que têm sido as nossas características como brasileiros!

    Vou mais adiante:
    Nossos representantes no parlamento, deputados, aprovaram o perdão fiscal às igrejas neopentecostais que atinge UM BILHÃO DE REAIS de impostos LEGAIS DEVIDOS, mas, esses mesmos inconsequentes venais NUNCA contestaram o governo federal para que este sequer ATUALIZASSE a Tabela de Restituição do IR, defasado em torno de 70% roubados do contribuinte!!!

    Diga-se de passagem, as dívidas dos donos dessas seitas são referentes aos impostos que têm a obrigação de saldar, que seriam os trabalhistas e previdenciários, pois IPTU, IPVA, IR …. SÃO ISENTAS PELA CONSTITUIÇÃO “cidadã”, de 88.

    A orgia com o dinheiro público é tanta, que é proporcional ao descaso que temos com o país e conosco ao mesmo tempo.
    Afinal das contas, permitimos que façam do povo o que quiserem e, por jamais reclamarmos desse tratamento, o congresso se sentiu dono de nós e de nossos destinos.

    As injustiças, diferenças de tratamento, salários, impunidade, crimes do colarinho branco engavetados, um Supremo político, um parlamento inútil e vagabundo, um executivo incompetente e preguiçoso E UM POVO IRRESPONSÁVEL, resultam nessa minha afirmação:
    O Brasil não tem mais solução, e se torna pior a cada dia que passa porque assim queremos!!!

  4. Collor tentando concorrer o Tiririca. Esse é o futuro da política e da nação. E depois reclamam que as pessoas que não querem saber de política são estúpidas, analfabetas, alienadas, anencéfalas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *