Raúl Castro ameaça renunciar, mas logo depois aceita mais um mandato em Cuba, de cinco anos.

Carlos Newton

Enquanto a blogueira Yoani Sánchez se encantava com as atrações turísticas do Rio de Janeiro, em Havana o Parlamento de Cuba se reuniu neste domingo para nomear Raúl Castro em mais um mandato de cinco anos como presidente do país. Ou seja, nenhuma novidade. Nada de novo no front ocidental, como dizia o genial escritor alemão Erich Maria Remarque.

“Digam ao povo que fico…”

Segundo a agência norte-americana Associated Press, toda a atenção está concentrada na possibilidade de políticos mais jovens serem escolhidos para postos importantes do governo, em busca de um sinal de quem poderá emergir da próxima geração de liderança como um possível sucessor, se é que a família Castro algum dia aceitará deixar o poder…

Raúl Castro alimentou a especulação na sexta-feira, ao falar de uma possível aposentadoria e sugeriu que tinha planos de renunciar em algum momento. Não ficou claro se o líder, de 81 anos, estava brincando, diz a Associated Press, que também só pode estar brincando.

Os 612 membros do Parlamento foram empossados hoje. Após a posse, eles escolherão um presidente da Assembleia Nacional pela primeira vez em 20 anos, em substituição a Ricardo Alarcon, que não estava concorrendo ao posto neste ano. E depois confirmarão Raúl Castro do poder.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *