Reao de Hillary Clinton derrota foi terrivelmente no presidencial

Resultado de imagem para hillary derrotada

Hillary deveria chorar pelas crianas mortas na Lbia

Adam Garrie
The Duran, Chipre

A reao inicial de Donald Trump vitria foi sbria, digna e calma. A reao histrica de Hillary derrota foi horrenda. As reaes contrastantes de Donald Trump e Hillary Clinton aos resultados das eleies nos EUA oferecem instrutivo insight quanto ao estado de prontido individual de cada um para ser presidente.

H notcias de que Hillary Clinton ps-se a chorar incontrolavelmente ao se dar conta de que sua carreira poltica acabara. Certamente a aflige tambm a probabilidade de um longo retiro na cadeia. Esse comportamento demonstra que a candidata jamais teve os atributos indispensveis para liderar coisa alguma, no, com certeza, uma potncia nuclear.

Aos governantes s se permitem lgrimas se forem de amor ao prprio pas e ao seu povo; como homenagem a heris mortos em combate; pela morte de um ente querido.

LGRIMAS DE PUTIN – Lembro quando o presidente Putin venceu a eleio presidncia em 2012, viram-se algumas lgrimas discretas, quando falou de sua Rssia bem amada. So lgrimas de fora, no de autocomiserao e fria tragicmica.

Eu tambm choro quando ouo cantos da Grande Guerra Patritica [2 Guerra Mundial, no ocidente], ou quando penso nos valentes soldados que lutaram para livrar o mundo do monstro do fascismo. Mas jamais chorei num revs de trabalho e no tenho tempo a perder com os que choram por motivo pessoal ftil.

Em contraste, quando os resultados da vitria de Trump chegaram ao local onde ele estava, enquanto outros gritavam e festejavam, o prprio Trump permaneceu em silncio, digno e composto. o homem que sabe e confia e no precisa se expor em surtos de histeria, para indicar que desejava o resultado que alcanou. Desse estofo fazem-se governantes respeitveis, dos que no se desconsolam na derrota nem se vangloriam em vitrias srdidas.

PELA PORTA DOS FUNDOS – Imaginem se o Congresso derruba um veto de Hillary Clinton, imaginem se uma potncia estrangeira no aceita acordo comercial que ela proponha, imaginem se, como aconteceu a Barack Obama na China, ela forada a sair pela porta dos fundos do avio diretamente na pista, sem tapete vermelho. Faz o qu? Pe-se a sapatear e berrar?

Sua agente dupla saudita em-chefe, Huma Abedin, tambm foi fotografada chorando pela rua. Mas… como? O que se passa com essa gente? Claro que nunca deram sinal de se envergonhar de matar civis na Sria, Lbia e Imen. Mas agora j no tm sequer a dignidade de manter a compostura ante resultado eleitoral que nem lhes custou a vida e pode, certamente, salvar da morte muitos outros seres humanos.

CHORAR DE VERDADE – Huma Abedin, economize essas lgrimas para chor-las pelas crianas incineradas vivas por militares sauditas e seus mortferos terroristas assalariados. E Hillary boa hora para derramar uma lgrima pelos mortos na Lbia, entre os quais seu prprio embaixador, cujo sangue permanece em suas mos.

claro que esses seres viciosos, aos prantos por uma perda profissional, mas impermeveis vergonha pela morte de inocentes, no podem ocupar posio de poder. s vezes, pergunto-me se podemos consider-los seres humanos?

(artigo enviado pelo jornalista Sergio Caldieri)

12 thoughts on “Reao de Hillary Clinton derrota foi terrivelmente no presidencial

    • possvel que uma parte desse choro, dessa reao, esteja ligada s palavras que Trump disse e que Hillary, equivocadamente, no retrucou, imediatamente.Preferiu posar de “politicamente correta”, engoliu tudo pelo objetivo presidencial e, de forma esmagadora, descobriu-se amplamente rejeitada pelo colgio eleitoral. Agora tarde. Sempre que ela se lembrar do modo brutal e impiedoso com que Donald a perfurou, naquele encontro de magnatas_ eminentemente amistoso, social_ ela” is fall in tears” – cair em lgrimas. Efetivamente, nenhuma conveno est acima da honra e da dignidade; o mnimo que Hillary deveria ter feito, naquele momento, era ter desabafado altura, com altivez e sincera indignao.

  1. Finalmente aparece um artigo de algum lembrando que foi Hilary que coordenou a aventura americana na Lbia e seus desmembramentos. Antes da eleio a mdia brasileira vivia culpando o governo Obama de ter criado as condies do surgimento do EI. De fato uma verdade, podendo ser mais ou menos veemente dependendo da paixo do enfoque . Porm durante a eleio silncio total sobre isso. Pois poderia atrapalhar o doutrinamento do “eleitorado” brazuca, claro. Apesar do rebuscamento da linguagem, num tom que beira o deboche, o autor coloca Hilary num retrato mas prximo da realidade.
    Por falar em mdia e doutrinamento, o vdeo da me expulsando de casa o filho de 7 anos por ter “votado” em Trump j teve mais de 10.000.000 de acessos. S neste site mais de 1 mi (https://www.youtube.com/watch?v=XtlzPUtyBnI&feature=youtu.be ).
    Mas no pas da ditadura da mdia s se ouvem grilos cricrilando. Nenhuma meno na mdia. Afinal os eleitores “democratas” so os mais prximos da pseudo esquerda brasileira, na viso do corporativismo jornalstico brasileiro. E no podemos mostrar que alguns deles so parecidos, ou piores, que os “idiotas” eleitores republicanos. Quem se interessar em ver com traduo e tirar suas concluses a vai:
    https://www.youtube.com/watch?v=zhzwNNJ_f3w

  2. Ao que eu saiba o exrcito mercenrio internacional Waterproof do Dick Cheney.
    O PT sempre se deu to bem com os Republicanos que os dados da Petrobras foram dados para a Halliburton ” tomar conta ” e a parte mais sensvel dos equipamentos de guas profundas ficou com a Diamond Offshore Drilling da famlia Reagan…. Ambas com filial em Maca /RJ.
    No entendo mais nada …

  3. Cheney foi figura-chave no endurecimento da poltica externa americana e considerado um dos arquitetos da guerra do Iraque – mais especificamente na elaborao dos argumentos sobre uma conexo entre o regime de Saddam Hussein e a Al-Qaeda, assim como a existncia de armas de destruio em massa no Iraque. A “Guerra ao Terror” foi ideia dele. Desde 11 de setembro de 2001, tal ideia dominou as relaes dos EUA com o resto do mundo e levou s invases do Afeganisto e do Iraque – bem como tortura, que Cheney aprovou e defendeu.[1]

  4. Eta Samba do Crioulo Doido ideolgico !
    E a eleio americana, doutor Jos?, quis saber um dos portugueses. Enquanto comia peixe com legumes, ele disse que a Hillary Clinton pior para ns. Os democratas gostam de se meter na poltica interna dos pases e so ligados historicamente ao tucanato.

  5. Hillary mulher. Como a Merkel. Mas no como a Merkel.
    Hillary foi muito bonita, assediada, confisso do prprio marido, Bill Clinton, que a conheceu ainda na universidade e a carregou para a Casa Branca por oito anos. Ela no esqueceu o quanto foram bons aqueles anos, apesar da Lewinski.

    uma mulher com sonhos de carreira. Ou era.
    Os ‘jornales’ estavam ao lado dela, as grandes redes de TV tambm estavam.
    O marido a aplaudia entusiasmado enquanto ela dava seus gritinhos diante das bolas coloridas que despencavam do alto.

    Tinha o corao pleno de certeza de que seria eleita a primeira presidente dos EUA. Tudo conspirava a favor dela. Tudo no. O FBI conspirou contra. E Hillary, para sua prpria surpresa – e que surpresa! – foi retirada da cadeira que ambicionava e no chegou a alcanar. Apesar de ter maioria entre os votos populares, sem direito ao colgio eleitoral.

    Eu a entendo. Fosse eu teria adoecido. Mas no sou nem fui preparada como ela se julgava ser para o cargo poltico mximo que ainda h sobre a Terra. Nem ela era.

    Era mais uma conquista na escalada. Mais uma no, a MAIOR.

    Posso imaginar o que ela est sentindo como mulher comum que sou. E que teve ainda Obama e Michelle ao lado na campanha.

    Torci por Hillary. No por ela. Contra Trump, cujo governo, to importante para o mundo, ser ‘a Amrica para os americanos’. A nova tendncia mundial, inaugurada com o Brexit.
    Hillary no estava mesmo preparada pra isso. Ningum estava. Ningum est.

    Tive pena dos aplausos melanclicos de um envelhecido Bill Clinton aps a derrota de sua mulher. Antes deles sabamos quase de cor o que esperar do mundo.

    Agora, no mais. Trump no um presidente eleito. um efeito. Efeito Trump. Vamos ver o que ele nos trar a partir de janeiro.

  6. E o engraado que todo mundo antecipava uma reao destemperada, mas por parte de um Trump derrotado…
    Hillary Clinton teve o apoio de 99% da imprensa, de Hollywood inteira, montanhas de dinheiro para propaganda, concorreu contra o adversrio que ela mesmo queria, por sup-lo mais fcil de derrotar, segundo o wikileaks, e mesmo assim perdeu, porque seu programa era desconectado dos sentimentos populares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.