Reconhecimento a Muricy Ramalho, o melhor técnico da América do Sul

Eduardo Coelho

Terminou a Libertadores 2011. E acabou um dos mitos que alguns jornalistas criaram, de que o técnico Muricy Ramalho não tinha competência para vencer torneio mata-mata ou Libertadores, que só era bom em campeonato de pontos corridos. Pura besteira!
 
E Muricy Ramalho, o técnico campeão brasileiro de 2010, torna-se o campeão da América do Sul de 2011. Muricy Ramalho era o melhor técnico do Brasil. Era… Agora, Muricy Ramalho é o melhor técnico da América do Sul.

Muricy Ramalho foi campeão brasileiro de 2010, no dia 5 de dezembro. De lá pra cá, nesta quarta-feira, dia 22 de junho, são 6 meses e 17 dias. Exatamente neste período, 6 meses e 17 dias, Muricy Ramalho conquistou três títulos importantes:

– Campeão Brasileiro de 2010;
– Campeão Paulista de 2011;
– Campeão da Taça Libertadores da América de 2011.

E alguns ainda disseram que Muricy Ramalho saiu do Fluminense, pois não teria competência para levá-lo ao título. Essa tese após esta quarta-feira, dia 22/06/11, ficou meio furada. Meio não… Esta tese ficou totalmente furada!

Na entrevista coletiva de Muricy Ramalho exibida pela TV, momentos depois da conquista do título da Libertadores, o treinador disse:SAÍ DO FLUMINENSE POR DIVERGÊNCIAS. O PRESIDENTE NÃO CONFIOU EM MIM”.

É… O presidente do Fluminense é assim… Deixou de confiar em Muricy Ramalho para confiar em Gilson (quem?) Kleina. O problema é que Gilson (quem?) Kleina não confiou nele e não aceitou o convite do Fluminense. E isso após o presidente do Fluminense anunciar como certa a sua contratação. Esse foi um dos “micos” do ano. E depois anunciou um tal “estagiário interino que ficou no cargo por três meses.

Na entrevista, ao ser perguntado sobre o velho caso de ter recusado o convite para treinar a seleção brasileira, Muricy Ramalho disse que foi por causa de seu contrato com o Fluminense. Muricy disse sobre aquele momento: “Fiz a coisa certa”. E aproveitou para elogiar Celso Barros, Alcides Antunes e Roberto Horcades. E Muricy continuou dizendo sobre o mesmo caso da seleção: HOJE EU NÃO FARIA!”

 Eduardo Coelho é editor
do blog Cidadão Fluminense

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *