Reflexões sobre nióbio e alguns dos principais problemas brasileiros no espaço livre da Tribuna.

Francisco Vieira

Primeiramente, muito obrigado ao Roberto Ilia pelas informações sobre a questão do nióbio. Fica mais fácil para o leitor obter conhecimentos especializados aqui na Tribuna do que sair pesquisando por aí. Conforme já disse, neste espaço temos pessoas das mais diversas áreas e pensadores das mais variadas correntes (“filosóficas, políticas e religiosas!”). Se cada uma contribuir… Opiniões assim enriquecem este espaço.

Assim como você, espero que a Dilma se livre do passado entreguista do FHC e do Lula e haja como uma estadista (calma, José Reis Barata! Afinal, que remédio ou opção temos agora? Novidades, talvez, só na eleição presidencial de  2018 ou 2022?).

Pedro Pinto e Martim Berto, Deus pode até ser brasileiro, mas tenho a impressão que os camaleões que dirigem a nação sejam estrangeiros, aqui infiltrados.

Mas, o que me surpreendeu mesmo no artigo do Roberto Ilia, foi AINDA NÃO EXISTIR UMA RESERVA INDÍGENA  na área referida, ao contrário do que ocorre com a maioria das jazidas importantes e estratégicas do país! Ou será que tem e o DollarPeace não sabe ou o Roberto se esqueceu de colocar?

Luiz Ribeiro Cordioli, com o atual Congresso Nacional, onde o FHC teve que pagar à vista e o Lula mensalmente para que os deputados e senadores fizessem o que tinham a obrigação de fazer, não acredito que eles deixarão a Dilma tomar decisões por plebiscitos. Legislar e governar para o povo e com o povo significa evitar as negociatas, a chantagem e os ATRAVESSADORES daquela casa! Com o apoio das redes de TV (muitas delas nas mãos de políticos), fatalmente ela seria acusada de ser ditadora!

O plebiscito faria uma revolução no país e coisas como Estatuto do Desarmamento, Estatuto da Criança e do Adolescente (que nome bonito!), progressão de pena para bandidos homicidas, latrocidas e estupradores, aposentadorias antecipadas para políticos e para magistrado que trabalhou apenas para o crime organizado SERIAM BANIDAS! Por isso, não tenha esperança. Infelizmente.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 thoughts on “Reflexões sobre nióbio e alguns dos principais problemas brasileiros no espaço livre da Tribuna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *