Reforma da Previdência é um crime hediondo contra a cidadania brasileira

Resultado de imagem para reforma da previdencia charges

Charge do Bruno Galvão, reproduzida do Google

Carlos Newton

No dia 17 de fevereiro, o  decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, deu 10 dias para que o presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), além dos presidentes da Comissão de Constituição e Justiça e da Comissão Especial que analisam a PEC da reforma da Previdência, explicassem por que não há estudo atuarial que comprove o alegado déficit da Previdência e por que a PEC não foi pré-aprovada pela Comissão Nacional de Previdência Social. Bem, já se passaram quase 40 dias e até agora… nada.

O ministro solicitou as explicações ao examinar Mandado de Segurança impetrado por 28 deputados de partidos da oposição (PT, PSOL, PTB e PMB), contrários à proposta do governo Temer que altera a idade e o tempo de contribuição para a aposentadoria.

SUSPENDER O PROJETO – No requerimento ao Supremo, os parlamentares da oposição pedem uma liminar para suspender o andamento da proposta e reivindicam que seja anulada de votação da admissibilidade da PEC na Comissão de Constituição e Justiça. Também querem que o presidente Michel Temer seja obrigado a promover debates no Conselho Nacional de Previdência Social, antes de enviar novamente a proposta.

O governo não atendeu ao relator Celso de Mello nem irá atender, porque não existem estudos atuariais sobre a Previdência. Isso demonstra uma irresponsabilidade total no trato de uma questão que interessa a todos os brasileiros.

É óbvio que se deve reestudar os critérios hoje adotados,, mas isso precisa ser feito com calma e segurança, sem esse furor uterino que o governo demonstra. Além de não existir cálculo atuarial, a reforma está sendo feita sem que sejam apontadas as causas do crescente déficit previdenciário. Uma delas é a terceirização.

PETROBRAS TERCEIRIZADA – O exemplo da Petrobras explica de forma cabal o prejuízo do INSS com as terceirizações, que agora podem ser irrestritas, segundo o projeto criminosamente aprovada pela Câmara nesta quarta-feira. Os últimos números disponíveis mostram que em 2014 a Petrobras tinha 360 mil terceirizados e apenas 80 mil concursados.

O prejuízo do INSS é brutal, porque os empregados são vinculados a falsas cooperativas ou ONGs e OSs fajutas, a terceirização embute expressiva sonegação fiscal, todo mundo sabe disso, são fatos públicos e notórios, mas quem se interessa? Se a Lava Jato desse uma geral nessa terceirização da Petrobras, com facilidade identificaria  o festival de corrupção que enriquece altos funcionários da estatal, que criaram as falsas cooperativas.

Essa praga se disseminou pelo país inteiro, reduzindo o número de empregados com carteira assinada e arrasando a arrecadação da Previdência, com a sonegação nos 20% sobre a folha salarial da empresa, reduzida vertiginosamente pela terceirização, que entra no balanço como despesas operacionais. E os terceirizados também costumam reduzir a contribuição, que é feita na falsa condição de autônomos.

PESSOAS JURÍDICAS – Outra praga é a contratação de empregados que se transformam em falsas pessoas jurídicas.  Hoje, neste país, só existem trabalhadores bem sucedidos no serviço público, em cargos de destaque e bem-remunerados de Executivo, Legislativo e Judiciário.

Os trabalhadores que deram certo e se tornaram altos executivos ou dirigentes de empresas de todo tipo, inclusive bancos, financeiras, indústrias e organizações comerciais e de serviços, todos eles se tornaram pessoas jurídicas para sonegar INSS e Imposto de Renda.

Basta dar uma geral na TV Globo, por exemplo, e logo se constatará o gigantesco prejuízo da Previdência e do Imposto de Renda. Todos os, grandes artistas, diretores, roteiristas, apresentadores e executivos da emissora, todos eles são pessoas jurídicas, não têm carteira assinada e não existem na vida profissional.

PODERES OMISSOS – Não há nenhuma novidade neste artigo. Tudo isso é mais do que sabido, e a crise da Previdência é culpa do governo, que se omite, do Congresso, que não aprova leis saneadoras, e do Judiciário, cuja jurisprudência leniente acabou por aceitar  a terceirização e a transformação de pessoas físicas em jurídicas.

São esses três podres Poderes (como diz Caetano Veloso) que agora querem punir trabalhadores e servidores civis e militares, submetendo-os a uma reforma da Previdência que é um saco de maldades e jamais será discutida em sua verdadeira essência, porque nossos homens públicos são os maiores criminosos deste país – jamais levam em conta os interesses nacionais, defendem apenas os próprios interesses.

###
PS
Os militares e policiais, por enquanto, estão foram da reforma, mas nada impede que uma emenda parlamentar os inclua. Quanto à terceirização, o projeto aprovado na Câmara é tão absurdo que será revisto pelo Senado em regime de “urgência urgentíssima” , uma redundância mais do que necessária. E isso significa que Rodrigo Maia é mesmo uma anta. (C.N.)

17 thoughts on “Reforma da Previdência é um crime hediondo contra a cidadania brasileira

  1. Como tudo no Brasil, a hora que abrirem a caixa preta da previdência, os braseiros vão ficar horrorizados com o resultado, podem apostar. Não se entende tamanha pressa numa reforma que só vai surtir efeitos em no mínimo 2 ou 3 anos. Tem que ser retirada e muito bem estudada antes.

  2. O artigo é de suma importância e deveria ser primeira página dos jornais.
    O que vem acontecendo com esse governo inescrupuloso são medidas que vão favorecer os banqueiros e as multinacionais. O povo, que se dane.

  3. Esse é um assunto que nos provoca nojo e revolta.Infelizmente uma coisa é certa. A gente pode até ficar chorando e amaldiçoando o leite derramado, mas o dinheiro das contribuições previdenciárias que já foram malversados durante anos e anos nem por milagre retornarão a quem de direito, aos aposentados e aos por se aposentar.Teremos que amargar e receber muito menos o que teríamos direito de receber.
    Assim a questão agora é pensar no futuro.Regime previdenciário tem que ser de capitalização e não de contribuição. O cidadão tem que receber o equivalente aquilo a que ele contribuiu, levando-se em consideração calculos atuariais e de seguros para imprevistos. E os fundos de pensão tem que ser sagrados, fiscalização rigorosa para impedir roubos como os da Varig e mais recentemente dos Correios, Funcef e outros.

  4. Agora sim,
    se alguém imagina que estamos no fim do poço esperem uma investigação séria sobre a previdência…
    Que venha a peste de uma vez! Só assim se inventará a vacina para contê-la!!!

  5. Foi um sonho de uma noite de verão, imaginar que um Michel Temer, poderia se transformar em um Itamar Franco.
    Esta reforma da previdência só servirá para que se confirme a máxima de que a corda sempre rebenta na parte mais fraca, ou seja, nas costa do trabalhador assalariado.
    O que pretendem fazer, não é outra coisa se não uma covardia, aprovado por um legislativo totalmente apodrecido e comandado por investigados, que já deveriam ter sido condenados.
    O atual presidente é uma decepção em todos os sentidos.

  6. Rodrigo, filho de quem é, esperar o que, culpado desta M…toda, o Voto obrigatório, que é de curral, o eleitor o vende por miséria, e continua a sobreviver no sufoco, que a cada dia a corja, aperta o nó da forca.
    Temer o criminoso hediondo, alma trevosa, conivente com a corrupção desenfreada, Gilmar, o estuprador e vilipendiador da Srª Justiça, em fim, a corja a cada dia, garante o Ranger de dentes, conforme dizia minha avó, analfabeta, ” Meus netos, aqui se faz, aqui se paga”, olhem em volta, e meditem sobre esse ditado, de muita sabedoria, que a porta do túmulo,, revelará a todos nós.
    Justiça, onde andas, o STF, que está stf com seus sinistros, estão a te vilipendiar.
    Deus nos ajude.

  7. A reforma da Previdência tem apenas uma intenção do governo:

    Compensar a falta de “recursos” que tanto o governo quanto os parlamentares utilizavam dos roubos contra a estatais e propinas recebidas das empreiteiras!

    Por que a reforma da Previdência surgiu de uma hora para outra com esta ênfase?

    Por que nos governos de Lula e Dilma não se cogitava mexer na Previdência?

    Porque havia dinheiro em abundância, extraídos da carga tributária, Petrobrás e das construtoras, cujos desvios ultrapassam a casa dos 400 bilhões de reais!!!

    Para onde foi esta fortuna?

    Bolsos de petistas e cúmplices e para as quadrilhas de ladrões travestidas em partidos políticos!

    A queda de Dilma precipitou a busca por compensações com a Petrobrás quebrada e as empreiteiras nos bancos dos réus, na Lava-Jato.

    Ora, como a arrecadação do INSS era gigantesca, porém com o desemprego, recessão econômica, inadimplência, houve uma queda acentuada nos créditos da Previdência, que não permitem ser tão desviados porque faltará para o pagamento de suas obrigações com o cidadão, Temer entesa com esta reforma para diminuir os custos da Previdência e sobrar dinheiro para o pagamento dos Três Poderes, seus salários nababescos, penduricalhos, indenizações pessoais, esbanjamentos e exemplos revoltantes de como ser perdulário com o dinheiro público!

    Desta forma, o título deste artigo é procedente, correto, e espelha mais um dos tantos crimes praticados contra o povo!

  8. Sr. Carlos Newton,
    Isso é uma falta de vergonha, dignidade e respeito do Congresso e do Governo pelo trabalhador brasileiro. Uma reforma da qual não participam os militares, os congressistas, os deputados estaduais e municipais, nem funcionários públicos em geral l Um deputado ou Senador pode se aposentar com 181 dias de trabalho com o salário integram. Quem tem carteira assinada, só pode se aposentar com 65 anos de idade. Veja a tabelo de idade no mundo: Inglaterra: 50 anos; Chile; 55 anos; França: 52 anos; Itália; 53 anos; Argentina de 20 a 30 anos de trabalho; BRASIL 65 ANOS. Resumindo: um parlamentar pode se aposentar com 18 anos, com 181 dias de trabalho. Um Trabalhador brasileiro tem que trabalhar até 65 anos. Isso é um pais desmoralizado!

  9. A terceirização é o plano b, pois acabam definitivamente com a arrecadação da previdência. É óbvio que a criatura Rodrigo Maia e seus amigos são representantes do setor bancário, está claro, que os bancos estão querendo acabar com a previdência pública.

  10. Não me lembro de governo mais cafajeste que este.
    O pior e que são ratos já mortos, mas tem uma sobrevida que nunca vi igual…
    Ninguém pra bater de cara com o vampiro e sua corte de porcos e outros ratos desmiolados…

      • Lembro,eram ladroes menos cafajestes, pelo menos para com o Brasil Real, não para o Brasil Oficial…

        E a sobrevida que mencionei e justamente sobrevida dos governos anteriores… Esse grupo de cafajestes são a continuação dos governos anteriores, mesma roubalheira, mesma desonestidade.
        Mesmos lacraias…

  11. Pingback: Reforma da Previdência é um crime hediondo contra a cidadania brasileira – Debates Culturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *