Rejeição a Dilma no Distrito Federal é muito grande

Irineu Evangelista

Quem é a fonte do jornalista Carlos Newton no PT? Suas análises batem com o sentimento de desânimo que grassa no PT com relação a Dilma Roussef… Nunca uma presidente desiludiu a tantos em tão pouco tempo.

Sou filiado do PT de Brasília e aqui no DF o PT sentirá na carne as altíssimas rejeições a Dilma, se ela ousar (e o PT deixar) ser candidata em 2014. A inapetência dela para a articulação política já era conhecida, mas não sabíamos que a gestão dela seria esse desastre completo que estamos vendo.

Arrogante, destemperada e irascível, Dilma dilapidou, em escassos três anos, todo o capital político que herdou de Lula. Afora todos esses adjetivos negativos, Dilma se especializou em bater, humilhar e espezinhar os servidores públicos, ao mesmo tempo em que faz afagos à mídia e concede desonerações fiscais em série para um bando de empresários que jamais repassarão essas desonerações ao preço final de seus produtos.

Aqui em Brasília, onde ela já perdera em 2010, Dilma colherá (se for candidata) a mais espetacular e fragorosa derrota da história política…Que a direção nacional do PT escolha: ou lançar outro candidato ou colher uma esmagadora e humilhante derrota com Dilma!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

21 thoughts on “Rejeição a Dilma no Distrito Federal é muito grande

  1. Sou fundador,em Nova Lima, filiado e dissidente do PT. Aqui em minha cidade as alas bandidas do PT aprofundaram o que chamo de o Secular Banditismo de Estado Novalimense.

    O problema do PT, no âmbito nacional, é o mesmo, aprofundaram o Secular Banditismo de Estado Brasileiro.

    Agora querem colocar a Dilma como bode-expiatório e preservar a bandidagem que tomou o PT de assalto em nome de seu enriquecimento ilícito e seu ascensorismo social.

    O problema é que bandidos só pensam com os bolsos. Assim, o PT só tende a fundar mais e mais. Inclusive sem poder lançar mão do Lula, um dos usufrutuários da estratégia, pois, apesar das latas taxas de preferência, seria massacrado nas eleições (rosemary, Lulinha, jatinhos das empreiteiras, Petrobrás etc.).

    O PIOR QUE A ALIENAÇÃO A FALTA DE AUTO-CRÍTICA TOMOUCONTA DA MAIORIA DA “MILITÂNCIA”, TRANSFORMANDO-A NUM BANDO DE PTJEGUES.

    Não há solução ao se pensar com os bolsos e, ademais, a m;afia já transformou o PT num verdadeiro sindicato do crime com sua peculiar omertá.

    ACEITAR UM BANDIDO, CRIMINOSO E ENTREGUISTA (http://heliofernandes.com.br/?p=26923), COMO O ZÉ DIRCEU, NUMA REUNIÃO DO DIRETÓRIO NACIONAL É A EXPRESSÃO DA DECADÊNCIA E ADER6ENCIA À SECULAR CORRUPÇÃO DE NOSSAS ELITES REACIONÁRIAS PATRIMONIALISTAS.

    Infelizmente a fantástica experiência, que fora a fundação do PT, faliu!

    BRIZOLA ESTAVA COM A RAZÃO: “O PT é como uma galinha que cacareja para a esquerda, mas põe os ovos para a direita.”

    É IMPRESSIONANTE COMO MILITANTES QUE DERAM SUAS VIDAS PARA A RESTAURAR A DEMOCRACIA NO BRASIL, HOJE COLOCAM TODA SUA HISTÓRIA NO LIXO PARA DEFENDER BANDIDOS E CRIMINOSOS TRAVESTIDOS DE SOCIALISTAS.

  2. Os desmiolados não comseguem enxergar que o culpado é Lula e não Dilma. Por acaso alguém pode ser culpado de exercer sua natureza? O gênio político errou mais uma, mas para alguns continua mais gênio do que nunca.

  3. Sr, Irineu,

    Todos nós brasileiros sabemos que a estrutura da república está corrompida nos três poderes. O povo está revoltado com políticos, agentes públicos corruptos, juízes de togas, etc e etc. Sabemos que numa democracia não se governa sozinho, mas sabe de uma coisa? O comportamento da presidente Dilma, vai de encontro com que o povo pensa dos políticos e do sistema de hoje. Você acha que este congresso ( Sarney, Renan, João Alves, Vacareza, etc ) quer mudanças? Como negociar com um congresso e com uma maioria corrupta? Lula e o PMDB colocaram Dilma contra a parede, a única saída dela é ir para a TV e jogar o povo contra este congresso corrupto e ter o povo ao seu lado, se não fizer ( e deixarem ela fazer ) é carta fora do baralho. Mexeu com muitos interesses, dentro e fora do país, e não houve o que a elite tem a dizer, porque o que a elite tem a dizer não interessa ao povo.

  4. ‘Mexendo no problema errado’, por Carlos Brickmann

    Publicado na coluna de Carlos Brickmann

    CARLOS BRICKMANN

    Não é questão de nacionalidade: um dos maiores médicos do Brasil foi um ucraniano, Noel Nutels, que levou a saúde pública às áreas indígenas da Amazônia. A questão é outra: é que o Governo criou uma enorme polêmica por achar que Saúde é Medicina. E não é: Medicina é a última etapa na luta pela Saúde.

    A Saúde começa pela engenharia ─ saneamento básico. A água potável e os esgotos reduzem o número de doentes (e derrubam a mortalidade infantil). Educação é o segundo passo: quem lava as mãos e cuida da higiene básica, mantém o mosquito da dengue à distância, assegura a limpeza dos animais domésticos e cuida de seu lixo tem mais condições de evitar doenças. Condições de vida são importantes: roupas e calçados minimamente adequados, alimentação suficiente, moradia saudável fazem milagres. Se uma pessoa educada, com acesso a saneamento básico, alimentação e moradia, devidamente vacinada, mesmo assim fica doente, então cabe à Medicina cumprir seu nobre e insubstituível papel de cura.

    Em resumo, não adianta trazer grandes especialistas mundiais sem que a população tenha condições adequadas de vida. Tem? Não, não tem. E não falemos de periferias: Guarulhos, na Grande São Paulo, segunda maior cidade do Estado, 13ª do país, com 1,2 milhão de habitantes, onde está o maior aeroporto internacional do país, não trata nem metade dos esgotos que lança no rio Tietê.

    A propósito: sem seringas, termômetro, um medidor de pressão, um medidor de glicemia, alguns remédios, que é que se espera de um médico? Milagres?

    A razão da crise
    O presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, falando em Porto Alegre, mostrou um número significativo, transcrito pelo bom blog de Fernando Albrecht: um americano com salário médio trabalha dez minutos para comprar um Big Mac; um alemão, 16 minutos; um brasileiro, 42 minutos.

    E é provável que EUA e Alemanha usem carne brasileira.

    Os saltimbancos
    1 ─ O presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves, quer que Dilma Rousseff reduza o número de ministérios de 39 para 25. OK, a ideia não é ruim. Mas por que 25, e não 23, 27 ou 29? Por nada: ele gosta de 25, pronto. E deve achar que o número de ministérios nada tem a ver com as necessidades do Governo ─ tanto que cita o número sem qualquer estudo administrativo.

    Será que Henrique Alves quer economizar dinheiro público? Não deve ser isso, não: o jantar em que reuniu a bancada do PMDB, dia 16, custou R$ 28.400 à Presidência da Câmara. Foram R$ 355,00 por pessoa, sem bebidas. Um esplêndido restaurante, como o Tatini, de São Paulo, não cobra nem a metade disso.

    2 ─ O prefeito de Paulínia, SP, Édson Moura Jr., do PMDB, tomou posse e anunciou imediatamente o Passe Livre na cidade. A passagem custava R$ 1,00.

    Será que o prefeito fez questão de ouvir a voz das ruas? Não deve ser isso, não. Já nomeou a madrasta, Regina de Mattos e Moura, secretária da Promoção Social. Talvez retribuindo a bondade do pai, Édson Moura, candidato à Prefeitura barrado por não ter a ficha limpa. Moura, na véspera da eleição, renunciou à candidatura em favor do filho. Como não havia tempo para registrar o nome do novo candidato, Moura Jr. se elegeu usando o nome do pai. Em seguida nomeia a esposa do pai. Gratidão é uma virtude. Pena que com dinheiro público.

    Trabalhadores do Brasil
    O Congresso já está de férias. Pela Constituição, não poderia: descanso, só depois de aprovada a Lei de Diretrizes Orçamentárias. Mas, com aquele ritmo de trabalho escravo imposto a Suas Excelências, não houve tempo sequer para exame do tema na Comissão de Orçamento. Mas como agir para buscar as bases, ouvir seus eleitores?

    Simples: em vez de entrar em férias, Senado e Câmara decidiram que não haverá sessões até 31 de julho. Se não há sessões, como comparecer às sessões? Há gente para quem tudo o que é complexo fica simples.

    Bosque finito est
    Que o papa Francisco, como dirigente espiritual da maioria da população brasileira, seja recebido com todas as honras e deferências, respeitando-se não apenas sua liderança religiosa e o posto supremo que ocupa, mas também suas inequívocas qualidades pessoais. Que o Governo se empenhe em oferecer-lhe as melhores condições para sua pregação; que os não católicos, mesmo os mais radicais, o tratem no mínimo com a hospitalidade devida aos visitantes.

    Mas a Igreja Católica poderia ter-nos poupado a bobagem de derrubar 334 árvores em Niterói, RJ, para facilitar a realização da missa campal durante a Jornada Mundial da Juventude. Árvores com cem anos de vida não se repõem de uma hora para outra; e mexer com árvores exige autorização da Secretaria Municipal de Ambiente, que não foi sequer solicitada. Se o papa souber, não vai gostar.

    Deixa pra lá
    O deputado Marcos Feliciano, do PSC paulista, quer que Dilma vete parte da lei que obriga o SUS a atender mulheres que sofreram estupro. Besteira dele: é preciso cuidar das vítimas de acordo com a orientação médica, e Feliciano não é médico. É melhor ignorá-lo: não o ajude a garimpar votos fundamentalistas

  5. Postei o texto na página http://www.facebook.com/valmor.stedile com um breve comentário, que reproduzo aqui, acrescentando uma conclusão minha de que o tal capital político deixado por Lula não representa absolutamente nada para o Brasil: Entre outras considerações o autor Irineu Evangelista, filiado ao PT, lamenta que Dilma tenha “dilapidado todo o capital político que herdou de Lula” e finaliza com uma advertência no mínimo curiosa à direção nacional do PT: “lançar outro candidato ou colher uma esmagadora e humilhante derrota com Dilma!”. Se Lula não tivesse fechado as prévias no PT após chegar ao poder, justamente para impor Dilma sobre as bases petistas, que a meu ver é melhor (ou menos pior) do que ele (Lula), o Evangelista não estaria agora apelando para a cúpula do partido.

  6. “REVISTA DO AVIÃO DA FAB: Evo Morales pede desculpas, piora a situação falando em intrigas — e seu chanceler mete os pés pelas mãos”

    RICARDo SETTI (Veja)

    Não sei se vocês viram no noticiário de hoje o pedido de desculpas formulado publicamente pelo presidente da Bolívia, Evo Morales, ao Brasil, a seu governo e “ao povo brasileiro” pela ação de revistar um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) em missão oficial ao país, no final de 2011 — fato revelado esta semana e que comentei aqui.

    “Peço desculpas ao povo brasileiro, a seu governo”, disse Evo — para quem não se inteirou do noticiário a respeito. “[A vistoria ao avião] não foi instrução do presidente, do vice-presidente, nem do gabinete”, garantiu, no curso de uma entrevista coletiva. O presidente lançou a responsabilidade a oficiais das Forças Armadas da Bolívia, ao dizer: “Sinto que alguns oficiais exageraram. Sob pretexto de luta contra o narcotráfico, não respeitam os aviões oficiais”.

    O ex-líder dos plantadores de coca garantiu que o incidente será investigado e que os responsáveis serão punidos.

    Mas começou a pisar na bola em que, esquecendo-se, aparentemente, de que a notícia sobre a vistoria de 2011 partiu do Ministério da Defesa do Brasil, afirmou:

    – Sinto que, no Brasil e na Bolívia, querem nos confrontar. Alguns subalternos estão interessados em nos confrontar. Não vão conseguir nada porque existe uma confiança única, antes com Lula e agora Dilma. Esta confiança vai continuar.

    Espere aí!

    “Querem” “nos” confrontar quem, cara-pálida?

    Quem são os “subalternos”?

    O ministro da Defesa, Celso Amorim?

    O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Juniti Saito?

    Sim, porque TODA a informação sobre o episódio veio de altas autoridades do governo brasileiro.

    Usando a demagogia bolivariana de sempre, o que Morales quer, mesmo, é varrer o episódio — que provocou indignação no Brasil — para baixo do tapete.

    Pior foi o comentário inteiramente cretino do chanceler da Bolívia, David Choquehuanca, em entrevista agência de notícias France Presse:

    – Às vezes, os agentes da Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico cometem algumas infâmias porque não sabem se é um avião VIP ou não. Houve uma reclamação (do Brasil) e esclarecemos isto.

    A esdrúxula utilização de linguagem de coluna social pelo chanceler não nos deve distrair do principal: uma aeronave da Força Aérea Brasileira, com tripulação, documentos oficiais e insígnia da Força Aérea Brasileira não constitui território brasileiro, gozando, assim sendo, de extraterritorialidade — e, portanto, estando imune de ações como a revista por militares bolivianos?

    O que é que vale, para a Bolívia: ser uma aeronave oficial, em situação absolutamente regular, de um país (supostamente) amigo, ou ser “VIP”?

    Vamos aguardar qual será a reação brasileira a isso tudo. A julgar pelos antecedentes, começando pela ocupação militar das refinarias da Petrobras por ordem de Morales, em 2006, já sabemos a resposta: nenhuma.

  7. PT, A GRANDE FRAUDE. O QUE ERA BOM EM SEUS QUADROS, DEBANDOU FAZ TEMPO! FALAR SOBRE O QUE RESTOU DO PT, ANALIZA-LO, É COMO TENTAR EXPLICAR O ÓBVIO. CANSA!

  8. Meus comentários situam-se mais no campo da Tribuna Bis, que era o “segundo caderno” da Tribuna impressa. Boa a lembrança do Mauro Julio Vieira ao citar Noel Nutels. Recomendo o livro “O Índio Cor de Rosa”, do grande escritor Orígenes Lessa. Foi publicado em 1978, editora Codecri, a turma do antigo Pasquim. É uma biografia apaixonante e talvez seja encontrada nos sebos. Aliás, sugiro alguma editora republicá-lo. Orígenes, pai do grande jornalista Ivan Lessa, que hoje vive em Londres. Conheci Orígenes e passei a admirá-lo nos cultos presbiterianos ao qual pertencia.

  9. Lula se “rereeleito” em 2010 seria diferente? Claro que não… Dilma apenas é a continuidade desta incomPTência. Ele quebrou o país e agora que posar de “salvador da pátria”. É um trande CARA de pau.

  10. Caro Antonio Rocha,
    Ivan Lessa faleceu aos 77 anos em 08 de junho de 1012. Ele estava radicado em Londres desde de 1978. Faço votos que esteja bebendo um bom whisky com as melhores companhias possíveis. Inclusive com Millôr.
    Abraço
    Rodrigo.

  11. O bom, valente e audaz Leonel Brizola declarou ser o PT “uma galinha que cacareja para a esquerda, mas coloca seus ovos para a direita”?
    Interessante a comparação. Mas eu diria que o PT é como o godero, que devora os ovos postos pelo tico-tico, colocando seus próprios ovos no mesmo lugar, para que seus filhotes sejam alimentados pelo tico-tico.
    Brizola sabia muito bem de onde havia surgido o “ovo” trabalhista travestido de esquerdista pelas Comunidades Eclesiais de Base. Apesar de sua linguagem prosaica, Brizola, que não era nenhum caipira simplório, conhecia essa falsificação revoltante apadrinhada pelo totalitarismo fascista e pela mídia golpista.

  12. “Cultos presbiterianos”?
    Nada tenho contra o grande escritor Origenes Lessa. Mas cultos presbiterianos são lembranças dos cultos totalitários calvinistas, com denominação mais suave.

  13. Quem vai levar uma surra acachapante vai ser o PIOR desgovernador que se tem notícia. agNULO (em minúscula mesmo, em homenagem a sua total falta de caráter). Trata-se do maior BANDIDO, NOTÓRIO CORRUPTO, INCOMPETENTE, OPORTUNISTA E IRRESPONSÁVEL eleito para o GDF. Hoje, o pilantra tem o MAIOR índice de rejeição, não se elegendo para coisa alguma. Para que, se já encheu os bolsos com
    dinheiro roubado dos nosso impostos? o PT aqui no DF acabou!

  14. Salve Solon, até onde já li seus artigos e comentários me parece que vc é maoísta (nada contra)e polemista por excelência, digamos que o Camarada Mao tb sofria disso que todos nós sofremos um pouco, em momentos de nossa passageira vida, uns mais outros menos. Totalitarismo é ego, vaidade, impaciência, intolerância com os diferentes, uma doença, convenhamos. Pelo que entendi vc mora na matrix, um felizardo ! Continuamos aqui na filial… tão logo possa e se for do seu interesse, quando possível, leia “The Constructive Revolutionary:John Calvin and his socio-economic impact”, Atlanta, John Konox Press, 1978, de W. Fred Graham. Nos anos de chumbo por aqui vários presbiterianos foram presos, torturados e perseguidos. Um dos co-autores do importante livro “Brasil Nunca Mais” é o pastor presbiteriano Jaime Wright que nasceu aí, e depois, em missão veio para cá. Abração do lado de cá do oceano.Seu comentário me trouxe uma boa idéia, fundar o TA – Totalitários Anônimos, inspirado no AA e demais grupos semelhantes.

  15. Engano seu, prezado Antonio Rocha. Não “moro” na matrix. Apenas passo alguns meses por ano no exterior, onde minha família possui pequena e modesta residência.
    Não sei se você notou que me referi a totalitarismo fascista, pois reconheço que houve o totalitarismo stalinista. Para falar a verdade (e concordar parcialmente com você), não sei onde não existe totalitarismo nos dias atuais. Acabamos de ver a aprovação quase que maciça (63%, pelo menos) do presidente Vladimir Putin, da Federação Russa, divulgada pela imprensa ocidental. Se é totalitário, ou não, você mesmo pode concluir, sabendo que ele deu sumiço nos Zé Dirceus e traidores de lá (Berezovsky, Litvinenko, Anna Politkovskaya, entre outros).
    E como me parece que você é religioso presbiteriano, creio que você sabe melhor do que eu que o pastor suiço João Calvino, que mandou Michel Servet ser queimado vivo em seu Auto de Fé, era o próprio totalitário, além de assassino cruel e anti-semita extremado. Mas faço justiça a você: todas as religiões são totalitárias.
    Agradeço a sugestão, mas não vou ler Calvino. Não compro misticismo, nem passando antes numa drogaria para tomar plazil e não enjoar.
    Grande abraço.

  16. Lula não será candidato e se fosse ganharia, mas não terminaria seu mandato. Lula está doente e sua cura não aconteceu e isso vem de informações confiáveis. Lula sempre foi um enganador que fala o que a maioria quer ouvir. Lula não tem convicção e vai onde a maré sopra. Lula e seu Pt acabou. Lula se associou no que há de mais indigno na politica. Dilma será a candidato e vencerá as eleições. Quem deve ficar no lugar de Dilma? Quem melhor que Dilma? Aécio? Serra? Fhc? Maluf? – não temos candidatos em nenhum partido, digo não temos partido e sim uns amontoados de siglas com a finalidade de assaltar o estado. O melhor programador, pensador, idealizador de projetos para o país seria Cristovam Buarque, mas não tem “partido”.

  17. O brasileiro e o BRASILIENSE demonstra ser preconceituoso e MACHISTA com a presidente por ela ser MULHER. Uns pedem a volta dos MILITARES, que sempre fizeram revoluções rasgando a constituição e NÃO RESOLVERAM NADA, pois sempre SAIRAM DE FININHO devolvendo o ” ABACAXI ” aos civís. Seria melhor que tivessem fiscalizado os governos se juntando aos mesmos e não fazendo REVOLUÇÕES cheias de PATAQUADAS. Por outro lado pergunto. SARNEY FOI MELHOR QUE DILMA CRIANDO DUAS MOEDAS e tirando 6 ZEROS do CRUZEIRO atendendo as MULTI NACIONAIS cujas calculadoras NÃO SUPORTAVAM o grande número de CIFRAS. FHC doou o PATRIMÔNIO NACIONAL e vive dando PITACOS SENÍS NO GOVERNO. O COLLOR FOI AQUELA GRACINHA. Os funcionários PÙBLICOS que TRATAM O PÚBLICO MUITO MAL, principalmente os da JUSTIÇA e os da POLÍCIA estão indignados porque a DILMA ESTÁ LHES DANDO O TRÔCO MERECIDO. OBS.: Não volo desde a ÉPOCA que o JÃNIO QUADROS LUDIBRIOU O BRASIL. PREFIRO PAGAR MULTA ao TSE. E é só !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *