Relator da primeira denúncia, Zveiter diz que vai devolver carta a Temer

Zveiter apresentará um novo parecer como substitutivo

Deu em O Tempo
(Agência Estado)

O deputado Sergio Zveiter (Pode-Rio) disse que vai devolver a carta enviada a parlamentares pelo presidente Michel Temer. Autor do relatório contra o presidente na primeira denúncia, o deputado fez duras críticas à postura de Temer nesta terça-feira (17). “Recebi uma carta do presidente Michel Temer e gostaria de anunciar publicamente que vou devolver. Se houve ou se houver conspiração, o presidente tem que dizer o nome de quem conspirou”, disse o deputado durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que debate a segunda denúncia apresentada contra Temer.

Após relatar a primeira denúncia contra Temer, Zveiter deixou o PMDB e se filiou ao Podemos. Segundo o deputado, nem ele nem seus colegas que votaram pelo seguimento da primeira denúncia conspiraram contra Temer. Para ele, a ideia do peemedebista de enviar a carta foi “inadequada”.

CARTA IMPRESTÁVEL – “Eu não posso aceitar calado essa posição política. Respeitosamente vou pedir para o meu assessor parlamentar que atravesse a rua e devolva a carta. Essa carta para mim é, além de inadequada, é imprestável”, disse.

Na correspondência, enviada aos parlamentares na segunda-feira (16) Temer disse que não poderia “silenciar” diante do que estava acontecendo. “Jamais poderia acreditar que houvesse uma conspiração para me derrubar da Presidência da República. Mas os fatos me convenceram. E são incontestáveis”, afirmou.

Zveiter disse ainda que vai apresentar um voto em separado por não concordar com o relatório apresentado pelo deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), favorável ao arquivamento da denúncia contra Temer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Sérgio Zveiter é um dos poucos parlamentares de ficha limpa, nada há contra ele, é preciso reconhecer. Este tipo de parlamentar é minoria e deve ser prestigiado. No Congresso, a bancada da corrupção é amplamente majoritária, conforme se contatou na votação que “inocentou” (digamos assim) o senador Aécio Neves, grande mestre em corrupção, e que deveria ser “o primeiro a ser comido”, no dizer de outro especialista, seu amigo Romero Jucá (PMDB-RR). No Congresso, a opinião pública precisa separar o joio e o trigo, como se dizia em priscas eras. (C.N.)

15 thoughts on “Relator da primeira denúncia, Zveiter diz que vai devolver carta a Temer

  1. A absolvição de Aécio, ontem, foi uma demonstração da molecagem refinada que se tornou comum nos políticos da nossa nação. Os brasileiros não podem mais aceitar essa pouca vergonha.
    O segundo capitulo do espetáculo começa hoje e já sabemos como termina: os babacas comprados pelo Temer vão fingir estar preocupados com a estabilidade da nação e votar pela proteção de um presidente abjeto, corrupto, nocivo.
    Nossos militares devem ter conhecimento de tudo o que está acontecendo e sabem que não temos mais ninguém a quem recorrer – o STF está inerte e obviamente cúmplice da safadeza; os habitantes do Prédio dos Dois Penicos persistem nas suas cagadas contínuas; e o Executivo é corrupto até os ossos. Tanto quanto se sabe, nenhum dos nossos militares teve a oportunidade de ganhar medalha por ato de bravura, por vivermos em paz eterna. Pergunta-se: não seria essa a hora de fazer jus a uma? Viva a pátria dos smurfs (anãozinhos…)

      • Não entendi. Ás vezes uso palavras ofensivas para realçar as qualidades morais dos nossos políticos. Frequentemente são as progenitoras que sofrem pelos seu rebentos.
        De qualquer modo, vou me policiar, mas não sei exatamente o que dizer quando sentir o ódio que sinto pelos nossos políticos. Em vez de filhos de alguma coisa direi: descendentes de “honrada linhagem”. Tá bom assim?
        Obrigado pela compreensão.

        • Filhos da casa da luz vermelha seria bem apropriado embora possa ser uma ofensa para as moças, que lá, trabalham. Os políticos brasileiros, não foram paridos e sim defecados.

    • Temos que encontrar um partido a favor de Temer, mas que tenha dissidentes que votarão contra Temer. Por exemplo o DEM e fazer com que façam um relatório contra o afastamento de Temer, porem a favor do fatiamento do processo com Padilha e Moreira Franco em separados.

  2. Estou relatando matéria do SBT a respeito das mordomias do TJRJ, é uma vergonha, restaurante exclusivo para juízes e desembargadores, com alimentos de primeira linha, sabendo que cada magistrado recebe R$ 1845,00 de vale refeição, pra quê mantém um restaurante exclusivo, é simplesmente vergonhoso, sabendo como está a situação do estado do Rio de Janeiro, não é alegar que tem muito trabalho, se não quisesse ser magistrado, fosse empresário, trabalharia em qualquer setor privado, mas sabendo das mordomias criadas por eles mesmos, preferem o setor público, isto acontece também em todo o poder judiciário, não só no Rio, mas acredito que em todo o país, é de nos deixar de queixo caído, quantas famílias esperam por decisões desta justiça a anos, mas que importa, farinha pouca meu pirão primeiro, esta é a justiça leniente deste país chamado Brasil, salários com vários penduricalhos, o que nenhum trabalhador tem, até quando assistiremos este poder apodrecido.

  3. Em 2018, Aécio vai sair deputado federal e vai se eleger, Beto Richa aqui no Parana idem, Renan se elege senador e Temer vai se livrar como Sarney, previsão de
    pobres em 2020 sera de 40 milhões, só tem uma solução – mobilização popular.

    • “Mobilização popular”?? kkkk
      Foi a ausência dela que nos levou a atual situação, amigo! A Constituição vem sendo seguidamente estuprada por quem deveria resguarda-la, o STF. Não há mais segurança jurídica, apenas chicanas imundas e conchavos. Se o povinho não se indignou nem se mobilizou até agora, por que vai faze-lo no ano que vem?

  4. Brizola, não via o Sérgio Zveiter com bons olhos, desde que ele pediu intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro em 1994, no governo Nilo Batista.
    Ao nomear o Zveiter secretário de justiça pelo governador Garotinho, foi a gota de água, que faltava para o total desentendimento entre o Brizola e Garotinho

  5. Os Zveiter são famosos no meio jurídico do Rio, de pai para filho, desde os tempos de Sarney, que nomeou o pai, Valdemar, se bem me lembro, para um dos Tribunais em Brasília.

    • É verdade, Mário Assis, o irmão desembargador está sempre metido em falcatruas, segundo a mídia. O pai Waldemar, que eu conheço, é boa gente, muito nacionalista, merece respeito.

      Abs.

      CN

  6. Bom senhores até agora minha esposa não recebeu o precatório a que tem direito e minha ação faz aniversário mês que vem de sete anos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *