Relator do impeachment aceita incluir delação de Delcídio

Jovair Arantes ouvirá primeiro as testemunhas de acusação

Deu em O Tempo

O relator do processo de impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), disse nesta segunda-feira (21) que a delação do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) será analisada na formulação do relatório.

À reportagem parlamentares do PT disseram que, se a delação for incluída no relatório, o partido recorrerá ao Supremo Tribunal Federal, já que as acusações contidas nela não faziam parte do processo inicial.

“A Câmara aditou, antes da formação da Comissão, as denúncias do Delcídio do Amaral. Essas denúncias farão parte também do nosso estudo para que a gente possa formular um relatório dentro exatamente do que estou colocando”, disse Arantes.

PT RECLAMA

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) criticou a anexação das denúncias de Delcídio ao processo de impeachment. “Não pode fazer aditamento, prejudica o direito de defesa”, disse o petista à reportagem.

O relator do processo afirmou ainda que não vai propor ouvir a presidente Dilma Rousseff nem ministros do governo antes de elaborar seu parecer.

“Se eles quiserem falar comigo, estarei à disposição aqui na comissão. Agora, convidar para ouvir ministros, não vou. Se o ministro da AGU for convocado para fazer a defesa dela, ele será muito bem recebido aqui”, afirmou.

OS ACUSADORES

A intenção, segundo o relator, é convocar os autores do processo de impeachment, o ex-petista Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal, já para a próxima segunda-feira (28).

O deputado disse ainda que deverão ser convocados especialistas em Orçamento do Tribunal de Contas da União, o procurador da República que atua no TCU e o ministro Augusto Nardes, relator no TCU do processo das “pedaladas fiscais”.

A oposição já apresentou vários requerimentos para convocar o juiz Sergio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro do Supremo Teori Zavascki.

Nesta segunda, integrantes da comissão que analisará o processo de impeachment se reuniram para definir um cronograma de trabalho.

LONGE DO PLANALTO

Arantes, que segue sendo líder do PTB na Câmara, afirmou que vai “evitar ir ao Planalto” enquanto estiver como relator do processo de impeachment. “Vou evitar ir ao Planalto neste momento. Um vice-líder vai me representar”, disse.

Sobre possíveis pressões que poderá sofrer a partir de agora, o relator disse que isso “faz parte do processo democrático”. “A pressão faz parte do jogo. Quem não quer receber pressão fica em casa, veste o pijama.”

“Ao final do relatório, eu terei um lado muito chateado comigo e outro lado muito satisfeito. Agora evidentemente quem tem que estar satisfeito comigo é a minha consciência”, declarou. (da FolhaPress)

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO relator Jovair Arantes está procedendo como um magistrado. Primeiro, ouvirá a acusação, a começar pelos autores do pedido, pelos auditores do TCU e pelo procurador especialista em contas públicas. E tudo indica que ouvirá também o próprio Delcídio Amaral e o juiz Sérgio Moro, entre outros. Somente depois de concluída a instrução de denúncia é que ele ouvirá os defensores de Dilma Rousseff, que está se tornando uma versão feminina de Collor, sem chance de absolvição, devido às pedaladas contábeis, aos decretos ilegais e às doações ilegais de campanha, um coquetel altamente explosivo. (C.N.)

7 thoughts on “Relator do impeachment aceita incluir delação de Delcídio

  1. O que resta aos apoiadores do governo é apenas tentar melar tudo. Não conseguirão, pois são minoria. TODAS as provas dos crimes levantados pela Lava Jato devem constar do processo, pois são fatos relevantes e envolvem os mesmos autores.

    • Veja abaixo, que a capacidade da entidade de gerar lucro foi destruída pela ação política e criminosa do PT:

      ANO………………………..LUCRO LÍQUIDO

      2004………………………..R$16,9 bilhões
      2005………………………..R$23,7 bilhões
      2006………………………..R$25,9 bilhões
      2007………………………..R$21,5 bilhões
      2008………………………..R$33,9 bilhões (novo patamar de lucratividade da empresa)
      2009………………………..R$33,3 bilhões
      2010………………………..R$35,9 bilhões
      2011………………………..R$33,1 bilhões
      2012………………………..R$21,2 bilhões (36% de queda na lucratividade)
      2013………………………..R$23,6 bilhões
      2014………………………..(R$26,6 bilhões) prejuízo líquido apurado em função da Operação Lava Jato
      2015………………………..(R$34,8 bilhões) prejuízo apurado em função da baixa de ativos e despesas com juros da dívida, que é monstruosa.

      Prejuízo de R$ 34,836 bilhões em 2015 e de R$ 36,938 bilhões no 4T-2015, ocasionado por:

      i) “impairment” (perda) de ativos e de investimentos, principalmente em função do declínio dos preços do petróleo e incremento nas taxas de desconto, reflexo do aumento do risco Brasil pela perda do grau de investimento (R$ 49,748 bilhões); e

      ii) despesas de juros e perda cambial (R$ 32,908 bilhões).

      O endividamento da empresa expresso por moedas é o seguinte:

      – Em real…………….R$80,269 bilhões
      – Em dólar…………..R$365,354 bilhões
      – E euro………………R$33,909 bilhões
      – Outras moedas…R$13,116 bilhões
      ——————————————————
      Total…………………..R$492,648 bilhões

      O índice de endividamento da empresa, isto é, se pegarmos todo o passivo exigível da empresa (circulante + não circulante) e dividirmos pelo ativo total, veremos que chegou a 71,34%, o índice de endividamento; isto é, 71,34% de todo o ativo da empresa está comprometido com dívidas e fornecedores.

      Em 2013 quando começamos a fazer a análise de endividamento, o índice de endividamento era de 54%. Ou seja, em dois anos o índice deu um salto absurdo!

      Lembrando que se esse índice ultrapassar os 100% configura-se, efetivamente, a situação de insolvência da empresa, isto é, de falência.

      Fonte: Demonstrações financeiras da Petrobras

      file:///C:/Users/Wagner%20Pires/Downloads/RMF%204T2015_R$_Portugu%C3%AAs.pdf

    • Veja abaixo, que a capacidade da entidade de gerar lucro foi destruída pela ação política e criminosa do PT:

      ANO………………………..LUCRO LÍQUIDO

      2004………………………..R$16,9 bilhões
      2005………………………..R$23,7 bilhões
      2006………………………..R$25,9 bilhões
      2007………………………..R$21,5 bilhões
      2008………………………..R$33,9 bilhões (novo patamar de lucratividade da empresa)
      2009………………………..R$33,3 bilhões
      2010………………………..R$35,9 bilhões
      2011………………………..R$33,1 bilhões
      2012………………………..R$21,2 bilhões (36% de queda na lucratividade)
      2013………………………..R$23,6 bilhões
      2014………………………..(R$26,6 bilhões) prejuízo líquido apurado em função da Operação Lava Jato
      2015………………………..(R$34,8 bilhões) prejuízo apurado em função da baixa de ativos e despesas com juros da dívida, que é monstruosa.

      Prejuízo de R$ 34,836 bilhões em 2015 e de R$ 36,938 bilhões no 4T-2015, ocasionado por:

      i) “impairment” (perda) de ativos e de investimentos, principalmente em função do declínio dos preços do petróleo e incremento nas taxas de desconto, reflexo do aumento do risco Brasil pela perda do grau de investimento (R$ 49,748 bilhões); e

      ii) despesas de juros e perda cambial (R$ 32,908 bilhões).

      O endividamento da empresa expresso por moedas é o seguinte:

      – Em real…………….R$80,269 bilhões
      – Em dólar…………..R$365,354 bilhões
      – E euro………………R$33,909 bilhões
      – Outras moedas…R$13,116 bilhões
      ——————————————————
      Total…………………..R$492,648 bilhões

      O índice de endividamento da empresa, isto é, se pegarmos todo o passivo exigível da empresa (circulante + não circulante) e dividirmos pelo ativo total, veremos que chegou a 71,34%, o índice de endividamento; isto é, 71,34% de todo o ativo da empresa está comprometido com dívidas e fornecedores.

      Em 2013 quando começamos a fazer a análise de endividamento, o índice de endividamento era de 54%. Ou seja, em dois anos o índice deu um salto absurdo!

      Lembrando que se esse índice ultrapassar os 100% configura-se, efetivamente, a situação de insolvência da empresa, isto é, de falência.

      Fonte: Demonstrações financeiras da Petrobras

      http://www.investidorpetrobras.com.br/pt/resultados-financeiros#topo

    • Obrigado pela sugestão, sr. Antônio Santos Aquino.

      Embora o jornal de HF seja de cunho ideológico da extrema esquerda, e eu me considero de centro-direita/direita, vou dar uma olhada.

      Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *