Renan diz que convocação extra do Congresso deve ocorrer

Charge do Nani (reprodução de nanihumor.com)

Ricardo Brito
Estadão

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que deve ocorrer uma convocação extraordinária do Legislativo a fim de discutir o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O peemedebista disse, contudo, que ainda não está fechado quando a convocação será iniciada e qual a melhor forma de fazê-la no mês de janeiro.

“O fundamental, seja qual for o caminho, é que o Congresso funcione no recesso, trabalhe, não enterre a cabeça na areia”, disse, ao defender que esta é a maior sinalização que o Legislativo pode dar para solucionar a crise. “A dúvida é quando começaremos e como faremos para convocar”, completou.

Renan afirmou que é preciso encontrar um acerto para realizar a convocação extraordinária. Um dos cenários discutidos, conforme antecipou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, era não votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, o que poderia levar automaticamente à continuidade dos trabalhos legislativos. Entretanto, diante das críticas a essa solução, ele disse preferir outra saída.

BERZOINI SURPREENDE

O presidente do Congresso contou ter conversado com setores da oposição sobre a eventual convocação extraordinária. Ele se disse surpreso com a informação de que o ministro da Secretaria do Governo, Ricardo Berzoini, iria procurá-lo para defender que o plenário faça um recesso parcial no fim do ano, voltando às atividades a partir de 11 de janeiro. Originalmente, o Palácio do Planalto queria que o Congresso não tivesse qualquer pausa para apreciar logo o impeachment de Dilma.

“Me surpreende que o Berzoini esteja nesta posição (de fazer uma pausa menor), é uma posição de racionalidade, de bom senso, o Brasil espera que o Congresso continue funcionando”, observou.

O presidente do Congresso afirmou ainda que “definitivamente” é preciso que o vice-presidente Michel Temer e a presidente Dilma Rousseff construam uma convergência para traçar caminhos com o Brasil.

ALGUMAS DIFERENÇAS…

“Nós temos algumas diferenças, mas temos que convergir em torno de algumas mudanças estruturais, o Brasil precisa sair dessa situação. O melhor produto desta conversa será este”, disse.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGRenan Calheiros só tem um amigo e conselheiro. Chama-se Renan Calheiros. Tudo o que ele faz é em benefício próprio. Fechou acordo com Dilma, a investigação de suas maracutaias está andando devagar, quando parando, e o procurador Rodrigo Janot acaba de pedir prorrogação por mais 60 dias. E assim caminha a humanidade. (C.N.)

6 thoughts on “Renan diz que convocação extra do Congresso deve ocorrer

  1. ALGUNS ANTECEDENTES DE RENAN CALHEIROS

    Denúncia da PGR contra Renan Calheiros é por peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso
    Salvar • 0 comentários • Imprimir • Reportar
    Publicado por Associação do Ministério Público de Minas Gerais (extraído pelo JusBrasil) – 2 anos atrás
    3
    O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que deve assumir nesta quinta-feira a presidência do Senado , foi denunciado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ao Supremo Tribunal Federal (STF) por peculato (desvio de dinheiro público, 2 a 12 anos de cadeia), falsidade ideológica (1 a 5 anos) e uso de documento falso (2 a 6 anos). A revista Época teve acesso à denúncia em que Gurgel afirma que Renan apresentou ao Senado notas frias e documentos falsificados para justificar a origem dos recursos que o lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, entregava, em dinheiro vivo, à mãe de sua filha, como pagamento de pensão.

    O procurador-geral da República apresentou na última semana a denúncia contra Renan , que desde 2007 é investigado em inquérito aberto no STF. Oficialmente, Gurgel não comenta o teor do inquérito que gerou a denúncia – obtida pela revista -, por estar sob segredo de justiça.

    De acordo com a revista, se o senador for condenado pelos três crimes no STF, Renan poderá pegar, somente neste processo, de 5 a 23 anos de cadeia. E ainda teria que pagar multa aos cofres públicos. Há ainda outros dois inquéritos tramitando contra Renan no Supremo. Ainda segundo a revista, descobriu-se na denúncia que Renan desviou R$ 44,8 mil do Senado e que também usou notas frias para justificar o desfalque nos cofres públicos.

  2. NEM DEPOIS DE DENUNCIADO COMO ACIMA AO STJ RENAN NÃO SE EMENDOU !

    30/11/2015 17h52 – Atualizado em 30/11/2015 21h43

    Janot pede ao STF autorização para investigar Delcídio, Renan e Jader
    Em outro pedido, PGR solicita investigação de Renan, Jader e de deputado.
    Procurador-geral aponta suspeitas de corrupção passiva e lavagem.

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta segunda-feira (30) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de mais dois inquéritos na Operação Lava Jato para investigar os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) – presidente do Senado – Delcídio do Amaral (PT-MS), e Jader Barbalho (PMDB-PA).

    Em outro pedido, o chefe do Ministério Público quer investigar Renan, Jader e o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE). Nas duas solicitações de abertura de inquérito, as suspeitas são de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

  3. Renan ao defender que o Congresso funcione durante o recesso, alegando solucionar a crise,
    na verdade ele está defendendo o mandato da Dilma, sabendo-se que o tempo é o maior
    inimigo da Presidente, quanto mais tempo passar, mais o Brasil afunda, maior é o desgaste
    da Presidente. No desespero o Renan não percebe que o PT não é confiável, se a Dilma se
    livrar do impeachment, o Renan Calheiros não terá mais utilidade para o PT e ficará sujeito a própria sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *