Rezem por Paris, mas não virem as costas ao Brasil e ao povo

É o mais grave desastre ambiental das últimas décadas

Yuri Zero

O que está acontecendo no Rio Doce é pior do que a soma dos piores desastres ambientais ocorridos no Brasil dos últimos 30 anos. Vamos lembrar Algodões, Camará, Macacos, os três rompimentos de Cataguases ocorridos em 2003, 2007 e 2009 respectivamente e pode ser incluído nesse bolo Itabirito no ano passado. Por qualquer critério disponível, seja extensão ou volume de rejeitos, essa soma não se compara ao que ocorreu com o Rio Doce.

Não houve qualquer tentativa de impedir o avanço dos rejeitos após o incidente, a Samarco e o governo Brasileiro assistem a chegada de 62 bilhões de litros de uma lama impregnada de metais até o litoral do Espirito Santo de braços cruzados. Sem contar que o rejeito – pela presença do ferro – está cimentando (Isso mesmo) diversas partes do rio. E estamos falando da mais importante bacia hidrográfica dentro da Região Sudeste. Sentiu o problema?

Toda a solidariedade aos civis que perderam suas vidas na capital francesa, mas o nosso Estado Islâmico tem CNPJ, endereço e responsáveis nominais. Que a tragédia em Paris não nos faça esquecer disso.

Rezem por Paris, Beirute, Síria e Nigéria, mas não virem as costas para o Brasil e para o nosso povo!

(artigo enviado por José Carlos Werneck)

8 thoughts on “Rezem por Paris, mas não virem as costas ao Brasil e ao povo

  1. Pelo meu ponto de vista, maioria das Calamidades acontecem no país por que não existe seriedade nos Serviços de Fiscalização. Parece-me que os Órgãos de Fiscalização só servem de Cabide de Emprego dos Partidos Políticos.

    Favor entrar no site da ANA (Agencia Nacional de Águas)

    “Manual orienta sobre segurança e inspeção de barragens”

    Leia conteúdo em: http://www2.ana.gov.br/Paginas/servicos/cadastros/barragens/relatoriosInspecao.aspx

  2. Então, seguindo o raciocinio do genio, o atentado na França se deve ao fato da segurança pública por lá ser de responsabilidade do estado, então, como não conseguiram evitá-lo, são tão incompetentes quanto os moradores da ” banania”. Mais um “amestrado”.

  3. Pelo texto, havia como deter o avanço da lama. Se isso é certo, por que não o fizeram, permitindo que a situação já desesperadora se agravasse ainda mais? E, como vem perguntando o doutor Béja, ninguém ainda foi preso?

  4. No final não vai dar em nada, quem morreu é perdeu a vida, os danos aos habitantes serão pagos com qualquer migalha, lembrem-se, o Prefeito de Mariana disse que que não se importa com nada, mas quer a empresa em funcionamento, pois necessita dos impostos pagos pela SAMARCO, que se dane o ambiente, o que não pode parar é a mineração. Lá as vítimas são pobres, que podem ser tapeadas com pouco.
    Os hipócritas da Política correta estão tentando chamar a atenção para a questão de Mariana e dizendo que as pessoas estão mais preocupadas com os atentados em Paris, mas vou fazer uma breve reflexão, o que ocorreu aqui era previsível, pois em se tratando de Brasil não existe fiscalização, pois os fiscais são corrompidos, me lembro de um aluno que tive que tinha como trabalho “bombardear” leite, para que nunca ouviu falar dessa profissão, trata-se da pessoa que controla o PH do leite que vai para o beneficiamento, com a adição de soda ou ácido, isso em grandes quantidades, ao perguntar sobre a fiscalização, ele me disse que o fiscal só entrava para pegar umas cais de leite e um envelope com o pagamento, depois saia sem ao menos fiscalizar alguma coisa, felizmente a CCLB faliu. Nunca isso foi apurado, ou seja, qual é o fiscal que fiscaliza o fiscal?
    Vai ficar tudo como dantes no quartel de Abrantes. Isso é Brasil. O nosso Estado islâmico é tão ou mais cruel que os do Iraque e Síria, aqui esses fiscais tem um endereço a Receita Federal caem como praga em cima do nosso suor, pega todos,

  5. AUTODETERMINAÇÃO E SOBERANIA DEVEM SER ELEVADAS

    O Brasil deve se fechar em defesa de sua gente quanto a esses conflitos, diante da indução midiática visivelmente em curso para que os países se posicionem sobre ações fratricidas de uns contra outros. Agindo assim, reduz a ira de um lado e não atrai ódios de guerra pra cá.

    A mídia massifica os horrores da França, ampliando a comoção do Brasil pela existência de alguns brasileiros entre as vítimas. Um massacre publicitário que se concentra nos efeitos, pouco se lixando ao fato de que as causas não têm ligações com o Brasil, senão num detalhe que encobrem: nos demais conflitos na Síria, no Iraque ou em outras partes do mundo também há brasileiros que sofrem. Mas não há mídia em cima.

    BBC BRASIL – Na reunião do G20 neste domingo (15/11), após a tradicional “foto de família” na qual aparece entre os colegas Barack Obama (EUA) e Vladimir Putin (Rússia), a presidente Dilma Rousseff​ repudiou, em discurso, os atentados de Paris, citando “urgência e importância” de ação conjunta contra o terrorismo. No campo econômico, disse que haverá risco caso os países respondam com subsídios internos à queda nos preços dos produtos primários. Pediu ainda que a Conferência do Clima de Paris, que começa neste mês, chegue a um acordo equilibrado, ambicioso e duradouro. #G20

    Ação contra que terrorismo e conjunta com quem? Alegações e ondas assim levaram o presidente François Hollande​ a atrair o terror no país. O Brasil não deve se meter em conflitos provocados por outros, estudem os precedentes para conhecer as consequências disso. Ou a ONU será ampliada como Dilma​ defendeu na última reunião do organismo, para debater mais amplamente a mediação de conflitos sem amplia-los disseminando para outros países? É preciso resposta a massacres além da França e dos EUA, como o de abril ocorrido numa universidade do Quênia, com 148 mortos, sem show midiático, comoção, repúdio, estarrecimento. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=792154647559791&set=a.123498584425404.23007.100002957893168&type=3&pnref=story

    Basta de insanidade e sensacionalismo da TV Globo, qualquer telespectador atento percebe que há direcionamento na difusão dessas ocorrências na França, enquanto rolam em outras partes do mundo ou aqui episódios igualmente covardes e condenáveis, sem maior cobertura. E há setores do governo Dilma Rousseff brincando com o terrorismo. Os satélites repetidores das Organizações Globo (rádios, revistas e jornais) cumprem deprimente papel, repercutindo conceitos e conclusões questionáveis sem bom níveis de questionamentos, não podemos permitir que nosso país caia nessas ondas, sob pena de colhermos no futuro os malefícios das guerras.

    Outras emissoras noticiam também, mas não direcionam em torno da tática de dominação que se resume a fortalecer seus focos de guerra. É crucial analisar tudo com reservas, sobretudo em eventos sobre os quais o monopólio insiste com inserções, sem novidade. A apelação extrapolou, aí tem, é crucial que se analise tudo com o máximo cuidado porque a seletividade da mídia é concreta, a chacina ocorrida em Beirute na quinta-feita (12/11) foi outra tragédia de guerra que passou batida e pouco se comenta, enquanto aqui também enfrentamos talvez a maior de todas as guerras com a média de 150 assassinatos por dia este ano. Negando ensino de qualidade e através do extermínio “justificado” de jovens liquidam nosso país evitando que as gerações ascendam. http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/07/brasil-teve-em-media-143-assassinatos-por-dia-em-2014.html

    Stop! A mídia extrapola surfando nos episódios da França, cujo governo se enfiou em guerras sujas (como se houvessem as limpas) puxadas por outros no Iraque, na Líbia ou Síria. O governo brasileiro deve medir todos os cenários, para que o necessário gesto de solidariedade ao povo francês, covardemente atacado, ou a quaisquer outros povos, não se torne endosso às maluquices de quem os massacra diretamente ou por linhas transversas, às vezes os próprios governos. http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/08/guerra-na-siria-ja-deixou-240-mil-mortos-entre-eles-12-mil-criancas.html

    O imediatismo da mídia é negócio e poder, como se movem os grupos econômicos e as cúpulas dirigentes em nosso país. Enquanto focam nas barbáries de outros, a lama segue sua viagem fazendo estragos por onde passa. É o imediato que também faz novas vítimas em frações segundos deixamos de mostrar, assim como a média de 150 assassinatos diários considerados normais. Há guerra por aqui, devemos encarar esta e evitar outras, pelo menos enquanto é tempo.

    Numa bombástica entrevista coletiva a jornalistas norte-americanos, o presidente russo Vladimir Putin responsabilizou o governo dos EUA por “políticas errôneas” que minam confiança e conduzem à crises. A França paga seu preço pelo apoio ao intervencionismo norte-americano, o governo Dilma Rousseff não deve seguir o mau exemplo de François Hollande, antes e sempre siga primando pela autodeterminação dos povos e em defesa de nossa soberania. Não defendo o Estado Islâmico, longe disso, mas estimulem nosso país a aderir ao que não deve pra ver o que acontece (caso entre). http://www.facebook.com/200699703303905/videos/1079958858711314/?pnref=story

  6. Desde a ascensão do PT ao poder, assistimos a banalização da vida do brasileiro.
    Na razão direta que não temos qualquer valor para este governo corrupto e desonesto, imoral e antiético, as tragédias acontecem naturalmente, e são esquecidas dois, três dias depois, em face de que somos incultos e incautos, que se somam ao analfabetismo funcional, pois a nossa memória é pequena, exatamente conforme desejo de nossos governantes.
    Alguém se lembra da chacina de 13 de agosto de 2015, DOIS MESES ATRÁS, em São Paulo, quando mais de VINTE PESSOAS foram dizimadas?!
    Não?!
    E querem que a tragédia de Mariana, MG, não seja esquecida?!
    Brincadeira, por favor.
    Alguém se recorda das DUZENTOS E QUARENTA E TRÊS MORTES na boate Kiss, em Santa Maria, RS?
    Alguma autoridade foi responsabilizada?
    Não?
    E querem que o rompimento de uma barragem, que matou dez ou onze pessoas, acuse o prefeito ou o governador por negligência?
    Ora, pessoal, isto é Brasil, do PT, de Dilma, de Lula, desta quadrilha que assalta e rouba impunemente, e está se lixando para o povo brasileiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *