Rocha Loures, “indicado por Temer”, devolve os R$ 35 mil que subtraíra da mala

Resultado de imagem para rocha loures ao telefone

Rocha Loures fez depósito judicial à Caixa

André De Souza
O Globo

O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que recebeu uma mala com R$ 500 mil do frigorífico JBS, informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que depositou os R$ 35 mil que faltava devolver. Na última segunda-feira, ele entregou à Polícia Federal (PF) uma mala com apenas R$ 465 mil. Rocha Loures também apresentou na corte o comprovante do depósito, feito na quarta-feira. Rocha Loures é investigado num inquérito aberto no STF juntamente com o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O processo tem origem na delação de executivos do frigorífico JBS.

“Rodrigo Santos da Rocha Loures, por seus advogados, nos autos da ação cautelar nº 4328, vem perante Vossa Excelência informar que realizou na data de ontem o depósito judicial de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais), quantia esta relacionada à investigação conduzida nos autos do inquérito nº 4483, conforme guia de depósito judicial ora apresentada (doc. 1). O referido montante encontra-se depositado na conta nº 86400176-5, agência nº 3133, da Caixa Econômica Federal”, diz trecho do documento protocolado pelo deputado afastado no STF.

INDICADO POR TEMER – Em delação, Joesley Batista, dono da JBS, afirmou que Rocha Loures foi indicado pelo presidente Michel Temer para tratar de assuntos de interesse da empresa. Na última vez que a mala havia sido vista, o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures saiu com ela de um estacionamento de uma pizzaria de São Paulo, em 28 de abril, e entrou correndo em um táxi.

A mala foi entregue a ele por Ricardo Saud, diretor da JBS, também delator. A entrega foi filmada pela PF, que não acompanhou o táxi. A entrega da mala confirma a informação dada pelos investigadores, de que a bagagem estava com o deputado.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGLoures tinha surrupiado os R$ 35 mil, por dois motivos: 1) era sua comissão de 7% da propina, e para os corruptos, comissão é coisa sagrada; 2) pensou que continuava valendo o ditados do ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão,  mas na vida real as coisas não funcionam exatamente assim. (C.N.)

7 thoughts on “Rocha Loures, “indicado por Temer”, devolve os R$ 35 mil que subtraíra da mala

  1. É a justiça realmente é cega, a mulher de Eduardo Cunha foi absolvida por falta de provas, a mulher gastou U$ 1 milhão de dólares em cartão de crédito, é impressionante, empresas offshore dela na Suiça, falta provas para o juiz não achar que era dinheiro de propina, pelo amor de Deus!

  2. Esses bandidos se tornam hilários quando tentam justificar o injustificável…acabei de mudar de canal agora, saindo da News, por conta de uma entrevista vôlei do Mario Conti com Gilberto Carvalho, que não deu para engolir…

    Uma idiotice só. Gilbertinho, como sempre, fazendo seu palanquinho lulista…

    Tentou explicar a baderna em Brasília… disse que os de vermelho, estavam numa passeata da paz, e que infiltrados, de preto, é que fizeram toda a lambança.

    Sobrou para os flamenguistas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *