Rodrigo Maia exps as fraquezas e vacilaes de Michel Temer

Resultado de imagem para Temer charges

Charge do Iotti, reproduo da Zero Hora

Pedro Coutto

Surpreendente, mas exatamente isso que est no ttulo. Na entrevista a Mnica Weinberg e Thiago Prado, revista Veja que est nas bancas, o deputado Rodrigo Maia exps as vacilaes e fraquezas do governo Michel Temer, chamando sua ateno e da opinio pblica para a falta de unidade do Executivo em questes essenciais e ausncia de sintonia com o povo nas ruas.

Acentuou que a comunicao jornalstica encontra-se pssima, desenvolvida de forma antiquada, mofada, infeliz. Publicidade, digo eu, no resolve. Funciona no setor comercial, mas os governos no so produtos. As mensagens exigem contedo concreto, no fantasia.

A diferena entre a informao jornalstica e a publicidade a mesma que, na matemtica, separa o axioma do teorema. O teorema exige comprovao prtica. O axioma simplesmente o contrrio do teorema.

AVANOS E RECUOS – O presidente da Cmara Federal destacou objetivamente os avanos e recuos do governo, como o secretrio da Previdncia ter se antecipado a Michel Temer e anunciado as bases do projeto de emenda constitucional. No era nada disso. O Palcio do Planalto teve que corrigir as informaes. O mesmo aconteceu com o ministro do Trabalho. Divulgou matria que no estava nas intenes do presidente da Repblica. Francamente um desastre.

Desastre tambm foram as presses do PSDB que levam mudana de rumos e das oportunidades traadas por Temer. O PSDB, fica a impresso, deseja transferir para o PMDB as consequncias das medidas impopulares includas na pata do governo. a nica explicao.

NSIA DO PSDB uma explicao incmoda e extremamente negativa, por sinal. Revela a nsia de dominar o governo e coloc-lo a seu servio para as urnas de 2018. Talvez at para a hiptese das urnas de 2016 caso o TSE anulasse a sucesso de 2014.

Mas esta perspectiva foi praticamente afastada pelo ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, que em entrevista a Clarissa Thom e Fbio Grellet, em O Estado de So Paulo de sbado, afirmou que o julgamento desta matria deve ocorrer em 2017. Portanto, se a anulao (difcil) vier a ser estabelecida, ao invs de diretas, haver eleio indireta para a presidncia da Repblica.

ACIO NEVES – Quem o autor da ao? O senador Acio Neves, presidente nacional do PSDB. Mas no caso de eleio indireta, a ao simplesmente deixa de interessar ao PSDB.

So os caminhos sinuosos da poltica, mistura da cincia e arte, com suas tticas e estratgias. Exatamente como a existncia humana. Os imprevistos surgem a cada passo. As direes mudam com os ventos.

Porm, h necessidade de contedo concreto. A fantasia no resolve nada. Muito menos slogans vazios e sem ritmo e rumo.

ESTDIO MRIO FILHO – Por falar em rumo, leio na coluna de Lauro Jardim, O Globo, edio de domingo, que o governo do Rio de Janeiro est tentando conseguir que a administrao do Maracan seja passada a um novo consrcio, pois a Odebrecht desistiu do contrato.

Lauro Jardim diz que a exigncia manter o nome Maracan. pouco. Por dever histrico, tem que ser Maracan, Estdio Mario Filho, nome do jornalista, irmo do meu amigo Nlson Rodrigues, que liderou a campanha para ergu-lo. No pode ser esquecido.

2 thoughts on “Rodrigo Maia exps as fraquezas e vacilaes de Michel Temer

  1. Caro Pedro do Couto, assino em baixo. Estamos no mato sem cachorro, Temer na sombra do Padilha 1 ministro, t ferrado, exonera os 7 acusados, tome como referncia o saudoso Itamar Franco, e governe para o Brasil(Povo), para que seja decente e justo, e tenhamos a Soberania Nacional, que sinto estar em risco, pelas promessas, ps eleio de 02/10.
    Faamos nossa parte, alertemos o Z e Maria Povinho, a grande massa de voto, que elege politiqueiros canalhas, que lhe roubam seus Direitos Bsicos de Cidadania.
    No reeleger agora e em 2018, a nica Esperana de moralizar os 3 podres poderes.
    Quer Deus nos acuda.
    Ps. ao referendar Padilha, na exonerao do Dr. Osrio, demonstra, que est fantoche.
    O “Fora Temer” pode aumentar, e nos jogar no precipcio, em cuja beirada estamos!.

  2. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO, analisa as fraquezas e vacilaes do Governo TEMER (75) PMDB-Base Aliada, que Governa desde Mai/2016, devido ao Impeachment pela Cmara, da Presidenta DILMA (68) PT- Base Aliada.
    Quando poderosas Foras Polticas, Nacionais e Internacionais, sentiram que a Presidenta DILMA, que levou a Economia do Brasil a mais grande Recesso desde 1929, ( – 8% do PIB nos ltimos 2 1/2 anos),” e que ela havia perdido completamente o controle Poltico do Congresso Nacional”, resolveram “trocar o Governo”, e naturalmente colocar o Vice-Presidente TEMER no Poder. O POVO assolado pela Crise, e falto de ESPERANA, muito influenciado pela Lava Jato, saiu s ruas, e fazia panelaos.
    Mas antes do Impeachment era preciso o Vice TEMER mostrar como sair da Crise, o que o fez corajosamente com o Plano: “Ponte para o Futuro – PMDB”. Simplificadamente:
    1- Aprovao da “Lei do Teto das Despesas Pblicas” congelando a Despesa em valores reais (excluda a Inflao) por 20 anos, com Balano de situao no 10 ano.
    2- Aprovar CPMF 0,38% vigente por 2 anos.
    3- Em 3 anos estabilizar a Dvida/PIB trazendo a Inflao p/ centro da Meta de 4,5%aa.
    4- Reforma da PREVIDNCIA.
    5- Flexibilizao das LEIS TRABALHISTAS.
    6- Fazer PRIVATIZAES/ PPP (Parcerias Pblicas/Privadas) de Logstica/Infra-Estrutura.
    7- Reduzir em muito a VINCULAO dos Gastos Pblicos impostos pela Constituio, que engessam +- 75% deles.

    Ato continuo, o Vice-Presidente TEMER escreveu Carta para a Presidenta, que vazou para a Imprensa, no qual se queixava de ter suas ideias/opinies, sempre, completamente ignoradas por ela.

    O Plano “Ponte p/ o Futuro” de Mudanas PESADAS. O Povo na hora no percebeu todas as suas consequncias. Quer o fim da Crise e que a Economia/Emprego, volte a crescer.
    Na hora de analisar com mais cuidado o Plano: Reformas Fiscais, Previdenciria, Trabalhistas, etc, a gritaria comeou, e o Governo TEMER naturalmente avana e regride conforme a Fora Poltica que resiste ou apoia.

    No fundo o Governo TEMER sabe que deve URGENTE aprovar a “Lei de TETO das Despesas Pblicas por 20 anos” , fazer a Economia voltar a crescer cada vez mais aceleradamente, e deixar todas as REFORMAS para depois de Out/2018.

Deixe um comentário para Tho Fernandes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.