ROTINA: Mais um final de semana tenebroso para Lula e Dilma

Charge do Alpino (Yahoo Brasil)

Carlos Newton

É sempre a mesma coisa. A cada final de semana a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se complica. Agora, ele subiu de turma e já passou de informante a investigado, demonstrando que se aproxima o momento de sua incriminação, que pode até redundar em prisão preventiva. Da mesma forma, complica-se também a situação da presidente Dilma Rousseff, que se julgava inteiramente livre de acusações e denúncias, mas estão surgindo provas robustas de que sua campanha eleitoral foi abastecida com dinheiro de propinas de empresários, que foram obrigados a contribuir, devido a pressões feitas por assessores diretos dela – como o atual ministro Edinho Silva e o ex-chefe de gabinete Giles Azevedo.

Quanto há Lula, não há novidade nas denúncias contra ele, pois já eram conhecidas há anos, não somente o caso do apartamento triplex que lhe foi ofertado a preço vil pelo então presidente da Bancoop (Cooperativa dos Bancários de São Paulo), João Vaccari Neto, mas também o luxuosíssimo sítio em Atibaia, como 170 mil m², que está no nome de dois sócios do filho mais velho Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, mas já se sabe que se trata de uma propriedade do próprio Lula, que mandou até construir um galpão climatizado para armazenas as milhares de garrafas de bebida que ganhou durante os dois mandatos.

REFORMAS GRATUITAS

Tanto o triplex quanto o sítio sofreram custosas reformas, feitas gratuitamente por duas empreiteiras ligadas a Lula – a OAS se encarregou de valorizar e mobiliar o apartamento de cobertura e fez obras também na propriedade rural, onde a mais recente e completa reforma do sítio foi executada pela Odebrecht. Tudo, é claro, inteiramente grátis para a família Lula da Silva.

A pior notícia, no entanto, foi o avanço das negociações para delação premiada do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo. Se a proposta for aceita pela Procuradoria-Geral da República e pelo Supremo Tribunal federal, o empreiteiro vai contar não somente que foi obrigado a investir no projeto de games da empresa criada por Lulinha, mas também que foi pressionado por Edinho e Giles para fazer doações milionárias à última campanha eleitoral de Dilma Rousseff. Ou seja, Azevedo vai matar dois coelhos – Lula e Dilma – com uma só cajadada, como se dizia antigamente.

EXEMPLO DE COLLOR

O fato é que o cerco a Lula e a Dilma vai se fechando implacavelmente, como se fosse uma tortura chinesa. A cada dia aumenta-se a pressão sobre eles. Os dois são como o ex-presidente Fernando Collor, tinham tudo para se consagrar no poder. Mas não tiveram dignidade para tanto. Muito pelo contrário, sob certos aspectos podem ser considerados até piores do que Collor.

12 thoughts on “ROTINA: Mais um final de semana tenebroso para Lula e Dilma

    • SAIU NO ANTAGONISTA:

      Até Vaccari desmonta versão de ‘cotas’ de Lula
      Brasil 29.01.16 22:58
      No depoimento à Justiça de São Paulo, em novembro, João Vaccari Neto foi questionado pelo promotor José Carlos Blat se havia comprado algum apartamento da Bancoop.

      Vaccari disse que teve várias unidades, inclusive no Guarujá, que ele afirma ter sido fruto de uma troca com outro cooperado. O ex-tesoureiro do PT, sem perceber, ajuda o MP a desmontar a versão de Lula de que adquiriu apenas uma cota do empreendimento.

      “Eu tive várias unidades da Bancoop. A primeira que comprei foi na Praia Grande, depois na Vila Clementina. E tenho também uma no Guarujá, que foi uma troca de cooperados.”

      Vaccari, visivelmente irritado com a pergunta do promotor, diz que não lembra o número do apartamento e dá a dica: “Não sei, houve mudança nos números. Mas é só pegar o contrato de adesão.” Em nenhum momento, Vaccari fala em cotas, mas em unidades.

      E complementa: “Não tenho patrimônio oculto, senhor promotor.”

      Assista o segundo trecho do depoimento aqui: https://www.youtube.com/watch?v=AQ-QiFqFTYU

  1. É exagerada essa fogueira nas redes sociais, que leva alguns a pedir prisão de Lula e outros no contraponto a defende-lo acima da razão e do bom senso apontando a judicialização da política, negada quando no reverso certas decisões levam contrários a criticar a politização da Justiça. No link adiante, o governador Flávio Dino, ex-juiz federal que derrubou a oligarquia Sarney no Maranhão, detalha melhor essas questões. http://www.youtube.com/embed/MRYlITXqHjE

    Lula é intimado a depor como investigado em inquérito sobre ocultação de patrimônio e lavagem de dinheiro. A este respeito fecho também com o comentário de Ricardo Boechat. http://www.facebook.com/jornaldaband/videos/455403684664389/?pnref=story

  2. Partido político ou imobiliária ???

    ” Lava Jato investiga apartamento de presidente da CUT
    Brasil 31.01.16 09:27

    A Lava Jato investiga se o presidente da CUT, Vagner Freitas, recebeu um apartamento da OAS como pagamento de propina.

    A reportagem é de O Globo, mas o fato foi revelado por O Antagonista, em 13 de setembro do ano passado.

    Aqui:

    Vagner Freitas, presidente da CUT, tem seus motivos para defender com armas o governo do PT. Uma das razões é o apartamento número 22 do Residencial Altos do Butantã, situado no número 647 da avenida Nossa Senhora da Assunção.

    Assim como o triplex de Lula no Guarujá, o imóvel de Freitas foi encampado pela OAS após a derrocada da Bancoop – da qual o próprio Freitas foi dirigente.

    E aqui:

    O Antagonista revelou que Vagner Freitas, o presidente da CUT que defenderá com armas o governo Dilma, tem um apartamento em edifício finalizado pela OAS, após o golpe da Bancoop.

    A matrícula no cartório revela que o imóvel ainda está registrado em nome da empreiteira e não há qualquer observação sobre termo de alienação ou processo judicial relativo à titularidade.

    Cabem as perguntas: O grande líder da CUT pagou pelo imóvel ou mora de favor? Se pagou, por que não o transferiu para seu nome?

  3. Algo a ver com os caças Gripen , escolhidos na República de São Bernardo ?

    ” O Estadão reproduziu uma carta que o lobista Mauro Marcondes, aquele que repassou 2,5 milhões de reais a Luleco, enviou o presidente da Scania.

    Ele disse:

    “Tenho convicção que posso ajudar muito a empresa e o setor, em função da minha ligação com o presidente da República, vários ministros de Estado e as instituições ligadas à indústria”.

    A carta, segundo os investigadores da Zelotes, é de 2008. O presidente da República, em 2008, era o pai de Luleco.”

  4. Meu caro C. Newton, concordo com quase tudo o que disse, menos que dona Dilma pudesse se consagrar. Uma pessoa que não consegue coordenar um pensamento de um minuto só pode se consagrar como a primeira analfabeta a presidir este país. Como diz o dono do poste: “Nunca antes na história deste país…”

  5. Uma sugestão se não estiver errado no pensamento. Se o sitio não é do lula, porque o juiz não expedir uma mandato de verificação dos objetos no interior do mesmo. Pois se tem grande acervo de presentes recebido de autoridades internacionais dados ao LULU. Logo deduzo que esta tudo nesta propriedade bem guardado. E o estoque de vinhos, quadros, artes e afins. Bem se o sitio não é dele, logo não deveria ter esses presentes guardados nesta propriedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *