Saúde altera voos, deixa autoridades na mão nos aeroportos e atrasa vacinação nos estados

Autoridades estaduais já estavam aguardando quando foram surpreendidas

Camila Mattoso
Folha

O Ministério da Saúde mudou horários dos voos de entregas de vacinas para os estados. A pasta fez mais de uma vez alterações entre a madrugada e o início da tarde desta segunda-feira, dia 18. Pela programação mais atualizada, diversos estados só receberão os pacotes de noite, atrasando o início da imunização.

Em alguns casos, autoridades estaduais já estavam aguardando nos aeroportos, quando foram surpreendidas pelas mudanças. Ao menos seis locais que receberiam antes das 16h, agora só vão receber na parte da noite.

ATRASO – “Todo mundo foi esperar no aeroporto, e nada. A previsão era meio-dia, depois mudou para 16h. Agora já deve ser 18h. Até que descarregue, não tem como iniciar hoje. Impossível. Só devo começar amanhã”, disse o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), ao Painel.

“Não explicaram nada. Simplesmente avisaram em cima da hora. Problema de logística. Eu não fui a Guarulhos [para o evento com Pazuello]. Mas se tivesse ido, teria voltado e a vacina ainda não teria chegado”, completou.

PRESSÃO – O início mais cedo da vacinação foi combinado na manhã desta segunda, no evento em Guarulhos, com a presença do ministro Eduardo Pazuello (Saúde). Após pressão dos governadores, o começo da imunização seria adiantado. Pela nova tabela, três estados estão sem previsão de horários, por ora: Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraná.

O Rio de Janeiro, que fica a menos de uma hora de voo de São Paulo, onde estão as vacinas, está na tabela para receber na madrugada de terça-feira, dia 19. A previsão anterior era de receber 13h desta segunda.

Os estados afetados: Maranhão chegaria 12h40 e passou pra perto de 22h. Paraíba era 12h15 e passou para depois das 19h. Sergipe receberia 12h e agora apenas após 18h. Rio Grande do Sul passou de 16h para perto das 20h. Minas Gerais passou de 15h para 18h. Bahia passou das 9h para quase 22h. Pará era 15h40 e mudou para 21h. Pernambuco das 15h20 para após 17h.

6 thoughts on “Saúde altera voos, deixa autoridades na mão nos aeroportos e atrasa vacinação nos estados

  1. Isso porque é apenas uma pequena amostra da vacina. Aos milhões de doses o problema tende a aumentar. A FAB mostra que só serve para dar boa vida nos jatinhos a alguns poucos e nosso exército está totalmente defasado em termos de currículo já que um incompetente completo chegou a general “especialista em logística”. Um horror!

  2. De novo:

    As Forças Armadas estão preocupadinhas com o emporcalhamento de sua imagem pelo Pazuello no Ministério da Saúde?

    Já viram algum oficial de alta patente da ativa criticando o desempenho do vagabundo do Pazuello?

    Não vale notinha plantada do tipo “um general me confidenciou desconforto com Pazuello”… Tem que ter nome e patente.

    Enquanto nenhum deles vier a público é porque aceitam de bom grado as asnices dele na Saúde.

    Não pensem, senhores militares, que essa conta não vai pro nome de vocês.

    Não só em relação ao Pazuello, mas em relação ao jumento da presidência também. Vocês tem uma relação orgânica com ele.

    Levarão décadas para recuperarem sua imagem conspurcada por esses dois vagabundos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *