Se Renan considera Janot mau caráter, o que dizer dele próprio e dos comparsas?

Charge do Paixão, reprodução da Gazeta do Povo

Pedro do Coutto

A contradição evidente, acredito, está sintetizada no título e sustentada na reportagem de Cristiane Jungblut, edição de sexta-feira, 27, de O Globo. O presidente do Senado afirmou que Rodrigo Janot é um mau caráter. Por quê? Pelo fato de levar à frente e enviar ao Supremo Tribunal Federal representações contra parlamentares e também ex-parlamentares envolvidos no mar de corrupção que levou à Operação Lava-Jato. Renan Calheiros não percebeu que suas conversas com o ex-diretor da Transpetro estavam sendo gravadas por este e deram margem a um ato de autoconfissão.

Para Renan, se Janot é um homem de mau caráter, que dizer dele próprio e de seu parceiro no diálogo Sérgio Machado?

O presidente do Senado não está sozinho nessa caracterização porque o senador Romero Jucá e o ex-presidente José Sarney também caíram na armadilha montada por Sérgio Machado com o objetivo de utilizá-los como fatores básicos da delação premiada a que se propôs fazer e que foi aceita pelo ministro Teori Zavascki, relator do processo do STF. Totalmente deplorável, para não dizer repugnante, o comportamento dos quatro personagens.

ALIVIAR A PENA    

O que Sérgio Machado estava tentando alcançar era a aceitação de sua proposta no sentido de aliviar a pena a que provavelmente será condenado. Mas como em algum momento de sua iniciativa teve dúvidas que ela seria aceita ou não, resolveu torná-las públicas, visando com isso assegurar sua intenção, na medida em que tornou irreversíveis suas declarações.

Portanto, não há mais como rejeitar sua proposta , pois em tal hipótese o comportamento da Corte Suprema seria afetado.

CRIME ORGANIZADO       

A delação de Sérgio Machado vai integrar o processo amplo que se descortinou focalizando o crime organizado, isso mesmo, que se instalou no Brasil a partir dos últimos 13 anos. Digo treze anos porque Sérgio Machado ocupou o comando da Transpetro durante doze exercícios. Por aí pode se estimar o montante de dinheiro roubado da Petrobrás através de sua atuação, que se vê hoje como uma das maiores calamidades públicas que atingiram o país.

Calamidade pública, sim, porque é o único caminho capaz de explicar as razões da força de Sérgio Machado e de seu acesso a figuras políticas eminentes no contexto nacional.

Como Sarney acentuou num dos diálogos, quase todo elenco partidário está envolvido no sistema triplo de corrupção que coloca no mesmo plano empresários, políticos e intermediários das propinas. Observa-se também que a pressão do esquema de propinas, forte e constante, atinge integrantes do Ministério montado pelo presidente Michel Temer.

EXEMPLO DE VARGAS

Há, portanto, um dilema colocado à Nação. Como resolver o gigantesco problema montado por corruptos e corruptores presentes nos dois governos? Somente convocando-se novas eleições presidenciais diretas ainda este ano. Tal solução dependerá do Tribunal Superior Eleitoral, se anular o pleito de 2014 ainda este ano.

Que não se diga que não há tempo para essa solução. Basta lembrar que o ditador Getúlio Vargas foi deposto em 29 de outubro de 1945 e as eleições foram convocadas e se realizaram normalmente no dia 2 de dezembro do mesmo ano.

4 thoughts on “Se Renan considera Janot mau caráter, o que dizer dele próprio e dos comparsas?

  1. CARO PEDRO, NO CHAMADO PRIMEIRO MUNDO, COM CERTEZA, JÁ ESTARIAM NA CADEIA EM PRISÃO PERPETUA, POR TRAIÇÃO À PÁTRIA.
    QUE O POVO, DEIXE O CARNAVAL E FUTEBOL DE LADO, COMO CIRCO E PÃO, AMORTECENDO SUA CIDADANIA, PARA CHEGARMOS A ESSA SITUAÇÃO DE PODRIDÃO DOS 3 PODERES, EM ÚLTIMA ANÁLISE, PELO VOTO VENDIDO DE ALGUMA FORMA, VOTO QUE DEVERIA SER LIVRE, COMO PRESCREVE A REPÚBLICA DE SÓCRATES.NOSSO PROBLEMA É ESSA MULTIDÃO DE PARTIDOS, VERDADEIROS BALCÕES DE NEGOCIO ESCUSOS, QUE MANTÉM A ROUBALHEIRA, ESCUDADOS NO FORO ESPECIAL E PRESCRIÇÃO DO ROUBO DO COFRE PÚBLICO.
    DESPERTA BRASIL, CHEGA DE DORMIR EM BERÇO ESPLÊNDIDO, MANTENDO OS “RATOS” QUE ROEM OS DIREITOS BÁSICOS DA CIDADANIA, QUE ESTÃO NO CAOS.

    • Acontece que estamos na América Latrina e aqui tudo é possível. O idiota do petralha wadih damous não quer acabar com a delação premiada. Os únicos que tem proteção neste país estão ferrados. A população honesta não tem vez neste país.

  2. Prezado Pedro,

    Reconheço, na maior parte, sua clareza de análise; sua coragem em ir CONTRA A CORRENTE, concluindo pela realização de NOVAS ELEIÇÕES. Tudo certo…Ou quase: embora fosse esse o caminho natural, em circunstâncias normais, cumpre reconhecer que NÃO estamos vivendo uma circunstância normal! O momento é excepcionalíssimo, e é exatamente O VOTO o maior vilão desse processo! Pode-se votar em qualquer um, pode-se até convocar três eleições ao ano: NÃO VAI ADIANTAR NADA! Precisamos nos lembrar sempre do Roberto Jeferson: ” NÃO PASSA UM FILETE DE ÁGUA LIMPA EM UM CANO DE ESGOTO”!
    Além disso, NÃO ouvi nem li, sequer, UMA alusão ao sonho declarado desses canalhas: ” O PARLAMENTARISMO” ! Onde estão os defensores desse Sistema de governo, para o Brasil? Enxergaram, enfim, que SÓ o PODER TOTAL interessa a essa gente, para concluírem, enfim, o sequestro da dignidade e do próprio país?
    Encaremos os fatos: esses bandidos LIQUIDARAM a democracia, no Brasil. Sequestraram-na e moldaram-na a seu bel prazer, daí considerarem como INSULTO, TIRANIA, a manifestação legítima de seu braço essencial: a JUSTIÇA!
    Enfim, como não espero nada de ninguém, concluo, muito serenamente, e torço para que_ como dizia o extraordinário Brizola_ o povo ” vote com seu instinto de sobrevivência”. Esse voto, sim, já me parece claro quem o levará. Em princípio, será para o desgosto de muitos, mas a estupidez reinante está viabilizando esse desfecho. E penso que, pelas vias democráticas, o país, enfim, vai ter um acerto de contas consigo mesmo, doa a quem doer.

    Saudações,

    Carlos Cazé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *