Senadores precisam ter muita coragem para mudar o voto e evitar o impeachment

Resultado de imagem para senadores indecisos charges

Se Dilma voltar, a economia entra mesmo no caos

Willy Sandoval

Estou antevendo sérios problemas institucionais no julgamento do Senado. Vamos imaginar que uma decisão do ministro Ricardo Lewandowski desagrade aos apoiadores do impeachment, ou mesmo vice-versa, desagrade aos defensores da volta de Dilma ao poder. Cabe recurso ou não? Quanto tempo isso levaria para ser apreciado pelos outros membros do Supremo?

Essa indefinição já começa a ganhar contornos meio dramáticos, a insegurança jurídica vai aumentando a cada dia, não se sabe quem estará na presidência do país a partir de agosto/setembro. A simples hipótese da volta da madame louca pode levar a economia do país de volta ao caos, agora que começa um pálido início de recuperação. E a partir de setembro o todo poderoso terá que ser outro ministro, melhor dizendo outra, a ministra Cármen Lúcia.

De qualquer forma, Dilma não deve voltar. Os senadores precisam ter coragem insana para mudar o voto e evitar o impeachment, principalmente se o(s) voto(s) forem decisivos para a volta de Dilma ao poder!

O país ficará definitivamente ingovernável, e com certeza ela não chegará até 2018, pois o TSE virá com tudo para cassar seu mandato.

CONSTITUIÇÃO CONTRADITÓRIA

Olha só aonde nos leva a Constituição de 1988, contraditória desde suas origens, pois é de natureza parlamentarista e irresponsavelmente os constituintes no final optaram pelo presidencialismo. Pois está nos levando a um caos institucional.

Sendo resolvida essa absurda situação do impeachment, urge uma reforma política, que defina de vez o regime de governo e sistema eleitoral. Ou se define pelo que tem que ser, parlamentarismo e voto distrital, ou por um presidencialismo que para funcionar tem que ser quase autoritário, ser governado por um ser iluminado perfeito, com capacidade política, administrativa, jurídica e até mesmo sobrenatural!

E mesmo assim, nesse caso vai poder ficar no máximo 8 anos e terá que escolher um substituto(a) à altura, igual ao Lula, que escolheu seu poste e, segundo dizem, está profundamente arrependido.,

9 thoughts on “Senadores precisam ter muita coragem para mudar o voto e evitar o impeachment

  1. Não é questão de coragem e sim a falta de vergonha na face dessa classe hoje que esta como um câncer no parlamento brasileiro. Afinal quem acredita no parlamento brasileiro. O Brasil precisa para ontem uma reforma constitucional o mais ampla possível.

  2. A maioria se locupletou, foi um grande esquema de corrupção com a participação efetiva de PT, PMDB, PSDB, PRB, PP e outros partidos aliados, todos meteram a mão no erário público por obras superfaturados na Petrobrás, Eletrobrás, Fundos de Pensão e etc…

  3. Desse nosso Senado pode se esperar tudo. Até o pior! Pois a esmagadora maioria dessa turma não tem compromisso com o país! Mas somente com seus próprios interesses!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *