Serra, Malan e Parente também respondem a processo no Supremo

Ex-ministros de FHC são processados por causa do Proer

Deu no site Migalhas

Anuncia-se que o Conselho de Administração da Petrobras só dará aval a Pedro Parente após ele passar por um teste de integridade. De fato, se é para fazer a coisa bem feita, nada mais justo. E, nesse caso, sem questionar as reconhecidas capacidades técnicas do candidato, o fato é que vai ser árdua a missão de Pedro Parente ao explicar a condenação judicial que lhe pesa no caso do Proer.

Há dois meses, depois de o processo dormir por longos 14 anos, o Supremo Tribunal Federal determinou que fosse tocado adiante um processo no qual foram condenados ex-ministros de Fernando Henrique Cardoso, entre eles o atual chanceler Serra, o ex-ministro Pedro Malan e o quase presidente da Petrobras, Pedro Parente.

Para melhor entender: em 2002, a 20ª Vara Federal do DF condenou os ministros ao ressarcimento de alguns milhões por conta do famigerado Proer. Houve reclamação ao STF, sob o argumento do foro privilegiado. Correndo o feito em segredo de Justiça, o ministro Gilmar Mendes concedeu a liminar.

ARQUIVAMENTO

Em 2008,  Gilmar Mendes mandou arquivar o processo contra Serra, Malan, Parente e Cia. Houve agravo do parquet (Procuradoria-Geral da Justiça) e o feito foi para relatoria da ministra Ellen Gracie. Sem julgar, a ministra se aposenta em 2011. O processo vai, então, para a ministra Rosa Weber.

E a 1ª turma do STF, em março último, deu provimento ao recurso do MPF para continuar a ação. Se for mantidar a condenação, terão de pagar a bagatela de R$ 200 mi. Ressalvado que eram valores de 2002, de modo que há uma correçãozinha em cima disso. Ou seja, precisarão de um Proer para quitar o Proer.

###
Em tempo
– No processo referido (Rcl 2.186), há um equívoco no andamento, que o STF deveria corrigir para não parecer o que não é. No andamento da Reclamação, consta como primeiro item a liminar do ministro Gilmar Mendes, para logo depois informar a distribuição a S. Exa. Certamente, a situação é inversa.

(reportagem enviada pelo comentarista Celso Serra)

3 thoughts on “Serra, Malan e Parente também respondem a processo no Supremo

  1. Isto demonstra que justiça o país tem, passam anos e anos até prescrever, esta nossa justiça é responsável também por este caos no Brasil.
    Falo de todas as instâncias, civil, trabalhista, etc…

  2. Se o conselho de administração da Petrobrás tivesse feito antes testes de integridade com alguns dos seus integrantes e da diretoria da empresa, provavelmente não teria caído no buraco em que está agora…

  3. Silêncio total por parte da Patrulha Franco-Tucânica-Suiça,
    A Tropa de Choque do Efeagacê sumiu do mapa. mesmo indignada e revoltada contra a corrupção……..
    eh!eh!eh!eh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *