Na encruzilhada com a situao de Bezerra Coelho, Bolsonaro empurra deciso para aps o retorno dos EUA

Operao da PF deixou Bolsonaro em uma sinuca de bico

Ricardo Della Coletta
Folha

O porta-voz da Presidncia da Repblica, Otvio Rgo Barros, afirmou nesta sexta-feira, dia 20, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) vai esperar seu retorno de Nova York para avaliar a situao do lder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), alvo de uma operao da Polcia Federal realizada na quinta-feira, dia 19.

O presidente neste momento no comentar os fatos relativos a esta operao. Ele tem o foco direcionado exclusivamente na ida a Nova York, onde vai, como eu j disse anteriormente, fortalecer a posio do Brasil perante a Assembleia Geral das Naes Unidas, declarou Rgo Barros.

FOCO – O presidente hoje tem foco. O foco Nova York, que importante para o nosso pas, para o nosso Estado e para a sociedade. Essa [a situao de Bezerra Coelho] uma questo que ele vai abordar, se assim o desejar, no retorno desta viagem, concluiu o porta-voz.

As buscas e apreenses em endereos ligados a Bezerra e ao deputado Fernando Filho (DEM-PE), filho dele, em Braslia e Pernambuco, foram autorizadas pelo ministro Lus Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal). A deciso de 9 de setembro e atende a um pedido da PF. A ento procuradora-geral da Repblica, Raquel Dodge, se manifestou contrria ao contra o senador.

A PF sustenta que o lder do governo no Senado recebeu R$ 5,5 milhes em propinas de empreiteiras encarregadas das obras de transposio do rio So Francisco e de outros contratos do Executivo federal. O senador nega ter cometido irregularidades e colocou a liderana do governo no Senado disposio do presidente da Repblica Bolsonaro, no entanto, no se manifestou at o momento.

VIAGEM LIBERADA - Rgo Barros falou com a imprensa aps Bolsonaro se submeter a uma bateria de exames em um hospital em Braslia para definir seu estado de sade antes da viagem aos Estados Unidos, onde o presidente discursa na tera-feira, dia 24, na Assembleia Geral da ONU.

Os exames foram acompanhados pelo mdico Antonio Macedo, que liderou a equipe que operou o presidente no ltimo dia 8 de setembro em So Paulo para corrigir uma hrnia. A cirurgia foi a quarta realizada pelo mandatrio em razo do esfaqueamento que ele sofreu ainda na campanha eleitoral.

Aps a bateria de exames, Rgo Barros reafirmou que Bolsonaro realizar a agenda internacional na ONU o governo chegou a anunciar que a viagem dependia da avaliao clnica, mas nos ltimos dois dias o Planalto j vinha confirmando que Bolsonaro estar na Assembleia Geral.

AVALIAES – Nosso presidente est pronto para o combate com viagem assegurada a Nova York no prximo dia 23, disse Rgo Barros. Segundo o mdico Macedo, Bolsonaro realizou avaliaes clnicas diversas e dois exames de raio-x, um do trax e outro do abdmen. O raio-x do abdmen revelou desaparecimento da distenso gasosa que ele teve no perodo ps-operatrio, disse Macedo.

O mdico afirmou ainda que as alas intestinais do presidente esto funcionando normalmente, que evoluiu para uma dieta leve, mas que ele dever tomar alguns cuidados na viagem internacional. O risco sempre um risco vascular, um risco de veias, disse Macedo.

Bolsonaro est usando meias elsticas para minimizar essa situao, de acordo com o mdico, est tomando injees e foi orientado a no permanecer muito tempo sentado. O presidente tambm foi orientado a caminhar um pouco durante o voo e a ficar a maior parte do tempo deitado na cama do avio presidencial.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
A Operao da PF que teve Fernando Bezerra como alvo foi mais um captulo na conturbada relao entre Bolsonaro e o ministro Moro. O presidente, conforme j dito nesta Tribuna, ficou em uma sinuca de bico. Por outro lado, tem gente que aponta que a ao acabou fortalecendo o ministro e Valeixo, pois aps a operao, Bolsonaro ir refletir por muitas horas durante a sua viagem aos EUA sobre futuras interferncias na PF, sobretudo no comando do rgo. Ao menos, a curto prazo. Alm disso, com Bezerra suspeito por corrupo, iria Bolsonaro comprar a briga e se expor? Para entornar o caldo, o senador deixou o cargo disposio. Em traduo simultnea, largou a bomba no colo do presidente. Se Bolsonaro o dispensa, enaltece Moro. Se o mantm, fica mal na foto. Pedir a ajuda dos universitrios ? (Marcelo Copelli)

10 thoughts on “Na encruzilhada com a situao de Bezerra Coelho, Bolsonaro empurra deciso para aps o retorno dos EUA

  1. Quem est colocando o presidente numa sinuca de bico, o ministro da justia!
    As coisas tem que serem resolvidas, de uma maneira ou de outra.

    Quem manda, pelo menos na teoria, o presidente, logo ele vai ter que decidir.
    Ou chupa laranja, ou assovia ………….

  2. Quando comeou a perseguio PF por causa da atitude destemida na Lava Jato, ns nos dispusemos a bancar as operaes de nossa polcia federal com crowdfunding. Podemos voltar a essa carga, se preciso e se for legal. A PF o que nos sobrou de esperana, j que Moro se plantou no governo mais ou menos sujo e Deltan esto sendo perseguido ferozmente.Parece que no conseguem avaliar o que sejam 200 milhes de pessoas.

  3. Li no oAntagonista que o “O Brasil ficar de fora da cpula do clima da ONU na semana que vem, nos Estados Unidos, porque no mostrou interesse em participar do evento.”
    Isso mais uma amostra do incompetente que temos no governo. E ele no vai participar porque o seu dolo Trump tambm resolveu no comparecer. Bolsonaro no passa de um lambe-botas metido a macho.

  4. A operao da PF veio no momento politicamente mais conveniente para o Presidente, exatamente no momento em que ele precisa do apoio do Senado para aprovar o filho para embaixador nos EUA, para efetivar o novo PGR e para aprovar a PEC da Previdncia. Raro senso e convenincia e oportunidade. Mera coincidncia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.