Situação do governador Marconi Perillo se complica cada vez mais

Em depoimento sigiloso à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira, o delegado da Polícia Federal (PF) Matheus Mela Rodrigues, que coordenou a operação Monte Carlo, citou uma lista com 82 nomes que tiveram relações ou foram apenas citados em conversas do bicheiro Carlinhos Cachoeira.

A lista inclui nomes de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), além de governadores, senadores, deputados federais, prefeitos, jornalistas e, até mesmo, de Dilma Rousseff.

O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), fez um apelo aos parlamentares para que não comentassem com a imprensa os nomes da lista, já que o fato de estarem citados em conversas não significa que tenham envolvimento com o esquema de Cachoeira.

Vital do Rêgo ressaltou que os nomes podem ter sido usados pelo grupo do contraventor sem conhecimento dos citados. Apesar da orientação, o portal UOL teve acesso e divulgou a lista na tarde de ontem

No depoimento, o delegado também ressaltou a proximidade entre Cachoeira e o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). Segundo ele, nos diálogos gravados, o nome do tucano foi citado 237 vezes por pessoas envolvidas no esquema comandado pelo bicheiro.

Áudios divulgados anteriormente apontam que Perillo teria favorecido a Delta Construções – empresa suspeita de fazer parte do grupo de Cachoeira – em obras nas rodovias de Goiás.

Ao deixar a sala da CPI, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AM) disse que o depoimento do delegado da Polícia Federal deu a ele a certeza de que Marconi Perillo deveria ser convocado para depor na comissão mista.

Ao ouvir a declaração do senador, o deputado federal Silvio Costa (PTB-PE), que também havia deixado a sala da CPI, se irritou e começou um bate-boca. A jornalistas, Costa disse que o senador Randolfe Rodrigues era “demagogo” e “doido”.

(Transcrito do jornal O Tempo)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *