STF determina incio imediato de nova pena de priso domiciliar de Maluf por falsidade ideolgica

Em 2018, Maluf reecbeu o benefcio da priso domiciliar humanitria

Pepita Ortega
Fausto Macedo
Estado

O ministro Luiz Fux, do Supremo, determinou o incio imediato da execuo da pena imposta ao ex-deputado federal Paulo Maluf, de 88 anos, na Ao Penal (AP) 968 pelo crime de falsidade ideolgica para fins eleitorais. Os atos da execuo foram delegados ao juzo da 4. Vara de Execues Penais de So Paulo. As informaes foram divulgadas pelo Supremo.

Maluf j foi condenado a 7 anos, 9 meses e 10 dias de priso por crime de lavagem de dinheiro quando exercia o mandato de prefeito de So Paulo (1993/1996). Em dezembro de 2017, ele foi preso por ordem do ministro Edson Fachin.

Em maro de 2018, o ministro Dias Toffoli deu a Maluf o benefcio da priso domiciliar humanitria, em razo do estado de sade debilitado do ex-prefeito.

FALSIDADE IDEOLGICA – Neste outro processo, por falsidade ideolgica, Maluf foi condenado em maio de 2018 pela Primeira Turma do STF a dois anos e nove meses de recluso no regime inicial semiaberto, convertido em priso domiciliar.

O motivo foi a omisso de R$ 168 mil na prestao de contas de sua campanha para deputado em 2010 apresentada Justia Eleitoral. Os valores foram pagos pela Eucatex, empresa da famlia Maluf, a uma grfica para a confeco de material de campanha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.