Supremo julga mais três pedidos para libertar Lula que não têm a menor chance 

Resultado de imagem para supremo charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Mariana Oliveira, Luiz Felipe Barbiéri e Rosanne D’Agostino
TV Globo e G1 — Brasília

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) começa a analisar nesta sexta-feira (16) três pedidos de suspeição apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

O julgamento será realizado no plenário virtual do STF, no qual os ministros registram suas posições de forma remota, pelo computador, sem se reunirem presencialmente para debater e deliberar. A votação eletrônica começa na sexta e termina às 23h59 da próxima quinta-feira, dia 22.

PRIMEIRO A VOTAR– Pelas regras do plenário virtual, o relator – no caso, o ministro Edson Fachin – será o primeiro a inserir o voto no sistema. A partir daí, os outros votam dentro do prazo da votação. Até o fim do julgamento, qualquer ministro pode pedir “destaque” para levar o tema à discussão presencial.

Os pedidos de Lula contestam a atuação de Moro na condução de dois processos que tramitam na 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba.

Dois pedidos estão relacionados às apurações envolvendo suposto repasse de propina pela Odebrecht ao petista na compra de um terreno para o Instituto Lula. Nesse processo, o Ministério Público afirma que a construtora Odebrecht comprou um terreno de R$ 12 milhões para o instituto construir a nova sede.

FEZ PERÍCIA – Os advogados contestam, nesse pedido, a autorização para a realização de perícia em documentos que foram mantidos em sigilo durante o processo, sem que houvesse oportunidade da defesa de contestá-los.

O terceiro pedido de suspeição refere-se ao processo no qual Lula é acusado de receber propina por meio de reformas em um sítio localizado em Atibaia, cuja propriedade é atribuída ao ex-presidente.

Por este processo, Lula foi condenado em primeira instância a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O caso agora será analisado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

JUIZ PARCIAL – No pedido, a defesa afirmou que há elementos que comprovam “de forma cabal” a perda de imparcialidade do então juiz Sergio Moro para julgar processo do ex-presidente.

Os advogados citam, por exemplo, a autorização, “com fundamentação esdrúxula”, para a condução coercitiva de Lula em 2016, durante a 24ª fase da Operação Lava Jato.

Também questionam o grampeamento de conversas do petista com seus advogados e a revelação de conversas telefônicas de Lula com a então presidente Dilma Rousseff.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O relator somente coloca questões em julgamento virtual quando a jurisprudência é clara e não há a menor possibilidade de o recurso ser aceito. Além desses três do julgamento virtual, há outros pedidos da defesa de Lula na fila. Até agora, a defesa já apresentou 82 recursos, recorde mundial absoluto. Mas os advogados não estão satisfeitos e pretendem apresentar outros recursos enquanto for possível, ou “per saecula saeculorum”, como dizem os juristas, referindo-se a até o final dos tempos, digamos assim, em   tradução livre. (C.N.)  

4 thoughts on “Supremo julga mais três pedidos para libertar Lula que não têm a menor chance 

  1. De onde vem o dinheiro para pagar este recorde mundo de recursos?
    Não vai conseguir prisão domiciliar, semiaberto, ou coisa parecida.
    O General Vilas Boas vai mandar novo recado de advertência, e estes crápulas do stf, sabem que a maioria da população não os suporta. Mordomias, almoços, jantares, carros, viagens internacionais com tudo pago.
    Existem, com levantamento bem atualizado, 252 funcionários para cada ministro!
    Isto é um acinte!
    Sem contar as sentenças estapafúrdias do Gilmar, Lewandovsky, Marco Aurélio, do advogado de merda, o decano, como disse o Saulo Ramos, o capacho do Temer, etc.
    Eles sabem que nós sabemos, e não vai ficar assim como querem.

    • .
      “”” … , 252 funcionários para cada ministro! … “””

      Isto NÃO É SÓ um acinte!
      Perdoem os demais leitores, perdoe o sr. Editor, mas
      ISTO É P.U.T.I.F.A.R.I.A !!!

      isto é descaramento, é safadeza, é perversão, é DESAVERGONHAMENTO !!!

      e querem ser chamados de excelência!
      excelência, UMA OVA !

      excelente é o trabalhador braçal, sol a sol na luta, para receber por mês MENOS que um mim.nistro por dia!

      252 funcionários – R E V O L T A !!!

  2. .
    .
    mas,
    há uma pergunta que ainda NÃO FOI respondida.
    a nação desejo um esclarecimento !!!

    por que ALGUNS desses ditos mim.nistros desse tal stf

    [ e formam maioria ! ]

    têm tanto m.e.d.o do Detento FICHADO 700004553820?

    têm tanto m.e.d.o que se obram todim !!!

    POR QUE ???
    POR QUE ???
    POR QUE ???

  3. A Justiça de Pindorama parece somente ter duas razões, uma é a de se dedicar quase que exclusivamente de manter ou não o mais célebre prisioneiro do país na cadeia. E a segunda é tratar de defender o filho do presidente, blindando-o de qualquer tipo de constrangimento. Assim será pelo menos até o fim do mandato do mariliense como chefe dos onze do STf.

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *