Supremo vai julgar (e rejeitar) o impeachment do ministro Gilmar Mendes.

Carlos Newton

O plenário do Supremo Tribunal Federal volta a discutir hoje um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, apresentado pelo advogado Alberto de Oliveira Piovesan.

Piovesan inicialmente pediu ao Senado o impeachment de Mendes porque ele teria recebido benesses de advogados, colocando em dúvida sua “isenção”. Ele recorreu agora ao Supremo contra a decisão do Senado, que arquivou o pedido de impedimento do ministro em junho.

O mandado de segurança impetrado pelo advogado teve seguimento negado pelo relator do pedido no Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, mas um agravo regimental questionando a decisão levou o recurso ao plenário, onde sem dúvida será rejeitado, porque se a moda pega…

Na seção do último dia 17, o ministro Marco Aurélio Mello pediu vista do processo e prorrogou um desfecho para o caso. O pedido de impeachment está na pauta de hoje, mas a retomada da discussão depende do ministro Marco Aurélio.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *