Surpreendentes, textuais e entre aspas

Mangabeira Unger, quase incompreensível, mas atirando no Bolsa Família do governo que criticou, mas ao qual aderiu: “O povo não quer CARIDADE e sim OPORTUNIDADE”.

E logo a seguir, difuso e confuso: O povo quer firmar a sua originalidade, mas sem negar sua cultura”. Onde o baiano-americano ouviu o povo ou se encontrou com ele?

Não posso deixar de revelar outra frase dele, inteiramente desligada de sua vida: “É fácil ser visionário quando não se enfrenta nada”. Aí, pura autocrítica.

Duas afirmações de Lula, que cabem perfeitamente aqui. 1- “Os juros podem cair mais, embora no meu governo a queda tenha sido bastante expressiva”. O presidente não é a maior autoridade da República?

“Sinal verde para Palocci”

2- O presidente Lula não se fartava de garantir isso que está no título? Como Palocci foi demitido e os juros começaram a cair, a conclusão é facílima: Palocci não deixava os juros cair.

Meirelles queria derrubá-los?

Como dos “grandes” o único que continuou foi o presidente do Banco Central, devia ser voto vencido na discussão dos juros.

Quem manda na economia

Não esquecer: hierarquicamente, o presidente do BC é subordinado ao Ministro da Fazenda., o que não acontece com Dona Lina e Dona Dilma.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *