Surpresa nada surpreendente

Às 15 horas e 10 minutos, Sarney, vitorioso, intocado e intocável, assumia a presidência do Senado. Sorridente, tranquilo, sem nenhum segurança (que ficam fora do plenário) era o Sarney que sempre dominou tudo.

Presidente da segunda-feira?

Nunca, jamais, em tempo algum Sarney presidiu antes das 16 horas. E mais: sessão de segunda-feira, com 5 ou 6 senadores, só mesmo para exibir sua postura vitoriosa, marcar o encerramento de tudo. E a certeza de que o plenário não examinará nada que o CONSELHO DE ÉTICA JÁ TENHA DECIDIDO.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *