Suspeito pode ser condenado à morte, diz Departamento de Justiça dos EUA

Renata Giraldi (Agência Brasil)

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos analisa a hipótese de pedir a condenação à morte de Djokhar Tsarnaev, de 19 anos, suspeito do duplo atentado à bomba na Maratona de Boston há uma semana. A possibilidade é avaliada, pois o estudante é acusado de usar uma arma de destruição em massa. Segundo uma declaração da Justiça norte-americana, Tsarnaev também foi acusado do crime de destruição de propriedade com uso de explosivos.

Tsarnaev continua internado

As acusações da Justiça Federal “autorizam uma pena, caso haja condenação, de morte ou prisão perpétua”, informou em comunicado o Departamento de Justiça. “Embora a investigação continue, as acusações de hoje [22] marcam um fim bem sucedido para uma semana trágica para a cidade de Boston e para o nosso país”, disse o procurador-geral, Eric Holder.

Tsarnaev e o seu irmão mais velho, Tamerlan, de 26 anos, morto durante tiroteio com a polícia, são acusados de pôr as duas bombas na linha de chegada da maratona. As explosões causaram a morte de três pessoas e mais de 180 feridos. A primeira audiência de Dzhokhar Tsarnaev está marcada para 30 de maio às 10h (9h de Brasília), no Tribunal Federal de Boston.

O estudante, que tem cidadania norte-americana, mas é de origem chechena, permanece hospitalizado. Há informações, não confirmadas oficialmente, que ele respondeu, por telefone, a algumas perguntas dos policiais. Tsarnaev poderá também ser processado pelo estado do Massachusetts pela morte de um policial durante o tiroteio no campus universitário do Massachusetts Institute of Technology (MIT) no dia 18.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *