Tabata Amaral denuncia Srgio Camargo por uma falsa acusao de injria racial

Poltica - Tabata Amaral diz que vai  Justia para manter mandato mesmo  fora do PDT

Tabata anuncia que vai entrar na Justia contra Camargo

Matheus Lara
Estado

A deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) incluir uma insinuao de que ela teria sido racista entre as queixas contra o presidente da Fundao Palmares, Srgio Camargo, denunciado Justia por perseguir funcionrios, estando hoje judicialmente proibido de ligar com assuntos de recursos humanos da entidade.

Tabata o acionar na Justia por difamao e falsa acusao de injria racial aps Camargo publicar em tweet, na sexta-feira, 15, que v racismo no fato de a deputada denunci-lo por fake news.

triste e absurdo que membros do governo, como Srgio Camargo, se utilizem de fake news, de forma criminosa, para tentar deslegitimar a luta contra a pobreza menstrual, diz a deputada. Cabe a mim lamentar essa postura e continuar lutando pela dignidade das nossas meninas e mulheres, disse a deputada do PSB.

###
DEIXA EU MENSTRUAR, BOLSONARO!
Lucas Neiva
Site Congresso em Foco

Presidente da Fundao Palmares nega existncia do racismo estrutural |  Poder360

Srgio Camargo chamou a deputada de “branca mimada”

O presidente da Fundao Palmares, Srgio Camargo, ameaou processar a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) pelo crime de racismo. A branca mimada e privilegiada no aceita que um preto ria dela, declarou. O aviso foi feito em seu perfil no Twitter, depois da parlamentar afirmar que entraria na justia contra Camargo.

O conflito comeou quando Srgio Camargo divulgou em seu perfil uma suposta captura de tela em que Tabata Amaral teria publicado Deixa eu menstruar, Bolsonaro, em referncia ao projeto de lei vetado pelo presidente para distribuio gratuita de absorventes. Jair Bolsonaro teria respondido com e quando foi que eu te proibi?. Camargo publicou a imagem em tom de chacota.

FAKE NEWS – A publicao do presidente da Palmares foi visto pela deputada, que acionou sua equipe jurdica em resposta. Srgio Camargo postou um print de uma interao minha com Bolsonaro que nunca existiu, com a inteno de ridicularizar a luta contra a pobreza menstrual. O combate s fake news exige que sejamos intolerantes com mentiras e desinformao!, afirmou.

Ao receber a notcia de que Tabata Amaral entraria em processo pela publicao, Srgio Camargo tambm acionou sua equipe de advogados. Esse meme foi compartilhado por milhares de pessoas, e ela ter escolhido logo um nego para processar mostra um provvel racismo e perseguio, defendeu. Inclusive, outros notveis compartilharam esse meme, acrescentou.

O presidente da Palmares no deixou de atacar a causa de sua prpria fundao. Ou ela prova que processou todos, ou restar provada a perseguio a um negro que venceu e vence diariamente sem ser afromimizento da esquerda. Ataques a movimentos de enfrentamento ao racismo so uma constante em suas declaraes, principalmente aps sua indicao para o cargo em 2018 pelo presidente Jair Bolsonaro.

10 thoughts on “Tabata Amaral denuncia Srgio Camargo por uma falsa acusao de injria racial

  1. Esquerdista piriguete do milionrio Lemann, faz populismo venal ao obrigar o trabalhador brasileiro a pagar pela distribuio de absorventes para as mulheres. Seus patres globalistas, como parte diretamente interessada, vo faturar alto com a negociata “inventada” pela deputadazinha supremacista.

  2. A lei no dela,o negcio dela ferrar o trabalhador a mando do patro,e claro,surfar na lei dos outros na maior cara de pau.
    “A proposta (PL 4.968/2019), da deputada Marlia Arraes (PT-PE), foi aprovada pelo Senado em 14 de setembro, sob a relatoria da senadora Zenaide Maia (Pros-RN). A inteno era combater a precariedade menstrual, que significa a falta de acesso ou a falta de recursos para a compra de produtos de higiene e outros itens necessrios ao perodo da menstruao.

    Segundo a senadora, a pobreza menstrual, um problema que j atingia milhes de mulheres no mundo, teve seus efeitos agravados pela pandemia. Durante a votao no Plenrio do Senado, Zenaide lembrou que a cada quatro jovens, uma no frequenta as aulas durante o perodo menstrual porque no tem absorvente ou seja, o mnimo necessrio dignidade e higiene pessoal.”

    https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/10/07/bolsonaro-veta-distribuicao-de-absorventes-a-estudantes-e-mulheres-pobres

Deixe um comentário para vicente limongi netto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.