TCU deve responsabilizar Mantega por “pedaladas”. E Dilma?

Rosana Hessel
Correio Braziliense

A fatura da contabilidade criativa da equipe econômica do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff está chegando. Os mentores desse expediente, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-secretário do Tesouro Nacional Arno Augustin, podem ser os principais acusados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em processo que investiga irregularidades nas contas públicas e devem ser punidos administrativamente.

Em abril, o TCU abriu um processo para investigar os atrasos nos repasses do Tesouro aos bancos públicos e a órgãos do governo, mais conhecidos como “pedaladas fiscais”, por identificar irregularidades nessa operação. Esta quarta-feira, o plenário do Tribunal se reúne para analisar as contas da União do exercício de 2014, mas como o processo das pedaladas ainda não foi concluído, a expectativa é de que os ministros rejeitem o balanço do governo federal.

O Palácio do Planalto evitou comentar o processo das pedaladas, assim como o Ministério da Fazenda. Já o tribunal informou que só se pronunciará “após a análise da audiência dos responsáveis”.

“CHEQUE ESPECIAL”

O Tribunal considerou esses atrasos como uma espécie de “cheque especial” dos bancos ao governo, ou seja, empréstimos disfarçados, o que seria ilegal do ponto de vista da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Especialistas acreditam que até a presidente pode ser responsabilizada, apesar de ela não ter sido citada no processo.

O TCU elaborou uma lista com 18 nomes que foram convocados a dar explicações, incluindo Mantega, Augustin, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, o ministro do Trabalho, Manoel Dias e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Dias e Tombini podem ser responsabilizados em um grau menor, segundo fontes. Já Barbosa, por ter deixado a equipe econômica em 2013, justamente por discordar da contabilidade criativa, poderá escapar de qualquer processo administrativo. O BC informou que já prestou os devidos esclarecimentos técnicos e jurídicos ao TCU.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A situação é sinistra. Se ficar configurado o crime de responsabilidade dos ministros, automaticamente contamina a presidente Dilma. E a pena é cassação do mandato. Por isso, o suspense é de matar o Hitchcock, como dizia nosso vizinho Miguel Gustavo, lá no edifício Zacatecas. (C.N.)

9 thoughts on “TCU deve responsabilizar Mantega por “pedaladas”. E Dilma?

  1. Não vejo o porquê do envolvimento do BACEN neste caso.

    A não ser que seja para coadjuvar com informações contábeis/financeiras e estatísticas de seu banco de dados.

  2. De outra forma, não dá para excluir a responsabilidade da maior mandatária – a presidenta -, deste processo ou de qualquer outro em que um ministro subordinado seu é responsável.

    O instituto da delegação não exime da responsabilidade quem delegou, de maneira alguma!

  3. Desaprendemos tudo que conheçemos de Administração, Economia e Direito , puros, especialmente na Gestão Pública, será que fomos e estamos sendo governados e dirigidos nestes últimos 13 anos por “ectoplasmas” ???? Se o Judiciário aceita isso também errou em homologar a vitória nas Eleições destes “ectoplasmas” , ou seja, as Eleições estão invalidadas pois tornaram vitoriosos seres humanos para Presidente da República que não existem materialmente ou fisicamente, são “fantasminhas cleptômanos” !!!!!!!! O país tá de cabeça para baixo, e depois que o “faquinha” disse antes de assumir o judiciário que delação não é prova, tá pronto para soltar e deixarem todos os criminosos de lesa-pátria impunes e imunes desavergonhadamente e explicitamente na mídia, resta-nos rezar ou irmos às ruas para derrubar todos os Poderes que se completam e atos e fatos para a perpetuação da “cleptocracia bolivariana comunista corrupta” !!!!!

  4. Não sei o por que de tentarem responsabilizar Dilma ou Lula pelos mal feitos. Quem fez foram outros e eles não sabiam de nada. DE NADA, ENTENDERAM? Eles eram apenas os presidentes do Brasil.

  5. Oi CN, imagino que vc deve saber. A expressão que o seu vizinho cita é um verso do grande cantor Moreira da Silva: “Houve um suspense de matar o Hitchcock”, na música “O Rei do Gatilho”. A curosidade é que na introdução da canção, na parte falada, diz que é um “super bang bang de Michael Gustav”. Fui pesquisar na web e vi que o compositor é Miguel Gustavo, seu vizinho, parabéns, bela música que eu cantarolava qdo menino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *