TCU enfim vai quebrar sigilo dos cartões corporativos

Percival Puggina

A revista IstoÉ circula com matéria sobre os gastos do governo petista com cartões corporativos. Esses cartões são aqueles distribuídos como brindes para os níveis mais graduados do poder. Mas têm uma peculiaridade: a conta deles vem para você, o esforçado e esfolado pagador de impostos. E se você quiser conferir a discriminação dos gastos, como faz com o seu próprio cartão de crédito, ficará sabendo que 95% dessas despesas são classificadas como “sigilosas”. Paga e não bufa.

A seguir, trecho de reportagem de Josie Jeronimo, publicada na “Isto É” desta semana:

“Cartões Corporativos: sigilo injustificável – O TCU começa a romper o segredo de gastos que somam R$ 615 milhões na era petista. Hoje, cerca de 95% dessas despesas não são conhecidas – No momento em que a presidente Dilma impõe ao País uma política econômica que sufoca as empresas e as famílias para corrigir o desajuste que ela e as gestões petistas provocaram, o Tribunal de Contas da União joga luzes sobre um dos mais inaceitáveis casos de desperdício de dinheiro público: os gastos feitos com os cartões corporativos do governo e, em particular, do Gabinete da presidente. Nas próximas semanas, o TCU começará uma investigação oficial sobre esses gastos.” (grifo nosso)

O valor total já é absurdamente alto e, para piorar, quase todas as despesas são sigilosas. A população só consegue saber o destino de 5% desses gastos e isso é algo inadmissível. Que o TCU tome providências.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – A expectativa é grande em relação aos gastos do cartão corporativo de Rosemary Noronha, ex-chefe de Gabinete da Presidência da República. O jornal O Globo entrou na Justiça para saber como a segunda-dama de Lula usou o cartão, mas ainda não conseguiu, embora tenha obtido ganho de causa no Superior Tribunal de Justiça. (C.N.)

4 thoughts on “TCU enfim vai quebrar sigilo dos cartões corporativos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *