Temer avisa que Jucá deve se demitir do Ministério por causa das gravações

Michel Temer deu entrevista a Moreno por telefone

Jorge Bastos Moreno
O Globo

Acabo de falar com o presidente Michel Temer, que me disse que vai esperar a coletiva de Jucá para poder se posicionar sobre a gravação.

— E se as explicações não forem convincentes, o senhor vai demiti-lo?

— Acredito que ele próprio o fará.

Temer reafirmou seu compromisso com a independência da Lava Jato, dentro dos valores que tem pela moral pública e lembrou que a queda do governo ao qual sucedeu ocorreu justamente por isso.

Informou ter conversado mais cedo com Jucá, quando este lhe informou da coletiva.

— É preciso dar ao ministro Jucá o direito de defesa. E é o que ele pretende fazer nessa coletiva. Vamos aguardar o desdobramento disso durante o dia — disse.

Ao falar em “moral pública”, Temer quis se referir ao compromisso reafirmado por Ulysses Guimarães na promulgação da Constituição: “Não roubar, não deixar roubar, por na cadeia quem roube, eis o primeiro compromisso da moral pública.”

(texto enviado pelo comentarista Moacir Pimentel)

2 thoughts on “Temer avisa que Jucá deve se demitir do Ministério por causa das gravações

  1. Temer precisa ter a clareza de aceitar que a manifestação de opinião flagrada, de Romero Jucá, é INDEFENSÁVEL.

    Afinal o ministro manifestou o sombrio desejo de “melar” a Lava Jato. Pouco importa se teria meios ou coragem para fazê-lo.

    Ele precisa estar fora da equipe de Temer ainda hoje. Não há outra opção!

  2. Pela imprensa tenho visto agora Jucá negando que tentou interferir na Lava Jato. É claro que não tentou! Não houve tempo, nem oportunidade ainda para tal absurdo!

    O problema é que a conversa gravada demonstrou suas más intenções, seu objetivo de tentar tal imunda interferência.

    E isso já é o bastante para que seja IMEDIATAMENTE afastado do novo governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *