Temer, sem voto para deputado, se elege ‘vice-presidente’. E tenta a reeleição. A desorganizada e descontrolada ‘quinta’ histórica. Crítico americano de arquitetura fica maravilhado com o Palácio Gustavo Capanema, mas se engana com a autoria.

Helio Fernandes

Deplorável, lamentável, insustentável: Dona Dilma absorveu o lado mais exibicionista do Poder, por isso não sai da televisão, diariamente. Absolveu sua própria incapacidade, deixa isso bem visível. E admirou e admitiu a falta de credibilidade. Ontem (terça) apareceu 11 vezes na TV aberta e por assinatura. Anteontem, 9 vezes. A que horas ela trabalha?

José Serra pelo menos não escondia seu ritmo de vida, confessava: “Gosto de dormir durante o dia, e trabalhar e desenvolver meus compromissos à noite”. Não explicou como exercia os cargos de prefeito e governador. Ministro e senador, nenhum problema. Talvez por isso tenha perdido duas vezes para presidente. As duas para Lula, uma diretamente e outra indiretamente para o “poste” identificado como Dona Dilma.

Confirmando o que eu disse nos últimos 11 anos, “Serra jamais será presidente”. Agora, está fora de cena. Provavelmente disputará a única vaga de senador, deve se eleger, voltará para o jogo.

E dona Dilma? Todos os partidos da chamada “base” se retraíram, não querem nem conversar com ela. Por piores que sejam seus assessores, conselheiros, marqueteiros, fica visível que ela está emparedada aqui no Brasil, interna e externamente. E agora, até internacionalmente, por causa da gravidade do problema com os EUA.

A “QUINTA” HISTÓRICA

Será amanhã a concentração mais importante depois dos protestos dos manifestantes que foram para as ruas. Em Brasília é o fato mais comentado. E também a mais congestionada e descontrolada marcha oficial. Foi montada e tramada em 12 dias, mas não conseguiu unir ninguém.

QUEM VAI PRA RUA AMANHÃ?

Oficialmente é um movimento de “reabilitação” de Dona Dilma, o PT não participará de nada. Os próprios líderes sindicais (antigamente chamados de “pelegos”) não conseguem se unir. Todos têm seus próprios interesses partidários, políticos, eleitorais, mas esses interesses são naturalmente conflitantes.

QUASE TODOS “MIRAM” 2014

É a primeira eleição, precisam saber para se orientarem: “Haverá mudança eleitoral para esse tão cobiçado e ambicionado 2014?”. Aparentemente, não haverá modificação, tudo oscilará entre “consulta e plebiscito”. Já que a Constituinte exclusiva morreu em 24 horas, e assim mesmo, 24 horas de vida vegetativa.

LEGISLATIVO X EXECUTIVO

Continua o conflito entre os dois Poderes-poderosos, constitucionalmente harmônicos entre eles. Aparentemente, o Legislativo tem mais interesse em CPIs do que nessa “quinta”. Na verdade, por trás e pela frente de tudo, Dona Dilma. É quem vem perdendo diariamente, ninguém precisa mais de “reabilitação” do que ela. Reabilitação que não obtém na televisão.

TEMER: OUTRO QUE NÃO QUER
ACABAR COM OS SUPLENTES OU
COM A DUPLICIDADE DE CARGOS

Só mesmo no Brasil, um cidadão que não tem votos para nada, é escolhido para o segundo cargo em importância, o de vice-presidente. Antes de vice, sempre no último lugar como deputado do PMDB. Em 2006, ficou como primeiro suplente, tiveram que fazer uma alquimia ou malabarismo para assumir. Em 2010, vice-presidente da República.

Outro fato inacreditável: é presidente do PMDB, duas vezes teve que se “licenciar”. Agora, é novamente presidente do PMDB, “licenciado” para ser vice. Devia desistir dessa “licença” da presidência do partido. Dá a impressão que o PMDB não tem mais ninguém, só ele.

Com os dois fatos, é evidente que não quer o fim dessas aberrações políticas e eleitorais. Isso também explica o fato de no mesmo dia mudar de opinião três vezes. Ele não quer mudança nenhuma para 2014. Não se envergonha de ser desmentido ou ele mesmo se desmentir. Vergonha é ficar sem cargos, quando pode muito bem acumular os dois.

TEMER, SEM VOTOS,
NOVAMENTE VICE?

Nenhum absurdo. Se já conseguiu isso uma vez, por que não conseguiria a segunda. Os personagens são os mesmos, essa é a razão de mudar tanto de “opinião”. Quer que mude, mas só depois de 2014, quando seu glorioso destino esteja decidido. E reeleito. Mas que não tenha tanta certeza na permanência dos personagens governistas. Incluindo ele.

A GLÓRIA DE BERLUSCONI

Agora que o Vaticano está aparentemente querendo aumentar o número de canonizados, surgiu um grupo que pretende que o maior corrupto do mundo não seja esquecido. A dúvida é como será chamado. Estão entre Berlusconizado ou Berluscorruptizado.

MAO TSÉ-TUNG E CHIANG KAI-SHEK

O primeiro foi o extraordinário arquiteto e desbravador da “Grande Marcha” de 1949, que transformou a China em potência mundial. Paulo Solon, com sua incrível capacidade de luta, sempre coloca seu nome na pauta.

Já o segundo era financiado vastamente pelos EUA. Recebia tanto dinheiro que mandavam para ele, que desde os tempos da Tribuna impressa (fundada exatamente em 1949 e não por mim), eu só escrevia a minha versão do seu nome: “Do Chão-Cai-Cheque”.

Agora o próprio Obama informa: “Mandamos  para o Egito, anualmente, 1 bilhão e 500 milhões de dólares”.

O JEITINHO DO JATINHO

Estão demorando a acabar com essa vergonhosa mordomia para parlamentares e ministros, que já têm tudo. Basta uma ordem de Dona Dilma, não precisa nada complicado. O ministro da Defesa tem recebido muitos pedidos para liquidar esse privilégio.

PS – O crítico de Arquitetura (americano) Paul Goldberg passou três dias no Rio, viu muita coisa, de Santa Teresa até o sítio de Burle Marx.

PS2 – Deu entrevista, não gostou da “Cidade das Artes” (quem gostou, além de Cesar Maia?), disse muita coisa interessante.

PS3 – Sobre os jardins de Burle Marx, acertou totalmente: “Foi ao mesmo tempo empolgante e comovente. É um dos mais memoráveis jardins que já vi”. Perfeito.

Ps4 – Como os críticos também não acertam inteiramente, uma observação sobre o que ele disse a respeito do Palácio Gustavo Capanema (Ministério da Educação): “Foi empolgante conhecer esse marco modernista, criado por um grupo de arquitetos brasileiros, orientados por Le Corbusier”.

PS5 – Desculpe, mas Le Corbusier fez uma sugestão de projeto que foi todo modificado por Niemeyer, que assim relatou o que realmente ocorreu: “Os primeiros estudos inspiravam-se no segundo projeto de Le Corbusier, mas os dois blocos estavam a meu ver próximos demais um do outro. Com essa idéia em mente, esbocei alguns traços por minha conta, procurando aproximar-me não do segundo estudo de Le Corbusier, mas do primeiro, destinado a um outro terreno (…) A única diferença estava na extensão dos pilotis (de quatro para dez metros), a fim de que a sala de exposições e o auditório não se unissem no primeiro andar, como previra Le Corbusier (…) Carlos Leão viu os desenhos e falou bem deles a Lúcio, que por sua vez pediu-me para vê-los. Mas eu não tinha de modo algum a intenção de influenciar a elaboração do projeto e então joguei meu maço de desenhos pela janela. Lúcio mandou alguém pegá-los e os examinou. Partidário de minhas soluções, mandou interromper a execução das plantas e incorporou imediatamente minhas idéias”.

PS6 – Os arquitetos brasileiros ficaram realmente surpreendidos, quando ele confessou: “Não tenho diploma da arquiteto”.

Ps7 – Quanto ao crítico Goldberg, se reabilitou perante este repórter, com uma frase curta; “Amo Niemeyer”.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

24 thoughts on “Temer, sem voto para deputado, se elege ‘vice-presidente’. E tenta a reeleição. A desorganizada e descontrolada ‘quinta’ histórica. Crítico americano de arquitetura fica maravilhado com o Palácio Gustavo Capanema, mas se engana com a autoria.

  1. Caro Helio, agradeço a DEUS, te manter entre nós; cada artigo teu, é um alento de brasilidade e fraternidade Cristã. Pareço repetitivo a teu respeito, mas, creio que é obrigação homenagear a quem merece, pelo trabalho de ampliar o HORIZONTE MENTAL e a ESPERANÇA EM DIAS MELHORES PARA ESSE POVO SOFRIDO. lamento a Tribuna ficar restrita na Internet.
    Que Deus te de muita saúde e longa vida.

  2. Tempos de esperteza; voz e vez; segura que o filho é teu na pizzaria Brazil.
    (Nunca se corrompe o povo, mas o engana muitas vezes e é então que ele parece desejar o mal – Rousseau)
    .
    Protestos e protestos violentos impuseram uma tomada de posição do grupo no poder. Bem mais uma atitude defensiva que alguma intenção de assentimento à voz das ruas, praças, avenidas, guetos, campos e construções que clamavam num desencontrado vozerio e terror, por mudança.
    As Forças Armadas – calada por ilegal comando cooptado – manteriam a tradição cultural de não trucidar povo. Envergonhar-se-iam. No mais, são povo fardado.
    A esperteza se manifesta! O que eles, povo, querem? Sim, brilhante: perguntar e empurrar com a barriga. Devolvemos a voz, mas não a vez. Breve estarão roucos, cansados e voltarão a suas costumeiras indigências física e moral, do dia-a-dia, à rotina. Porque tudo cansa, até mesmo a desordem para quem vive no universo de ordem. Quem gritava era a maioria silenciosa e conservadora.

    Justamente a que sustenta o regime. Não há Reforma Política sem mudar os políticos e para mudar os políticos somente rompendo com o “status quo”, com a Constituição Vigente. Nem o povo concordará; está escaldado por toda uma propaganda totalitária que desmoraliza a força organizada que legítima e legalmente o representa. Por que, então, não uma Constituinte “exclusiva”, do jeitinho? Que só mudem eles, os “representantes do povo”?
    Espia o Judiciário: estão de molecagem! Constituinte constitui outro Estado, não um Estado pela metade ou parte dele. É o resultado de uma força soberana, irresistível; de uma ruptura da ordem e da lei. O mais é demagogia.
    Grita outro: Plebiscito! Sim, empurremos para o TSE. Sabe como é: verba, tempo… Ainda assim, eles perguntarão somente o que lhes interessa. Portanto, seja qual for a resposta tudo ficará como antes. O senso de ridículo soprou no ouvido deles: é melhor deixar como está para ver como é que fica.

    Um verdadeiro: toma que o filho é teu, do povo na

    Pizzaria Brazil!

  3. E o fato é que o povo com o tal “Cai Cheque” se transformou em povo de primeiro mundo, enquanto Mao fez igual todas as ditaduras. Moralizou no começo e se corrompeu com o poder ao londo do tempo. Depois disso, Deng Xiao vendo Singapura, Hong Kong e Taiwan ricos, pegou-os como modelo e agora sim, a China cresce e, grande parte do seu povo, já pode ter pode ter talão de cheque.

    Já Cuba, onde caia um cheque de 3 a 5 bilhões de dólares da URSS, deu no que deu e depois que acabou os cheques, piorou.

    Sempre os EUA levando de culpa de tudo.

    Já falei desde o começo aqui: os EUA , nos países atrasados como o nosso, pelos misticismo ideológicos principalmente, tem mais inimigos que no Vietnan que guerreou com eles.

  4. Não se falou até agora aqui no blog sobre VIOLAÇÃO DE LIBERDADE INDIVIDUAL (o que configura ato ditatorial explícito) essa medida divulgada anteontem que OBRIGA alunos de universidades PARTICULARES a trabalharem no SUS por dois anos. Indiscutível e justíssimo que isso aconteça com os alunos oriundos das universidades públicas – se o povo bancou seus estudos, tem direito de ter, por algum período, algum retorno. Mas quando isto se aplica à universidade particular, bancada com dinheiro do próprio aluno ou familiares, trata-se de uma característica autoritária e inconstitucional (além de comunista) – vale lembrar que na União Soviética houve um tempo em que, quando faltavam profissionais em alguma área (por exemplo, engenharia), os calouros eram OBRIGADOS a cursarem a graduação na área em escassez.

  5. Indiscutíveis verdades

    A democracia é um regime louco, irracional e irresponsável. Só não consegue ser pior que as ditaduras. Dentre as poucas virtudes da democracia capitalista, situa-se o direito do cidadão e do povo, à livre manifestação de ideias e reivindicações, pelos diversos meios, inclusive, pelas manifestações públicas, desde que pacíficas e ordeiras. Claro.

    Dado a burra natureza da democracia capitalista, o controle e gerência de sua economia, é coisa extremamente complicada, insegura e incerta. Se assim não fosse, o primeiro mundo, dotado de inúmeros recursos, pleno de grandes cabeças e economistas, não estaria patinando, atolado até o pescoço, desde 2008, com milhares de pais de famílias desempregados por toda a Europa e EUA. Muito obvio.

    Portanto, querendo ou não, temos que reconhecer que apesar do lamentável baixo PIB, os governos Lula/PT e Dilma/PT, conseguiram firmar bons resultados, econômicos e sociais, decorrentes dos baixos índices de desempregos, atualmente, de 5%. Magnífico sim, principalmente, se comparado aos do primeiro mundo.
    Graças às políticas econômicas de Luta/PT e Dilma/PT, grandes contingentes das classes “C” e “D” emergiram da pobreza para a classe de consumidores. A classe média passou a bons níveis de consumo, inclusive, turismo na Europa e nos EUA. Os bons restaurantes e bares, estão cheios de clientes, durante toda a semana. Essas e outras evidências demonstram a boa saúde de nossa economia, apesar de todos os conhecidos cuidados e providências necessárias para manter-se fortalecida. Sem bons níveis de consumo as coisas se complicam.

    Assim sendo, temos que continuar, pacificamente, cobrando de nossos governantes, providências críticas e fundamentais objetivando acelerar a construção de um Brasil mais justo, forte e soberano. Como os obtidos percentuais dos royalties do petróleo para a educação e saúde. Temos que cobrar também, total transparência via internet, sobre os planejamentos das principais obras, construções e contratações públicas, projetos básicos, projetos executivos, relatórios ambientais, contratos, cronogramas físico-financeiro, responsáveis e responsabilidades, e outras mais, visando contínua e permanente fiscalização da sociedade, inclusive, dos valores previstos e pagos usando dinheiro público.

  6. Icone do Jornalismo Brasileiro,

    Na Justiça temos:
    Presidente,
    1° Vice-presidente
    2° Vice-presidente
    3° Vice-presidente
    No executivo não deveria ser diferente. Não estou discordando do nobre Jornalista. Apenas olhando o lado da analogia.
    A palavra de V. Exa. é a última e ponto final.

  7. “grande parte do seu povo, já pode ter pode ter talão de cheque.”
    Mauro Júlio, você bebeu? Certa de 75% da população Chinesa vive nos
    cantões como viviam a 70 anaos atrás.
    Menos escriba, menos.
    Alias este é o grande enigma, como incorporar essa pessoas.
    Pois até as pedras sabem que o modelo capitalista se baseia na
    acumulação x exclusão.

  8. Lafer, estou pouco ligando para comunismo ou capitalismo.
    Sou cético. Não tenho religião.
    Meu negócio é o “funcionismo”. O que funciona na prática. O menos pior.
    Então , por favor me responda:
    Qual China era menos pior , a de hoje ou a de Mao?

    Obrigado

  9. A QUEM INTERESSAVA SUMIR COM PROCESSO DA GLOBO? POR QUE MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO DEU PUBLICIDADE AO CASO?

    por Rodrigo Vianna

    O silêncio dos (ex) jornalões diz tudo: o caso de sonegação da Globo tem um potencial muito mais explosivo do que as relações carnais entre o bicheiro Cachoeira e a redação da Veja. A Globo é acusada de sonegar 187 milhões de reais. Acusada por um auditor fiscal. Processo oficial na Receita Federal. A Globo recorreu e perdeu em instância administrativa. Com multa e juros, o valor a pagar passava dos 600 milhões de reais. Isso em 2006! Hoje, seria mais de um bilhão de reais! São vários mensalões…

    O caso foi trazido à tona pelo blog O Cafezinho, de Miguel do Rosário. Na sequência, blogueiros saíram atrás de mais detalhes. O Tijolaço mostrou as relações entre o caso global e as acusações contra Ricardo Teixeira e a FIFA. Este Escrevinhador contou no domingo que o processo da Globo por sonegação havia simplesmente desaparecido. Muitos internautas reagiram com incredulidade: lá vêm s blogueiros com teoria conspiratória… E não é que a conspiração era verdadeira? Na sequência, o VioMundo de Azenha trouxe a informação completa: uma funcionária da Receita foi processada e chegou a ser presa por retirar o processo de dentro do escritório da Receita Federal no Rio. A funcionária escapou da prisão graças a um Habeas Corpus no STF (cujo relator foi ele mesmo: Gilmar Mendes).

    O círculo vai-se fechando. Fica cada vez mais claro que o problema da Globo não é com o valor sonegado nem com a multa. Não. O problema é o conteúdo do processo. O incansável Amaury Ribeiro Jr revela que até doleiros utilizados por esquemas mafiosos no Rio estariam citados no processo.

    Vinte anos atrás, durante o impeachment de Collor, a sequência de apuração foi outra: Pedro Collor falou à Veja, a Folha e o Estadão completaram a investigação, e o tiro de misericórdia veio com o motorista Eriberto, na Istoé. Veja, Istoé, Folha e Estadão permanecem em silêncio agora, no caso Globo. A investigação passa por outro caminho: “O Cafezinho”, “Tijolaço”, “VioMundo”, “Conversa Afiada”, Stanley Burburinho e tantos outros nomes…

    Se o governo do PT tem medo de enfrentar a Globo, os blogueiros e ativistas sociais correm pra revirar as entranhas do monstro e expô-las em público. Restam várias perguntas. E a mais óbvia é a que qualquer detetive de filme B costuma fazer: a quem interessava o sumiço do processo da Globo? A funcionária que o surrupiou agiu sob encomenda. Quem pagou?

    O processo, garante-me o “garganta profunda” que viu o papelório, é uma bomba atômica contra a Globo e seus donos. José Roberto Marinho não é o único citado. Os outros irmãos também estariam lá. A volumosa investigação apresentaria, com didatismo, o “modus operandi” das “Organizações” Globo.

    Mesmo sem uma linha publicada nos jornais e revistas (que costumam impor sua pauta a país), o Ministério Público Federal sentiu-se pressionado e soltou uma nota sobre o caso. Nota estranha, que finge explicar tudo mas não explica o principal: por que o MPF fez toda a investigação sobre o sumiço do processo da Globo em “sigilo”? Ninguém está pedindo que o MPF quebre o sigilo fiscal da Globo, mas trata-se de uma institução que deve primar pela transparência, não pode agir no subterrâneo!

    O MPF tinha obrigação de ter informado o país sobre o desaparecimento do processo (ocorrido há 6 anos). Não o fez. O MPF de Gurgel queria proteger a quem?

    O MPF se diz “consternado” com o vazamento de informações. Não se mostra “consternado” com a sonegação de 600 milhões. Nem com o fato de a funcionária da Receita ter sido punida sozinha, sem que se aferisse quem encomendou o sumiço do papelório. A quem interessava sumir com processo que mostrava contas da Globo em paraíso fiscal?

    Os blogs sujos declaram, “consternados”, que não possuem redações com editores e apuradores, nem verba para viagem, nem tampouco recursos para deixar repórteres semanas a fio debruçados sobre o caso. Mas possuem uma rede informal (e infernal, para desgosto dos poderosos do Jardim Botânico) de apuradores. As informações fluem pelas redes, há milhares de “repórteres” informais ajudando a apurar essa história. São brasileiros que já não suportam a arrogância da Globos e de seus jabores, kamels e mervais amestrados.

    O povo gosta das novelas, reconhece a qualidade técnica da Globo, e sabe mesmo dar valor aos bons jornalistas que tentam cumprir seu papel na gigante da Comunicação brasileira. Mas o nosso povo está cansado de ser enganado e pautado pela Globo. Tudo isso sob o silêncio cúmplicede instituições como o MPF.

    A história – completa – virá à tona. É questão de dias. O império midiático ficará nu.

  10. Home » Conteúdo Livre, Corrupção, Headline, Mídia
    Domínio do fato pega família Marinho
    Enviado por Miguel do Rosário on 10/07/2013 – 11:53 am 3 comentários
    A teoria do “domínio do fato”, defendida com unhas e dentes pela Globo para prender José Dirceu, pode se voltar contra a família Marinho. Agora que há provas que documentos que incriminavam foram roubados por uma servidora, a mesma teoria, tirada da cartola pelo procurador-geral da República para suprir a falta de provas na Ação Penal 470, pode ser aplicada aqui. Cui prodest? A quem interessava o sumiço dos documentos?

    Ao final do post, leia os comunicados da Globo e do Ministério Público, que não trazem nenhum esclarecimento satisfatório à sociedade.

    Por que este silêncio sepulcral na grande mídia? Em qualquer país civilizado, haveria equipes de repórteres na porta da casa da servidora que roubou os documentos. Os advogados citados seriam entrevistados. A notícia estaria em rede nacional, interrompendo a grade de programação.

    O Ministério Público, em vez de fazer ameaças pueris contra o autor dos vazamentos, deveria estar agora oferecendo delação premiada à servidora. Que importa um vazamento diante de crimes infinitamente maiores: assassinatos, ocultação de provas, corrupção, evasão de divisas, fraudes fiscais bilionárias? O Ministério Público não é o primeiro a vazar documentos contra o PT, contra o governo, contra qualquer adversário da Rede Globo?

    Pausa para propaganda: Ajude a fortalecer a blogosfera. Faça uma assinatura do Cafezinho (clique aqui)! Ou invista em títulos-fantasia do blog (clique aqui).

    Não quero fazer acusações falsas à Globo. Sou um blogueiro humilde. Se a Globo é uma santa, se nunca sonegou, se jamais usou paraísos fiscais para enganar o fisco, se provar tudo isso, publico as explicações neste blog e ainda peço desculpas. Não sou como a Globo, que publica denúncias falsas, que são desmentidas no dia seguinte, e vira a página na maior cara de pau, sem sequer explicar a seus leitores porque agiu como agiu. Sem dar nenhum direito à defesa àquele que vilipendiu por meses. Eu quero ver a Globo pedir desculpas a Henrique Pizzolato, por exemplo. Está aí um dos réus da Ação Penal 470, que a Globo quer ver preso imediatamente, mas não quer mostrar a seus leitores, ao país, que existem provas que o inocentam. Que o dinheiro da Visanet jamais foi público, que os recursos supostamente “desviados” por Pizzolato foram na verdade usados devidamente em campanhas publicitárias. Por que o Globo não informa que o filho de Joaquim Barbosa também recebeu dinheiro de Marcos Valério? Por que Barbosa manteve o laudo 2424, onde constam as informações sobre a relação de seu filho com a DNA Propaganda, e também documentos que inocentavam réus do mensalão, em sigilo absoluto?

    Essa história da fraude, todavia, tem contornos cinematográficos. Diferentemente da Globo, a tradição do Cafezinho é mostrar os documentos para depois fazer qualquer tipo de acusação. Mas há coisas para as quais não há documentos. Apenas depoimentos orais. Nos próximos dias, darei mais detalhes da história espetacular por trás do vazamento dos documentos. Isso ainda vai virar um filme de grande bilheteria! Já posso imaginar a fila na porta do cinema para assistir: Globogate, a queda de um império. Será um bom contraponto à Tropa de Elite I e II, bons filmes que mostram a corrupção policial. Falta mostrar uma corrupção que causou males muito mais permanentes ao país: a corrupção midiática. Orson Welles inaugurou o cinema moderno norte-americano com Cidadão Kane, inspirado no barão midiático William Randolph Hearst. Foi corajoso, foi perseguido, e venceu a todos. Quem sabe a gente não reiventa o cinema brasileiro com um filme de qualidade sobre a história e os golpes da família Marinho?

    Quem terá coragem de enfrentar os nossos Kanes?

    Do meu lado, espero que o exemplo dos blogueiros sujos, enfrentando um dos maiores impérios de mídia no mundo, ajude a injetar um pouco de coragem nas autoridades do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. Quero ver os ministros do STF enfrentando as chantagens sujas da mídia em nome da Constituição e da Justiça! Quero ver se o Brasil é uma república de banana, onde a corte suprema condena réus sem prova, e inocenta outros para os quais existem farto material probatório, apenas porque a mídia mandou agir assim; ou é uma república soberana e democrática, com magistrados corajosos e independentes, movidos por suas convicções e inspirados numa tradição humanista.

    Abaixo os comunicados da Globo e do MP:

    Nota da Globo:

    Globo rebate acusações falsas sobre processo na Receita Federal

    As Organizações Globo divulgaram na noite desta terça-feira (9) um comunicado no qual rebatem as acusações falsas que circularam durante o dia sobre processo da Receita Federal relativo à aquisição de direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002.

    A íntegra do comunicado é a seguinte:

    Como é de conhecimento público, a Globo Comunicação e Participações adquiriu os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. Em 16/10/2006, a emissora foi autuada pela Receita Federal, que entendeu que o negócio se deu de maneira a reduzir a carga tributária da aquisição.

    Em 29/11/06, a empresa apresentou sua defesa junto às autoridades, fundada em sua convicção de que não cometeu qualquer irregularidade, tendo apenas escolhido uma forma menos onerosa e mais adequada no momento para realizar o negócio, como é facultado pela legislação brasileira a qualquer contribuinte.

    No dia 21/12/06, a defesa da Globo foi rejeitada pelas autoridades. Alguns dias depois da sessão de julgamento, para sua grande surpresa, foi a Globo informada de que os autos do processo administrativo se extraviaram na Receita Federal. Iniciou-se, então, a restauração dos autos, como ocorre sempre nos casos de extravio de processos. A empresa agiu de forma voluntária, fornecendo às autoridades cópias dos documentos originais, tornando com isso possível a completa restauração e o prosseguimento do processo administrativo.

    Em 11/10/07, a empresa foi intimada da decisão desfavorável, apresentando recurso em 09/11/07. No dia 30/11/09, a Globo tomou a decisão de aderir ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) e realizar o pagamento do tributo nas condições oferecidas a todos os contribuintes pelo Fisco. O pagamento foi realizado no dia 26/11/09, tendo a empresa peticionado às autoridades informando sua desistência do recurso apresentado (o que ocorreu em 4/02/10).

    Diante das informações mentirosas que circularam nesta terça-feira, a Globo Comunicação e Participações esclarece que soube, apenas neste dia 09/07, que uma funcionária da Receita Federal foi processada e condenada criminalmente pelo extravio do processo. A Globo Comunicação e Participações não é parte no processo, não conhece a funcionária e não sabe qual foi sua motivação.

    O relato acima contém todas as informações relevantes sobre os fatos em questão que são do conhecimento da empresa. A Globo Comunicação e Participações reitera, ainda, que não tem qualquer dívida em aberto com a Receita. Como ocorre com qualquer grande empresa, a Globo Comunicação e Participações questiona autuações que sofreu, na via administrativa ou na judicial, o que é facultado a todos os contribuintes.

    A Globo Comunicação e Participações reafirma, ainda, acreditar que as autoridades competentes investigarão o vazamento de dados sigilosos. A empresa tomará as medidas judiciais cabíveis contra qualquer acusação falsa que lhe seja dirigida.

    Globo Comunicação e Participações.

    Link da nota.

    Nota do MP:

    09/07/2013 – Nota de Esclarecimento – Procedimento fiscal da Rede Globo

    O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, diante das recentes notícias veiculadas na mídia, internet e redes sociais, esclarece os seguintes pontos:

    1 – Por determinação do Ministério Público Federal, nos idos de 2005, a Receita Federal foi instada a instaurar procedimento administrativo fiscal em relação à alegada sonegação envolvendo empresas da Rede Globo;

    2 – Os fatos chegaram ao conhecimento do MPF em audiência realizada em processo de cooperação às autoridades estrangeiras que investigavam denúncias referentes a outras empresas e que não tinham relação direta com a suposta sonegação. Imediatamente, o MPF encaminhou documentos à Receita Federal para avaliação do interesse fiscal;

    3 – Conforme estabelece o sistema normativo em vigor, não é possível ao MPF requisitar a instauração de inquérito policial antes da constituição definitiva do crédito tributário ou na hipótese de parcelamento ou quitação integral da dívida. Dessa forma, só cabia ao MPF o acompanhamento do procedimento fiscal, na eventualidade de se ter confirmada a suposta sonegação. Quanto aos demais tipos criminais aventados na mídia, o MPF entende que o enquadramento não seria aplicável por ausência de indícios;

    4 – Cabe ressaltar que, em resposta a uma das requisições de acompanhamento do MPF, a Receita Federal informou o extravio dos autos do procedimento fiscal. Isto gerou investigação paralela para identificar os envolvidos, resultando em ação criminal – já com sentença condenatória – contra uma servidora da Receita Federal, bem como a identificação de inúmeras outras fraudes perpetradas por ela. O MPF ofereceu várias oportunidades para que a servidora cooperasse com as investigações e indicasse os eventuais co-autores do delito, porém a ré optou por fazer uso de seu direito constitucional ao silêncio. Quanto ao procedimento fiscal extraviado, foi providenciada a sua reconstituição, com novo tombamento, e a tramitação seguiu seu curso regular;

    5 – Em conclusão, tendo em vista o caráter sigiloso da matéria, o MPF, ao zelar pela aplicação das normas em vigor no Estado Democrático de Direito, depara-se consternado com a profusão de documentos que, ao que tudo indica, se originam dos autos do procedimento fiscal criminosamente extraviado.

    Assessoria de Comunicação Social

    Procuradoria da República no Estado do Rio de Janeiro

    Tels.: (21) 3971-9488/9460

    Link da nota.

    – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/10/dominio-do-fato-pega-familia-marinho/#sthash.wDfgGbo8.dpuf

  11. Prezado Sr. Mauro Júlio Vieira, Saudações.
    A China de hoje é menos pior que a de Mao Tse-Tung, nisso todos concordamos. Mas temos que lembrar que a China de hoje só foi possível porque Mao Tse-Tung pegou um País humilhado e re-humilhado por todas as Potências (Inglaterra-França-EUA-Alemanha-Holanda-Rússia, Portugal em Macao, que foi o último a retiaar sua Bandeira do solo Chinês-… e principalmente o vizinho Japão), e fez uma grande Revolução ( que no fundo foi mais NACIONALISTA do que COMUNISTA), prometendo “um prato cheio de arroz, por dia, para cada Chinês”. E o café da manhã, o lanche das 10, o café das 4, a janta e a ceia…. disso nem se falava. 01 Iron rice bowl/dia. E em 40 anos, 1925- 1965, fez esse velho grande Povo, andar de novo “de cabeça erguida, como ele dizia”, construiu todo o alicerçe e principalmente deu a China, armas Atômicas/Hidrogênio para ter plena SOBERANIA POLÍTICA. Se para fazer essa grande obra, morreram mais de 100 Milhões de Chineses, isso é outro assunto. Mas para um Povo que não tinha nem um prato de comida por dia…..Nós Brsileiros é que somos acomodados, não queremos fazer nem um sacrificiozinho para eliminar nosso Duplo Deficit: o Deficit do Orçamento Federal de +- 3,5% do PIB, e o Deficit do Balanço de Pagamentos Internacional de +- US$ 100 Bi/ano. Abrs.

  12. Médicos. Dai ao Estado o que é do Estado; ao mercado o que é do mercado.
    .
    Mais dois anos? Ou se escreve o pensado ou, não se escreve.
    Perdão, mas nem autoritarismo é. É incompetência e esperteza aliadas a uma fenomenal covardia.
    Essa “PenTalha” (PenTelho mais gentalha) é mágica. Tem sempre um coelho pronto para tirar da cartola. Não acreditam no pensado. Pensam que podem pensar tudo e que por isto podem tudo. Não possuem ideologia. Sequer aquele negócio de Direita e Esquerda que tanto sucesso concedeu ao esquerdista confesso Norberto Bobbio defensor de que a esquerda é que é direito tomando para ela a paternidade da “igualdade” no universo. Os outros – para ele e eles – são retrocesso, conservadores, etc. Por minha vez, concebo essa suposta e falaciosa díade “amigo-inimigo” saída da demagogia política ocidental somente aplicável a comando de Ordem Unida militar, isto é: direita, esquerda, volver!
    .
    Falando sério. Saúde não é mercadoria ou serviço; não é um bem econômico tal como segurança e educação que bem representam o estágio civilizado alcançado.

    A escassez de médicos, inexistência de recursos e desorganização na área da saúde, ninguém ousa contradizer; que a Constituição Federal prescreve a Saúde como dever do Estado tornou-se público e notório; que os ciosos e cívicos governos civis do pós “ditadura” jogaram a saúde pública no colo do mercado não é arroubo metafísico, é fato. E os fatos como diz H. Arendt “são teimosos; não desaparecem quando os historiadores ou os sociólogos se recusam a ouvi-los, embora possam desaparecer quando todos os esquecem”

    Não há necessidade de encostar a classe médica na parede; empurrá-los para o gueto de municípios nada mais que “Ralos de Recursos Públicos e Escolas do Ensino Fundamental da Corrupção”. Tampouco usar de ardis e chicanas político–jurídicas; de espertezas que ferem de morte a liberdade profissional de escolha.

    Porque não cumprir a Constituição Federal? O Estado concorrer com o mercado privado; com os faraônicos Planos de Saúde (mais de morte do sistema) fortemente subsidiados pelos governos e que sufoca o pessoal da saúde coma força do monopólio? Tributá-los, onerá-los tirando do fofo colo do mercado um bem vital intimamente ligado à dignidade da pessoa humana que não pode estar sujeito às leis de mercado?

  13. Nos EUA sonegação dá cadeia. Veja essa reportagem do GLOBO

    Lauryn Hill começa a cumprir pena de três meses por sonegação fiscal
    Cantora deixou de pagar cerca de US$ 1,8 milhão em impostos aos Estados Unidos

    Enviar
    Imprimir
    O GLOBO, COM AP (
    EMAIL
    ·
    FACEBOOK
    ·
    TWITTER
    )
    Publicado:
    8/07/13 – 15h32
    Atualizado:
    8/07/13 – 16h02

    Lauryn fica até outubro na prisão de Connecticut AP
    RIO – Lauryn Hill começou a cumprir a sentença de três meses de prisão em Connecticut, nos Estados Unidos, por sonegar cerca de US$ 1,8 milhão em impostos entre 2005 e 2007. Ed Ross, porta-voz da penitenciária, disse que a cantora se apresentou à prisão federal na cidade de Danbury nesta segunda-feira.
    A cantora vai dividir uma cela simples com outras detentas e não terá tratamento diferenciado. Em 2012, durante o julgamento, ela se declarou culpada pelo crime. Ao ser condenada, o advogado pediu que ela cumprisse a pena em liberdade condicional, argumentando o trabalho de caridade, suas circunstâncias familiares e o fato de ter pago os impostos que devia.
    No The Fugees, ela começou sua carreira ainda adolescente. Em 1998, lançou o disco solo “The miseducation of Lauryn Hill”, firmando-se como estrela do R&B e hip hop.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/lauryn-hill-comeca-cumprir-pena-de-tres-meses-por-sonegacao-fiscal-8960092#ixzz2YfQQe6T1
    © 1996 – 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

  14. Barata,

    Sou desta vez obrigado a concordar com voce em tudo. Me lembro
    com saudade do SAMDU.
    Mecantilizarão não apenas a saúde,mas também a educação, a segurança
    pública, enfim, tudo aquilo que perceberão ser lucrativo.
    Não sou totalmente contra a prestação do serviço compulsório a ser
    prestado ao SUS. Entendo apenas que êle deve ser prestado por todos aquele
    que se formaram em universidades públicas, ou que receberam qualquer benefício pecuniário do poder público.
    Sou também favorável ao exame de ordem. Em 2012 o CRMSP promoveu um exame facultativo. Apenas 50% dos formando o fizeram. Destes 50%, a medade foi reprovada. Concluindo, 75% em tese estão inaptos ao exercício da medicina.

  15. Por que tratam o repasse de recursos aos prefeitos e governadores como “bondade” da Presidente? Ora, os brasileiros vivem nas cidades e pagam os impostos e ninguém deve mendigar seu próprio dinheiro. Que refaçam essa “distribuição”.
    Já passou da hora de termos uma reforma tributária.
    Não está certo estados e municípios ficarem a mercê da boa vontade do Governo Federal.
    Necessitamos de mais autonomia.

  16. Prezado lafer,

    também, os antigos Institutos (IPASE por exemplo) de quando meu ingresso no serviço público eram bem superiores em quantidade e qualidade aos atuaios Planos de Morte subsidiados pelo governo.
    .
    Não se trata de ideologia, porém…
    Estado não é algo como aritmética: adição e subtração.
    .
    A vida não é feita como a gente quer. O Estado não é o que se quer; mais ou menos Estado. O que se pode exigir é algo como havia inscrito nas pules de Jogo do Bicho: VALE O ESCRITO.

    Uma constituição não é um caderno de anotações de governos circunstanciais; não é um bibelô ou pinguim de geladeira, não! É algo vivo para um povo que pretende viver sob a égide de instituições, de um Estado de Direito.

    Por fim, não se podem comparar antíteses, empresa com Estado que se fundem numa síntese que é a economia.

    .
    Grato e sds.

  17. Barata,

    Felizmente concordamos novamente, não temos e, jamais teremos o estado
    que buscamos, justo e de todos.
    Uma constituição não pode ser uma colcha de retalhos a serviço de senhor
    de plantão.
    Ela não pode ser interpretada a cada governo, ou interesse contrariado.
    Ela tem que ser definitiva, impositiva, taxativa.

  18. SR BARATA, o senhor está sugerindo que o povo, o qual concordo e até propago, tome o congresso e anule, rasgue a Constituição (enfim,rompendo com o status quo) OU que os militares tomem o poder?

  19. Prezado Mauro Julio. Quando não estou com sono terrível, por haver percorrido mais de 400 milhas de carro, como estou agora, curto seus pareceres neste blog e respeito seu onto de vista. Mas não achei muito apropriada sua pergunta de qual a China era menos pior, a de hoje, ou a de Mao?
    Ora, você, como um cidadão instruido e uma pessoa de grande cultura, sabe muito bem que a China de agora está bem melhor do que a de Mao, graças à atuação deste ao transformar a China feudal e corrupta em uma nação fortemente desenvolvida, com sua atuação revolucionária.
    O mestre Helio Fernandes, que acompanhou com esmero, cuidado e aguda observação, várias vezes publicou na Tribuna impressa que Mao Tse-tung troxe China do século décimo para o vigèsimo.
    Como o seu negócio é o que você chamou de “funcionismo”, penso que você há de convir que não tivesse havido a atuação revolucionária de Mao Tse-tung, a China não seria a grande potência que é hoje, caminhando para a condição de superpotência no mundo.
    Mao, em fevereiro de 1957, discorreu sobre as justas contradições no seio do povo. Mao costumeva distinguir entre contradições justas e contradições antagônicas, como você deve saber. Dizia ele que naqueles últimos tempos verificava-se uma quebra no trabalho ideológico. Lembra-se de que Mao declarou que a bomba atômica era um tigre de papel? O Helio tem privilegiada memória, e sabe disto muito bem. Um tigre de papel que os norteamericanos utilizam para amedrontar as pessoas, dizia ele. E acrescentava que parecia terrível, mas na realidade não era. E mais, que tratava-se de uma arma de matança em grande escala, mas que o resultado de uma guerra era decidido pelo povo, e não por uma ou duas armas de novo tipo. (Entrevista com a correspondente americana Anna Louise Strong, em Agosto de 1946.)
    Conforme se viu, Mao não era um basofeiro, já que foi assim que o povo vietnamita venceu a incursão norteamericana em sua terra. Acrescentava ele que os soldados são a base de um exército. E quando se referia aos soldados, estava se referindo também ao povo como força motriz, que é o que estamos começando a ver também no Brasil. Enquanto o povo não estiver imbuido de um espírito progressista, e enquanto esse espírito não lhes for inculcado através de um trabalho político progressista, torna-se impossível alcançar uma autêntica unidade entre entre oficiais e soldados, despertar-lhes o máximo de entusiasmo pela Gurra de Resistência, assim como se torna impossível garantir uma boa base para obter a máxima eficácia das “nossas técinicas e das nossas táticas”.
    E acrescenta que a educação ideológica é a chave que importa dominar na realização da unidade do conjunto do Partido com vistas às grandes lutas políticas. Que enquanto não se consegue isso, o Partido não pode cumprir suas grandes lutas políticas.
    Ora, hoje se sabe que o Partido conseguiu, estando apto até a proporcionar alguma liberalização, como você mesmo sugere que a China agora está melhor. Estaria, sem a atuação de Mao? Quem conhece a história do povo chinês, sabe que isso não seria possível.
    Grande abraço e consideração.

  20. Prezado Carlos Newton. Meu comentário acima está “aguardando moderação”. Quem modera? Informesta, for favor. Informar que merda é esta, ” Informesta”). É censura?
    Grato.

  21. A China, de fato, está tornando-se uma grande potência mundial. Aliás, já é. Mas nem por isso deixou de colocar (há poucos meses) 200 milhões de buracos nas ruas, para servirem como latrinas (Folha de SPaulo). Eu escrevi isso mesmo: 200 milhões. Trata-se de um pequeno descuido, uma super potência agir assim com o seu povo. Pequeno descuido, já sanado da melhor forma …
    Maravilhosa e portentosa potência!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *