Tenho inveja de Jos Numanne, que disse a Marco Aurlio Mello o que achamos do STF

Resultado de imagem para supremo charges"

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

Percival Puggina

Nestes ltimos dias sinto uma santa inveja do Jos Numanne, homem certo, no lugar certo, na hora certa quando o vaidoso ministro Marco Aurlio Mello, em abril de 2016, se exps perante a equipe de jornalistas do Roda Viva e teve a m sorte de topar com Numanne na roda de entrevistadores (1). O bravo jornalista no deixou barato e lavou a alma nacional.

Apontou a morosidade do Supremo, a impunidade que conferia aos crimes praticados por aqueles rus que dispusessem de prerrogativa de foro.

O JORNALISTA BRILHOU Numanne ironizou e teatralizou o que era sabidamente ridculo, apontou a onerosa e intil farsa do julgamento do mensalo, cujas penas, abrandadas pela excluso do crime de formao de quadrilha, praticamente no se cumpriram.

Em dado momento, sem encontrar porta retrica para evadir-se daquele aperto, o ministro tentou inverter a situao e de entrevistado virou entrevistador:

Por que essa fixao no Supremo? Voc no acredita na sua Suprema Corte?. Ao que a resposta de Numanne veio fulminante: No, no acredito. O comentrio de Marco Aurlio Mello dura afirmao ecoa atravs dos anos: Isso muito triste. E , ministro, acrescento eu. Os senhores no imaginam quanto, aos olhos da sociedade, triste o papel que tantas vezes desempenham!

DESCONFIANA NACIONAL – Se a pergunta que ele fez ao jornalista fosse endereada hoje nao, esta, quase unnime, expressaria seus sentimentos de maneira ainda mais spera. A composio do STF que os anos petistas legaram ao pas merece-lhe tanta confiana quanto aqueles a quem pe em liberdade, atendendo, por gosto ou no, querendo ou no, ecologia do crime e ao preservacionismo da corrupo. o que fazem.

Nestes dias, s nos resta aguardar os votos finais e gritar nossa repulsa e desalento ante o que ouvimos em votos dados no tom de quem ensina. Por vezes, so lies inaudveis, intolerveis. Os votos a favor do cumprimento das penas somente aps as festas do Dia de So Nunca so proferidos sob um guarda-chuva retrico que tem apenas duas varetas. No abre, no protege o discurso nem o voto.

Uma vareta levanta seu pedao de pano torto para a leitura literal da Constituio, soltar milhares de bandidos sobre cuja culpa no cabe dvida e restaurar a impunidade, alegando que o contrrio disso seria legislar. A outra, do lado oposto, faz o mesmo para legislar e criar tipo penal por analogia ou para inovar no direito processual em matria de insignificante relevncia como so as alegaes finais. Assim, a Lava Jato e o combate criminalidade vo definhando aos olhos de todos.

17 thoughts on “Tenho inveja de Jos Numanne, que disse a Marco Aurlio Mello o que achamos do STF

  1. E sobre o Hacker vermelho, a Manuela do PSOL, as mensagens inventadas dos ministros do STF, nadica de nada nem aqui nem na dita “grande imprensa”?
    Saiu na Veja. Ela s confivel quando interessa? “O que bom a gente fatura, o que ruim a gente esconde”. isso mesmo?

  2. -Parabns pela corajosa postagem, Jornalista.

    -Todos sabemos que o atual Supremo no passa de uma casa de proteo, abrigo e apoio dos genocidas do povo brasileiro, uma Corte hoje infestada de advogados e representantes de corruptos travestidos de
    juristas e de “ministros”, cujo smbolo mximo poderia ser a imagem do GILMAR DANTAS, de papo e de carona com o ru TEMER para tomar um vinho em PORTUGAL s custas dos moradores desta senzala.
    -Mas raramente aparece algum que tenha coragem suficiente para dizer isso em pblico.

    Parabns tambm pela pacincia e idealismo por AINDA tolerar as brigas e a falta de educao atrs dos teclados.

  3. Bem lembrado Aranha. CN, que at pouco tempo atrs estava comungando com o Presidente, reconhecendo as melhorias na conduo do Governo, teve um retrocesso mental, com perfis ideolgicos, e passou dia aps dia a mostrar quem realmente , atacando o PR de todas as formas possveis, se somando a mdia tradicional no intuito de difamar e derrubar o Presidente Bolsonaro. Fica o registro, indignado que estou com esse jornalismo chulo e sem tica.

    • O PSL oferece um dildo a cada apoiador unilateral e irrestrito que prefira continuar do lado do presidente, levando churro….

      S que… A porca amarela levou toda a vaselina….

  4. O jornalista Carlos Newton mantm este espao aberto para opinies iguais ou contrrias dele.
    Agora, querer proibir que ele tenha a opinio dele, j demais.

    • Caro Victor, ningum em s conscincia proibiria o CN de exercer a sua profisso de jornalista opinativo e investigativo. Apenas estamos exercendo democraticamente o nosso direito de contrapor os ideais do redator do blog. Assim fica registrado a minha repulsa por cobranas indevidas como a sua. Com respeito mtuo vamos dialogando e opinando com a maior sinceridade possvel.

    • Caro Victor, a tal ditadura que eles tentam, novamente, implantar.

      Chega a ser pattico a defesa irrestrita desses que defendem, com unhas e dentes, o presidente incompetente da republica.

      Que faam isso, pois todos somos livres para exercer nossa cidadania e, consequentemente, apoiar quem queremos. Mas essa de querer impor de qual lado o jornalista deveria estar o fim do mundo. (se que no estejamos perto)

      aquela mxima:

      “Respeito sua opinio, desde que seja a mesma que a minha”.

      • Falando em Paralelo, algum ja imaginou se dssemos uns 40 baseados pro Bozolado fumar, ser que ele desentorta?

        Que para de declarar guerra a Argentina porque acha que peronismo e de esquerda, melhor ser direto, ser que para com tudo isso que t ai?
        Porque, atitude de jegue, literalmente TUDO ele faz errado….

  5. Gilmar Mendes manda soltar o casal Garotinho

    Gilmar foi sorteado para relatar o caso dos Garotinhos, mas quem levou o prmio foram estes.

    Enquanto todos os walking deads ficam dando palpite furado sobre AI-5, o STF, na surdina, vai interpretando a CF conforme seu ponto-de-vista caolho e dando salvo-conduto aos bandidos. E ns, o povo, assistimos a tudo inertes. Ser que Deus vai ter piedade de ns?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.