Textuais, discutíveis mas entre aspas

Manchete da Folha, atrasadíssima: “Desmatamento é o menor desde 2004”. Quem desmatou mais nesses 5 anos? Os Ministros antes do Minc, ou ele teve importância real de fato?

Luiz Trabuco, presidente do Bradesco: “A Porto Seguro não nos interessa, não tem o nosso perfil”. Novamente? Já vi essa afirmação no domingo, por que a repetição? Para fazer média com “seu” Brandão?

Na GloboNews, no mesmo programa. 1- “Foi assassinado Guilherme Vilela, Ministro Aposentado do Tribunal Eleitoral”. 2- Logo a seguir, “assassinado o ex-Ministro”. Afinal as duas coisas não representam o mesmo. Todos os jornalões não sabem distinguir entre aposentado e ex.

“Empresários” estrangeiros interessados no pré-sal, garantem sem documentação: “O marco regulatório vai REDUZIR A PRODUÇÃO”. Se “entregarem” tudo a eles, mudam imediatamente de convicção.

De gente do povo, que o jornalista J. E. de Macedo Soares chamava de “a plebe vil e ignara”, porque não tinha direito a nada: “Atenção, quem for ou não for cliente da Caixa, Palocci foi absolvido”. O Planalto-Alvorada já sabia disso, antes do julgamento.

De um editorial do Estadão: “O PMDB nem esperou Lula tomar fôlego para mandar a fatura”. Lula não perdeu o fôlego, e o PMDB tem sempre várias faturas prontas e algumas encaminhadas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *