Tribunal reduz a pena de Palocci, que já ganhou direito à prisão domiciliar

Ex-ministro Antonio Palocci presta depoimento ao juiz Sérgio Moro

Delação contribuiu para reduzir a pena de Palocci pela metade

Mônica Bergamo
Folha

Por dois votos a um, a Justiça reduziu a pena de Antonio Palocci para nove anos e dez dias. Ele deve deixar a prisão até a quinta (29). O ex-ministro vai para o regime semiaberto diferenciado, cumprido em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica. O pedido feito pela defesa do ex-ministro foi julgado na tarde desta quarta-feira (28) pela 8ª turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), responsável pelos processos da Operação Lava Jato em segunda instância.

Palocci esté preso em Curitiba desde 2016 e foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo sondas da Petrobras. Os advogados de Palocci, no entanto, firmaram acordo de colaboração com a Polícia Federal.

PELA DELAÇÃO – Durante o julgamento, eles pediram a redução pela metade da pena do ex-ministro, citando o artigo art. 4, parágrafo 5º da lei 12850/2013 que concede diminuição de pena para acusados que colaboram voluntariamente com a Justiça depois da sentença.

No dia 24 de outubro, o desembargador João Pedro Gebran Neto reconheceu a efetividade da colaboração de Palocci e acatou o pedido da defesa. O desembargador Leandro Paulsen, no entanto, pediu vista do processo.

Nesta quarta (28), Paulsen acompanhou o voto de Gebran. E, antes de proferir sua decisão, o desembargador Victor Luiz dos Santos Laus pediu questão de ordem para apurar a veracidade da delação. Ao proferir seu voto, ele divergiu dos outros dois.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGPalocci responde a outros processos e pode voltar a cadeia, caso haja outra condenação em segunda instância. (C.N.)

4 thoughts on “Tribunal reduz a pena de Palocci, que já ganhou direito à prisão domiciliar

  1. Me parece que caminhamos para a efetivação total do recado do General Vilas Boas, é isso que Temer, Congresso Nacional e STF pedem ao indultar e proteger Bandidos Traidores e Ladrões do Brasil no Natal , não respeitaram o Povo e as leis Brasileiras para protegerem seus bandidos de estimação, irão sentir na pele que o recado vai ser cumprido fielmente !!!

    • Infelizmente não conheço essa tal declaração do gen Vilas Boas a que o “senta a pua” se refere. Lembro-me do tal de pesos e contrapesos e a sua afirmação otimista de que tudo ia muito bem obrigado com as nossas instituições.
      Mais um fato para reafirmar a posição antípode aos interesses do povo dos já famosos juizes amigo dos bandidos: Alexandre de Moraes, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Marco Aurélio apoiam o indulto aprovado pelo Temeroso.
      Pelo que estamos vivendo, a eleição do Bolsonaro não intimidou os que querem ver a mula mancar.

  2. O PT não pode reclamar dos inimigos, posto que são os próprios lixos que ele gerou e nomeou que estão acabando com ele, os seus próprio amigos, X 9, ou quinta-coluna, ou “caguetas”, como se diz no jargão popular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *