Tudo em família: filho do ministro Fernando Bezerra beneficiou os hospitais de seu tio-avô.

Cada vez aparecem mais atos “malefeitos” da família animalescamente hibrida Bezerra Coelho. No jornal Correio Braziliense, o repórter Vinicius Sassine mostra que o favorecimento à família Coelho vai além das ações do Ministério da Integração Nacional.

O deputado Fernando Coelho Filho (PSB-PE) destinou recursos de duas emendas parlamentares a hospitais de seu tio-avô, Augusto de Souza Coelho. Augusto é diretor-presidente da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (Apami), uma entidade privada que faz atendimentos médicos em Petrolina (PE) pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que também oferece consultas e exames particulares.

A primeira emenda, de R$ 200 mil, previu dinheiro do Orçamento da União de 2011. Os recursos, do Fundo Nacional de Saúde, chegaram a ser empenhados (autorizados) e liquidados (verificados para o pagamento final). Para o Orçamento de 2012, Fernando Filho reservou mais R$ 200 mil, do mesmo fundo, para os hospitais do tio-avô em Petrolina, cidade onde o deputado deve sair candidato a prefeito nas eleições deste ano. Para essa última emenda, ainda não há previsão de empenho, liquidação e pagamento.

Augusto é tio-avô de Fernando Filho e tio do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. A família foi favorecida por diversas ações do ministério e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), presidida até a semana passada por um dos irmãos de Fernando Bezerra, Clementino de Souza Coelho. Um tio do ministro, Osvaldo de Souza Coelho, foi indicado para o cargo de conselheiro do Comitê Técnico Consultivo para o Desenvolvimento da Agricultura Irrigada. Augusto, beneficiado pelas emendas do sobrinho, é irmão de Osvaldo.

A especialidade das unidades de saúde da Apami é o tratamento de câncer. Atendentes do Centro de Oncologia Dr. Muccini informam que a assistência médica é feita somente pelo SUS. Ao Correio, Augusto reconheceu que um aparelho de mamografia é utilizado também para atendimento particular. “Nosso mamógrafo é de melhor qualidade e chama a atenção das pessoas da região. A Apami não é proibida de ganhar dinheiro. Só deve reinvestir tudo na entidade.”

A Policlínica Dr. Izaías e o Laboratório de Análises Clínicas também integram a Apami. Os dois fazem exames e consultas particulares, em diversas especialidades. O preço da consulta é de R$ 45, segundo os atendentes das unidades. A primeira emenda, referente ao Orçamento da União de 2011, fez uma referência específica ao centro de oncologia. Os R$ 200 mil devem “apoiar na manutenção da unidade de saúde – Centro de Oncologia Dr. Muccini”. Já a emenda para o exercício de 2012 destina o dinheiro para a Apami como um todo.

###
BIOGRAFIA FAMILIAR

O diretor-presidente da associação foi prefeito de Petrolina na década de 1980. Antecedeu os mandatos de Fernando Bezerra Coelho na prefeitura. Augusto também é sócio de uma rádio na cidade e do Curtume Moderno, uma empresa de processamento de couro. A biografia do ministro da Integração Nacional informa que ele foi superintendente do curtume entre 1979 e 1982. A Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu no ano passado à indústria, entre outras empresas, uma outorga para uso de recursos hídricos da União.

“As emendas não são para mim. São para a instituição. Outros deputados propuseram emendas”, diz Augusto. Segundo ele, 95% dos atendimentos da Apami são pelo SUS. O presidente da associação afirma ter “relações plenas de amizade e familiares” com o deputado Fernando Filho, mas nega “interesses financeiros comuns” com o sobrinho.

As emendas foram pedidas por cartas circulares, encaminhadas para todos os parlamentares de Pernambuco, conforme Augusto. “Minha mãe teve 17 filhos. Minha família, para mim, são mulher, filhos e netos. Tem sobrinho que eu não conheço.” O Correio tentou ouvir o deputado Fernando Filho, mas ele não deu retorno às ligações.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *