“Tudo que bom branco?”, indagou Muhammad Ali, ao se deparar com o racismo

Charge publicada na Folha no dia 18 de janeiro de 2022. A charge  dividida em dois quadros. Ttulo do primeiro quadro: Racismo. Na imagem, um homem branco est com um brao levantado balanando um chicote e um homem negro com as costas sangrando est preso por correntes em um tronco. Ttulo do segundo quadro: Racismo reverso. Na imagem, a cena se repete, um homem branco est com um brao levantado balanando um chicote e um homem negro com as costas sangrando est preso por correntes em um tronco.

Charge do Benett (Folha)

Ana Cristina Rosa
Folha

Desde que fui convidada a ocupar este espao, tenho sido criticada acerca da opo por abordar preferencialmente temas relacionados negritude. Houve vezes em que fiquei baqueada. Noutras tive vontade de rebater. Diante da falcia acerca de um delirante racismo de negros contra brancos, agradeci por ter mantido meu propsito.

O racismo uma realidade cruel e excludente que faz parte do cotidiano da maioria da populao brasileira. O sistema que garante a perpetuao das imensas desigualdades lembra um cncer em fase to avanada que em certos momentos parece um desafio impossvel de ser suportado.

COR DA PELE – Quem negro sabe o quanto di ser julgado, preterido e perseguido em razo da cor da pele. Infelizmente ainda h quem tente extirpar nossa humanidade. Mas, na condio de seres humanos, pessoas negras tm defeitos, preconceitos, ambies, sofrem. E resistem. H sculos.

Sendo o racismo um sistema estruturante de dominao com base num conceito absurdo de superioridade racial que mantm pretos e pardos em desvantagem social, econmica e cultural e no se trata de uma mera querela semntica, embora a semntica seja muito importante , no razovel imaginar a existncia de racismo reverso num pas hierarquizado de maneira a manter os negros em condio de subalternidade desde os tempos em que o Brasil era uma colnia.

MUHAMMAD ALI – Recorro ao ldico, rememorando uma entrevista do pugilista Muhammad Ali, astro dos ringues e gigante na defesa dos direitos civis dos afro-americanos, para a BBC na dcada de 1970. Na ocasio, ele citou um dilogo que teve com a me, na infncia, para chamar a ateno da audincia da televiso para a pauta racial nos EUA.

“Sempre fui curioso e perguntava minha me: Por que tudo que bom Jesus, os anjos, o papa, Papai Noel () , branco, e tudo que ruim o Patinho Feio, o gato que d m sorte () , preto? Foi a que eu entendi que algo estava errado.”

disso que se trata.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Nessa polmica sobre racismo reverso (negro contra branco), a Folha continua dando uma grande demonstrao de respeito democracia e liberdade de expresso, publicando artigos contra e a favor do antroplogo Antonio Risrio. O nico caminho este viver como a Tribuna da Internet, sob o signo da liberdade, acolhendo a diversidade de opinies. E vida que segue, diria nosso amigo Joo Saldanha. (C.N.)

3 thoughts on ““Tudo que bom branco?”, indagou Muhammad Ali, ao se deparar com o racismo

  1. Como dizia o Stanislaw Ponte Preta, a grande imprensa anda mais por baixo do que tapete de poro. Da permitir este debate s entre os mesmos, at agora este assunto s tem repercutido entre o pessoal desta bolha.

  2. Essa estria de racismo reverso no se sustenta diante da lei brasileira. Veja-se o que diz a lei que pune o crime de racismo:
    LEI N 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989.
    Art. 1 Sero punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminao ou preconceito de raa, cor, etnia, religio ou procedncia nacional.
    Em que lugar do texto legal est previsto que racismo s existe quando praticado por branco contra negro? Nos meios jurdicos existe uma mxima que prega: “no cabe ao intrprete restringir o que a lei no restringe”. A discriminao racial, seja de branco contra negro ou amarelo, de amarelo contra branco ou negro e de negro contra branco ou amarelo, ser to somente racismo. Socilogos, jornalistas e quejandos, na falta do que fazer, ficam criando tais bobagens como a do racismo reverso.

Deixe um comentário para mpio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.