Um canto triste de Vinicius, em parceria com Edu Lobo

Edu e Vinicius, num encontro de gerações

O diplomata, advogado, jornalista, dramaturgo, compositor e poeta Vinícius de Moraes (1913-1980), na letra de “Canto Triste”, fala sobre um determinado período de tristeza, dor e solidão ao perder a sua amada. A canção Canto triste foi gravada no LP Edu Lobo, em 1967, pela  Philips/Polygram.

CANTO TRISTE
Edu Lobo e Vinícius de Moraes

Porque sempre foste
A primavera em minha vida
Volta para mim
Desponta novamente no meu canto
Eu te amo tanto mais
Te quero tanto mais
Ah! quanto tempo faz partiste

Como a primavera
Que também te viu partir
Sem um adeus sequer
E nada existe mais em minha vida
Como um carinho teu
Como um silêncio teu
Lembro um sorriso teu
Tão triste

Ah! lua sem compaixão
Sempre a vagar no céu
Onde se esconde a minha bem-amada
Onde a minha namorada
Vai e diz a ela as minhas penas
E que eu peço, peço apenas
Que ela lembre
As nossas horas de poesia
As noites de paixão
E diz-lhe da saudade em que me viste
Que estou sozinho
Que só existe
Meu canto triste
Na solidão

    (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *