Um dos dois (Geddel ou Temer) mentiu sobre a manobra para “anistiar” caixa 2

Resultado de imagem para temer e geddel

Temer resolveu “esquecer” o assunto anistia

Carlos Newton

Os mais recentes fatos polticos reforam uma dvida inquietante – at que ponto o presidente Michel Temer est refm dos caciques do PMDB? O caso do misterioso projeto destinado a anistiar os crimes eleitorais de caixa 2 refora essa hiptese, porque o chefe do governo disse em Nova York ter se surpreendido com o assunto. Ao ser indagado sobre a postura de Geddel Vieira Lima, secretrio de Governo e Articulao Poltica, que defendeu ardentemente a anistia, Temer considerou “personalssima”a opinio do ministro. Afirmou que no via como “prosseguir ou prosperar” essa questo, assinalou que se trata de assunto do Congresso e completou dizendo que no daria “nenhuma orientao” base de seu governo sobre a matria.

REVELAO ESPANTOSA – Ao mesmo tempo, em Braslia, Geddel dava entrevista reprter Marina Dias, da Folha, para fazer uma revelao espantosa. Simplesmente, disse que conversou por telefone com o presidente Temer, que no teria lhe recriminado a respeito do projeto de lei que abriria brecha para anistiar polticos alvo da Lava Jato.

“Falei com Temer, mas ele no me pediu explicaes. Ele sabe que minha opinio pessoal”, afirmou Geddel Folha, dizendo que ligou para o presidente antes que ele desse a entrevista em Nova York sobre o assunto.

EXPECTATIVA – Diante de uma contradio desse tipo, com o presidente dizendo uma coisa e o ministro, outra, criou-se uma grande expectativa. Quem estaria mentindo: Temer ou Geddel? Ningum sabe, porque o Planalto criou uma terceira hiptese, ao decretar silncio total sobre o assunto. como se no tivesse acontecido nada, numa tentativa de esconder que Cmara e Senado efetivamente armaram com o Planalto a aprovao de uma emenda que no existia e foi estrategicamente criada para favorecer a todos os polticos com caixa 2 nas campanhas, entre os quais se inclui o prprio Temer, ameaado de cassao justamente por esse motivo.

Para ocultar a crise do governo, a atrapalhada priso de Guido Mantega veio a ser providencial, porque ganhou as manchetes e dominou o noticirio. E assim a questo da anistia ficou tudo por isso mesmo, como se dizia antigamente. A nica manifestao poltica do Planalto, nesta quinta-feira, foi uma nota oficial sobre a adiada escolha do porta-voz.

UM DELES MENTIU – O fato que um dos dois mentiu Geddel ou Temer. E isso torna ainda mais intrigante a autoria da fraude na proposta de anistia, que entrou sub-repticiamente na pauta da Cmara nesta segunda-feira. A manobra s ia funcionar porque o suposto autor, Rgis de Oliveira, nem est mais na poltica. E no seu projeto, apresentado em 2007, no constava a concesso de anistia.

Para ser aceita e tramitar no Congresso, qualquer proposta, moo, projeto, solicitao, emenda etc. precisa ter indicao de autoria, seja individual, conjunta (dois ou mais parlamentares) ou coletiva (bancadas ou partidos). Neste caso especfico, at agora no foi revelada a autoria da emenda ou do substitutivo proposio do ento deputado Rgis Oliveira, que desembargador aposentado do Tribunal de So Paulo e est querendo saber quem foi o autor da “sacanagem”, assim classificada por ele.

TODOS MENTEM – Sem medo de errar, pode-se dizer que o presidente da Cmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), est diretamente envolvido. Ele tambm mentiu, ao atribuir a deciso exclusivamente s lideranas partidrias. Mas o primeiro-secretrio da Mesa, Beto Mansur (PRB-SP), que presidiu a inslita sesso, logo entregou Rodrigo Maia, ao revelar que a pauta das sesses sempre determinada pela presidncia da Cmara.

Todos mentem, mas j se sabe que o lder do governo, deputado Andr Moura (PSD-SE) e Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, esto envolvidos, juntamente com lideranas do PSDB, PMDB, DEM, PP, PT e PCdoB, entre outros partidos.

A VERDADE LIBERTA – A anistia, que beneficiaria envolvidos na Lava Jato, s foi retirada de pauta aps presso de uma minoria de deputados que estavam na Cmara na noite desta segunda-feira, dia 19, liderados por Miro Teixeira (Rede-RJ), Ivan Valente (PSOL-SP) e Esperidio Amin (DEM-SC).

A verdade ser logo conhecida. E as alternativas so as seguintes: 1) Como Lula e Dilma, Temer tambm no sabia de nada. 2) O presidente refm dos caciques do PMDB, que no caso da anistia esto aliados aos chefes de todos os partidos investigados por fazerem caixa 2 nas campanhas. 3) Temer est participando da trama para abafar a Lava Jato, como principal beneficirio da anistia aos crimes eleitorais.

Como dizia Abraham Lincoln, ningum consegue enganar a todos, o tempo todo. Lula gosta de citar o grande presidente dos EUA, disse at que leu a biografia dele, mas era conversa fiada. Foi apanhado na mentira porque citou um episdio na sala do “telex” (era telgrafo) que no existia no livro, a cena foi criada pelo roteirista do filme de Spielberg. Lula jamais leu um livro, e antigamente at se orgulhava disso.

7 thoughts on “Um dos dois (Geddel ou Temer) mentiu sobre a manobra para “anistiar” caixa 2

  1. Caro Newton, assino em baixo, a falta de carter dos “Presidentes”, que aprenderam com Lula, eu no sabia, ou no participei, monumental, so maestros da podrido dos 3 poderes, cada vez mais afundam o Pas nesse oceano de lama.
    S nos resta recorrer a Deus, ao stf, ltima instncia de justia, seus membros a estupram e vilipendiam, chego a triste concluso:estamos no mato sem cachorro, e continuamos roubados nos Direitos da Cidadania.
    A essa podrido, hipocritamente chamam Democracia Republicana, chamo Democradura.
    H uma Justia, que faz Justia, e todos ns prestaremos contas de nossas obras, a Divina.

Deixe um comentário para Peter Taranenko Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.