Um grande país não merece “um governo de merda”

Carlos Newton

A impressão que se tem, diante das estatísticas e das previsões, é de que o Brasil vai demorar a sair dessa situação a que foi conduzido pela irresponsabilidade dos governos da coudelaria Lula Rousseff. Esta semana, o próprio presidente do PT, Rui Falcão, em discurso perante cerca de 150 petistas, não teve dúvidas em afirmar que é “um governo de merda”, ratificando o que praticamente todos os brasileiros sentem.

Realmente, para conseguir desestabilizar um país com as condições do Brasil, é preciso ser um governo muito ordinário, no mau sentido. Quinto maior em território, sexto em população, sétimo em economia, possuindo riquíssimas reservas minerais, as mais extensas terras agricultáveis do planeta e condições ideais de luminosidade, a maior reserva de água potável, com amplas possibilidades de geração de energia limpa e irrigação, uma indústria muito diversificada e capaz de gerar tecnologia, realmente pode-se dizer que não há outra nação com o mesmo potencial.

O que faz a diferença, sem a menor dúvida, é que existem hoje muitos países com administrações bem mais eficientes, com governos interessados no bem comum, ou seja, o contrário do que ocorre no Brasil.

UM VELHO DITADO

No século passado, havia um velho ditado que ridicularizava a incompetência dos governantes brasileiros: “O Brasil cresce à noite, quando os políticos estão dormindo e não conseguem atrapalhar”. Este é o ponto. O potencial do país é tamanho que o governo nem precisa administrar direito, basta não criar obstáculos. Mas nem mesmo isso conseguimos.

Os artigos do geólogo Pedro Jacobi sobre a crise da mineração, publicados nos últimos dias aqui na Tribuna da Internet, mostram a que ponto chegamos. O então ministro Edison Lobão, ao gerir o estratégico setor, atrapalhou tanto a iniciativa privada que praticamente inviabilizou todos os segmentos (pesquisa, sondagem, laboratório e lavra), sem os quais a mineração não prospera.

Os sucessivos desgovernos conseguiram também atrapalhar a indústria, com uma política suicida de valorização artificial do real, acompanhada de uma exagerada abertura às importações, provocando o fechamento de fábricas e a redução de postos de trabalho da mão de obra especializada. Uma estratégia verdadeiramente suicida.

O PIOR É A CORRUPÇÃO

A corrupção na Petrobras, nas outras estatais, nos Fundos de Pensão, no BNDES, no chamado Sistema S e nos ministérios, compondo o sinistro esquema criado para perpetuar no poder a grife Lula Rousseff, é um filme de terror que mais parece um nunca-acabar e arrasa o prestígio do país no exterior.

Em meio a esse quadro de queda dos investimentos, o governo do PT se esmera num setor em que se mostrou imbatível – a maquiagem dos números da economia e as consequentes pedaladas de final de ano, postergando o pagamento de despesas correntes, iniciativa que desmoraliza inteiramente a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Do alto de sua arrogância e prepotência, a inexperiente e patética Sra. Dilma Vana Rousseff conseguiu o que na História do Brasil nenhum outro governante (ou governanta, no caso) jamais alcançou, nem mesmo nos tempos da macroinflação. Ela simplesmente nos atrapalhou tanto que parou o país e enfraqueceu o bem mais precioso de uma nação – a esperança.

Em meio ao caos administrativo, dona Dilma continua lá na Ilha da Fantasia, sentada à mesa presidencial e se comportando como se estivesse num salão de cabeleireiros. Finge que governa, enquanto nós fingimos que somos governados. Deveria mudar de ramo. Seria uma grande atriz para novelas da TV, teatro e cinema. Afinal, ninguém consegue fazer caras e bocas como ela. Com toda certeza, ganharia pelo menos o Oscar de coadjuvante.

22 thoughts on “Um grande país não merece “um governo de merda”

  1. Parabéns pelo texto Newton. Se o governo ao menos não atrapalhasse já seria ótimo. Eu estimo em três gerações para recuperar o estrago, principalmente o ocasionado pelo materialismo dialético (Paulo Freire) na educação.

    • No campo social é daí para frente se considerarmos a continuidade do PT por mais quatro anos, Sr. Efrom.

      No campo econômico levará o mesmo tempo de permanência da gerentona no poder. Com esta mulher no comando não há solução.

        • O Banco Central, hoje de manhã, na divulgação do Relatório Trimestral de Inflação, ratificou a previsão que fizemos aqui na TI de que o Brasil iria mergulhar em recessão por pelo menos dois anos seguidos.

          É isso aí! Com a gerentona e o manteiga a economia afunda mesmo. Esgarçaram o poder de consumo do brasileiro, acabaram com a força da nossa demanda.

  2. Muitos países com administrações bem mais eficientes, não duvido. Mas, governos interessados no bem comum no mundo em que vivemos só em teoria. A menos que seja no bem comum de suas classes dominantes. Veja, por exemplo, os EUA. São eficientíssimos na administração da espionagem da vida alheia. Escutam e gravam até telefonemas da Dilma e da Merkel, afora o armazenamento de bilhões de chamadas interna e externamente. Mas, quando se trata de seus veteranos de guerra, a burocracia emperra e eles levam mais de dois meses para serem atendidos nos serviços médicos. As denúncias são constantes.

  3. e o Chico Soares diz, para esclarecimento geral,

    que, embora SEMPRE pensasse isto mesmo, não partiu dele a VERDADEIRA

    definição do NÃO-governo do PMP – partido do mensalão e do PeTrolão, o ex-p.t.,

    mas de um grande bundão ou bunda-mole: um “O.C.E.A.N.O de merda”.

  4. Caro Sr. Newton, parabéns. O Falcão, ave de rapina, demorou, mas… reconheceu que é “um governo de merda”, portanto não temos como o desmentir, pois, Preside o Partido que dá as cartas (GRANA) do “cofre público” alimentado pelos impostos escorchantes,
    Cara Srª ELIANA, quando em um entrevista Dª Dilma, disse que o Brasil, não estava no “mar de lama”, analisei, e cheguei a conclusão: realmente ela está certa, deixamos o mar de lama, e adentramos no “OCEANO DE LAMA, já atravessamos o Canal do Panamá, e estamos no PACIFICO (QUE É TURBULENTO), QUE O FALCÃO, AGORA COMPROVOU, ESTAMOS INDO FUNDO EM UM OCEANO DE MERDA.
    RUI BARBOSA, ESTÁ CERTO: TENHO VERGONHA DE MIM, EM SER HONESTO.

  5. Um país governado por gente incomptente só poderia chegar onde chegou. Na realidade o pt é carente de pessoas competentes. Os únicos que tinham alguma comptência já sairam deste partido há muito tempo, nele só ficaram a escória. Eles são carentes de massa cinzenta. Eles acharam que governar o Brasil seria igual a dirigir um sindicato com seu bando de pelegos e cachaceiros. Todos os que tem ou tiveram o controle do pt estão envolvidos em algo ilícito, portanto não podemos esperar muito desta corja.

  6. Adorei este artigo. É a foto fiel e sem retoques do “status” econômico que nós vivemos. Com todas as suas nuances, incluindo a desmoralização administrativa pelo descontrole de suas políticas.

    Eu só mudaria uma palavra em todo o texto: de macro-inflação para hiperinflação.

  7. E se continuar esta dupla, vai ser terra arrasada, estes dois tem que responder muita coisa, ainda conseguem estar blindados, a justiça perde toda credibilidade não pedindo investigação rigorosa, foram bilhões ceifados dos cofres públicos.

  8. Newton,
    Artigo irrepreensível.
    O título, impressionante.
    De fato, o Brasil não merecia um governo como identificou Rui Falcão, o presidente do PT, que dá a entender se sentir muito à vontade nesse mar de excrementos.
    Por outro lado, espero que a oposição guarde esta declaração para as eleições seguintes, de modo a lembrar os eleitores sobre a possibilidade de se continuar chafurdando na porcaria, se não tomar juízo.
    Importante também frisar, que Falcão soube com maestria definir os governos petistas, pois foi verdadeiro, apesar do fedor de suas palavras.

  9. Carlos Newton,

    excelente artigo, sem reparos.

    Porém, não devemos esquecer que o PRINCIPAL CULPADO É O LULA, que colocou uma maluca incapaz, prepotente e sem educação – que havia se mostrado incapaz de administrar uma loja de R$ 1,99 – para governar uma das maiores economias do mundo.

    O problema é que TODOS os brasileiros estão sendo convocados, mais uma vez, para pagar a conta de incompetentes e ladrões.

  10. Com seus eleitores e suas visões umbigóides, encontradas em todas as camadas sociais, este não é um grande país.
    É apenas potencialmente grande.
    Décadas de educação séria e muito “empalamento social” de dezenas de políticos ladrões. Sem pena exemplar e o consequente exemplo para as futuras gerações, nada mudará..
    É escolher entre tratamento de choque ou continuidade do caos já instalado.
    Leur Morale e la Notre. Não é esta cartilha que eles seguem?
    Então vamos seguir também.

  11. Caro Carlos Newton, acabo de ler seu artigo lúcido e robusto. O velho ditado de que o Brasil cresce a noite enquanto os políticos dormem, eu ouvi de amigos Paraguaios, na decada de 90 quando de uma de minhas palestras naquele Pais amigo. Creio que podemos criar um novo ditado, mas não me atrevo pensar nada melnhor do que a opinião do maior patrocinador deste governo que é o próprio PT, de que temos um governo de merda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *