Uma música e um poema, especialmente carinhosos, para saudar o Dia Internacional da Mulher

Mulher Maravilha - PSDB - Mulher | PSDB – Mulher

Charge reproduzida do Arquivo Google)

Paulo Peres
Poemas & Canções

O compositor carioca Carlos Alberto Ferreira Braga (1907-206), conhecido como Braguinha ou João de Barro, fez uma belíssima declaração de amor ao colocar letra no famoso choro “Carinhoso”, um dos maiores clássicos da MPB, composto por Pixinguinha.  “Carinhoso” foi gravado por Orlando Silva, em 1937, pela RCA Victor.

CARINHOSO
Pixinguinha e Braguinha

Meu coração, não sei por quê
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo,
Mas mesmo assim foges de mim.

Ah se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero.
E como é sincero o meu amor,
Eu sei que tu não fugirias mais de mim.

Vem, vem, vem, vem,
Vem sentir o calor dos lábios meus
A procura dos teus.
Vem matar essa paixão
Que me devora o coração
E só assim então serei feliz,
Bem feliz.

##########################

DIA INTERNACIONAL DA MULHER!
Paulo Peres

Quero parabenizá-la, dizendo que
não existe palavra capaz de definir,
peculiarmente, esta dádiva chamada
MULHER, maravilha infinita
que embeleza o cotidiano!…

4 thoughts on “Uma música e um poema, especialmente carinhosos, para saudar o Dia Internacional da Mulher

  1. Os hormônios masculinos, produzidos pela atração que leva o homem ao estado de incontrolável excitação, os torna loucos amantes e até agressivos assassinos.
    Escravo da dependência hormonal, o homem endeuzou a mulher e a fez objeto de adoração. A mulher, que ERA mais fraca, aceitava pacificamente o papel. Mas os tempos mudaram: a educação deu novo patamar á mulher: Em vez de leitora de romances Machadianos, a mulher tornou-se doutora, cientista, romancista, empreendedora, ditadora – tudo o que o homem já era. O resultado foi a igualdade tão sonhada e uma competição que já existe entre os dois sexos. O homem, em resposta, já criou a Real Doll para se encarregar da dependencia no sexo e ficar livre para o confronto no tocante ao resto. Alea Jacta Est! (ou, mais modernamente, lets roll the dice!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *