Uma poesia bem humorada de Kim Soares, que se derrama de amores pelo Brasil

Arquivos cachoeira - Hospedaria das Brisas

Um poema mineiro que destaca as belezas do nosso país

Paulo Peres
Poemas & Canções

A professora, contadora de estórias, declamadora, letrista e poeta mineira Terezinha da Silva Soares, conhecida como Kim Soares, no poema “Aqui, Acolá”, expõe suas impressões sobre nacionalidade, exalta qualidades brasileiras que, nem sempre, são notadas pelas pessoas. “Trata-se de um poema ativo que traz a ideia do movimento, da circulação e da comparação”, revela Kim.

AQUI, ACOLÁ
Kim Soares
Aqui tem curvas salientes
Aqui tem estradas quentes
Aqui tem rios afluentes
Acolá tem  patentes

Aqui tem São Francisco, Amazonas e Solimões
Acolá não sei que santo tem
Aqui tem ipê amarelo
Acolá tem sachês caramelo

Aqui tem nações guaranis
Sabe-se que lá tem os cherokees
Aqui tem saci, caboclo e lenda do boto
Além daqui tem mar revolto

Aqui tem noite de lua cheia
Acolá que lua tem?
Aqui tem gente habilidosa que vive como pode
Acolá se vive muito bem

Aqui tem estórias infantis
Acolá heróis voadores juvenis
Aqui tem brincadeira de roda
Acolá brincando você chora

Aqui tem Bonito o ano inteiro
Acolá é bonito uma vez ao ano
Aqui tem “Sertões Vereda”
Acolá furacões

Aqui tem Cataratas do Iguaçu
Acolá o Canal da Mancha
Aqui tem  arco-íris
Acolá tem aurora boreal

Aqui, tem Gregório, Tomás, Manuel, Cambada mineira, Marisa e  Vanessa
Também tem Raul, que a exemplo de Pompéia, estará sempre vivo
Tem Seixas que se dizia “Maluco Beleza”; mas também, contribuiu com suas ideias

Aqui tem tudo que mais prezo
Por isso digo: acolá posso até ir
Mas por causa destas bandeiras, daqui não me vou.

3 thoughts on “Uma poesia bem humorada de Kim Soares, que se derrama de amores pelo Brasil

  1. Aqui há miséria, analfabetos, fome, crime, corrupção – e muito ladrão; lá temos nossos irmãos, gente com brio e principios morais inegociáveis; lá tudo foi inventado: rádio, tv, internet, o AVIÃO!, lâmpada LED e o radar que descobre o inimigo e localiza o furacão. E além de tudo isso tem um povo valoroso, uma Justiça justa, uma cultura formidável com pop music, jazz, blues, heavy metal, hip hop, funk e até rock!
    Sem essa, meu irmão. Aceite a realidade, it is what it is: We are fucked up!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *