Uma toada de Edu Lobo e Cacaso

O professor, poeta e letrista mineiro Antônio Carlos de Brito (1944-1987), conhecido como Cacaso,na letra da música “Toada” explica que carrega um belo verso na lembrança, feito na infância, bem diferente de tudo que o esperava na vida futura. Música gravada por Edu Lobo no LP Limite das Águas, em 1976, pela Continental.
TOADA
Edu Lobo e Cacaso
Fiz um verso tão bonito
Que carrego na lembrança
Nunca mais eu vi o mundo
Com meus olhos de criança

Quis prender a quem amava
A corrente se quebrou
A esperança que eu guardava
Era pouca e se acabou

Não conheço mar bravio
Que me faça retornar
Não conheço nenhum rio
Que não corra para o mar

Rio abaixo, rio acima
Meu destino dá no mar
Eu que não sou marinheiro
Eu que nem sei navegar

 (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *