Valério recusa delação premiada e não vai depor novamente contra Lula e Palocci

A recusa de Valério aumenta o ceticismo em relação à investigação

Deu no O Tempo

O empresário Marcos Valério recusou a oferta de delação premiada no inquérito que investiga a suspeita de envolvimento do ex-presidente Lula e do ex-ministro Antonio Palocci com o mensalão.

Autor das acusações contra Lula e Palocci, Valério disse em depoimento, em abril, à Polícia Federal e ao Ministério Público, em Minas Gerais, que só aceitaria o acordo caso fosse beneficiado em todos os outros inquéritos criminais abertos contra ele. A delação é um instrumento legal que estimula acusados a colaborar em investigações em troca de benefícios que vão da redução da pena até o perdão judicial.

Com a recusa de Valério – condenado pelo Supremo Tribunal Federal a mais de 40 anos de prisão por operar o mensalão –, aumentou o ceticismo dos investigadores em relação ao desenrolar da apuração.

A investigação contra Lula e Palocci começou após Valério ter declarado ao Ministério Público, em setembro de 2012, que os dois negociaram com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, repasse de US$ 7 milhões ao PT. Essa é a primeira vez em que se investiga a possível participação de Lula no mensalão.

A tentativa de ouvir Valério em Minas foi a primeira iniciativa da delegada Andrea Pinho, a responsável na PF pelo inquérito.

DIFICULDADES

Os investigadores definiram a apuração como “difícil” devido ao longo tempo passado desde a suposta reunião e pelo fato de Valério recusar a delação. Ao prestar o depoimento em setembro, o empresário fez outras acusações, pediu proteção e disse estar disposto a aceitar a delação.

As negociações com o empresário não prosperaram porque, para o procurador geral da República, Roberto Gurgel, Valério queria apenas “melar o julgamento” do mensalão.

Ao ser ouvido em abril, ele não tirou a principal dúvida dos investigadores: quando exatamente teria acontecido a suposta reunião em que Lula, Palocci e Horta teriam tratado do repasse da Portugal Telecom ao PT.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGUma excelente notícia para Lula. Ao mesmo tempo, uma péssima notícia para Dilma Rousseff, que ficou tão abalada que resolveu parar a dieta. (C.N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

5 thoughts on “Valério recusa delação premiada e não vai depor novamente contra Lula e Palocci

  1. Marcos Valério se acertou para aliviar a barra de Lula

    Recebemos, agora a pouco, informação de gente importante ligada ao PT de que o empresário Marcos Valério teria se acertado com intermediário de Gilberto Carvalho, ministro de Dilma Rousseff, para não cooperar nas investigações contra o ex-presidente Lula.

    Além de valor em dinheiro, o acordo prevê facilitações para que sua estadia no “hotel” do Estado seja a menos desagradável possível, além de assessoria para livrá-lo do infortúnio o quanto antes.

    Razão pela qual Valério, como demonstrou hoje a FOLHA, recusou delação premiada, recuando do ímpeto ofensivo que apresentava anteriormente.

    É o PT mais uma vez agindo nos bastidores da corrupção, sempre se utilizando dos negociadores habituais.

    do blog do Paulinho

  2. Amigos do Blog,

    Este Blog não tem anunciantes nem patrocinadores. Para se manter, necessita de contribuições voluntárias, Não podemos deixar que o Blog pare de ser publicado.

    Faça sua contribuição nas seguintes contas:

    1) Em qualquer (Loteca) Caixa Econômica Federal (104); Agência -0211; Conta Corrente -323-4; Titular – Carlos Newton Leitão de Azevedo. CPF 100101497-91,

    2) No Banco Itaú; Agência 6136, Conta Corrente 12318-6; Titular – Carlos Newton Leitão de Azevedo. CPF 100101497-91.

    ESTE BLOG É LIVRE. CONTRIBUA PARA MANTÊ-LO LIVRE.

  3. Pelo jeito, o PT aprendeu, com os partidos da direita, a agir politicamente no próprio interesse. Que tal condenarmos todos os que agiram assim? Aposto que a oposição não concordará…

Deixe um comentário para Delmiro Gouveia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *