“Vão usar esse fato para atacar o Luciano Bivar e a Executiva”, admite Olímpio sobre a operação da PF

Olímpio diz que não acredita em conexão com disputa que se instalou

Matheus Leitão
G1

O líder do PSL no Senado, senador Major Olímpio (SP), admitiu que a ação da Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira, dia 15, na casa do deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente da legenda, potencializa a crise interna no partido.

“Se alguns parlamentares, se o próprio presidente [Jair Bolsonaro] é signatário de um documento pedindo prestações de contas e acontece essa busca e apreensão, logicamente potencializa a crise interna no partido. Vão usar esse fato para atacar o Luciano Bivar e a Executiva da legenda”, afirmou o senador.

LARANJAS – A Operação Guinhol da PF tenta avançar as investigações sobre o uso de candidaturas laranjas pelo PSL na eleição de 2018 com cumprimento de 9 mandados autorizados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

“Eu creio na isenção da Polícia Federal, da Justiça, e não acredito numa conexão entre a disputa que se instalou, devido a alguns parlamentares e o próprio presidente Bolsonaro, com esses fatos de hoje. Mas logicamente vão potencializar [a operação] para atacar o Luciano Bivar e a executiva do partido”, afirmou o parlamentar.

Major Olímpio afirma ser uma situação constrangedora, mas que em “nada abala o apoio” a Bivar na presidência do PSL.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Olímpio reconhece o agravamento da situação interna da legenda, mas ao mesmo tempo tenta amenizar o quadro. A verdade é que nos bastidores do PSL já se comenta que a operação contra Bivar será peça de reforço em relação às suspeitas de irregularidades do partido. Ontem, o senador clamou pela convergência dos interesses e do apoio a Bolsonaro, a quem se referiu como “nosso mito”. A questão é saber quantos caroços ainda se escondem sob esse angu. E se alguém vai ter que engoli-los a seco… (Marcelo Copelli)

One thought on ““Vão usar esse fato para atacar o Luciano Bivar e a Executiva”, admite Olímpio sobre a operação da PF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *