Vereadores de Belo Horizonte gastaram, em 2012, gasolina suficiente para dar 89 voltas ao redor da Terra

Rodrigo Freitas (O Tempo)

Se depender dos vereadores de Belo Horizonte, nenhuma região da cidade fica desassistida do chamado “trabalho de base”, feito em cada rincão do município. Levantamento feito pela reportagem no site da Câmara mostra que, em 2012, os 41 parlamentares da capital mineira gastaram R$ 858,7 mil de suas verbas indenizatórias apenas com combustíveis. Na prática, significa dizer que seria gasolina suficiente para que os vereadores percorressem 3,56 milhões de quilômetros – o equivalente a 89 voltas completas em torno da Terra.

O cálculo foi feito com base em carros abastecidos com  consumo de 11 quilômetros por litro de gasolina a preço médio de R$ 2,65. Cada vereador percorreu, em média, 86,9 mil km ao longo do ano de 2012. É como se cada um fosse 11 vezes da capital mineira à Cidade do México. Por mês, a média de rodagem é de 7.244 km – quilometragem mais que suficiente para uma viagem de ida e volta de Belo Horizonte a Rio Branco (AC). Por dia, foram, em média, 241 km percorridos – quase o suficiente para ir de BH até Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

O vereador Henrique Braga (PSDB) lidera o ranking dos mais gastadores de combustíveis. Foram R$ 35,9 mil literalmente queimados com gasolina em 2012. O montante é equivalente a 13,5 mil litros de combustível, que seriam suficientes para rodar 149 mil km. Pode-se considerar que o vereador deu o equivalente a 3,72 voltas no entorno do planeta.

Em seguida na lista dos que mais gastaram está Autair Gomes (PSC). Ele praticamente igualou os gastos de Braga, com R$ 35,1 mil utilizados de sua verba indenizatória para usar gasolina. Com o dinheiro, o vereador usou gasolina suficiente para percorrer 146 mil km ao longo de um ano. “Quem organiza a parte administrativa do meu mandato é meu chefe de gabinete. Mas posso adiantar que tomamos muito cuidado ao gastar dinheiro da verba indenizatória”, explica o parlamentar.

Na terceira posição do ranking feito pela reportagem está o vereador Leonardo Mattos (PV). O gabinete do parlamentar gastou, ao longo de 2012, R$ 33,8 mil com combustíveis. É o suficiente para rodar aproximadamente 140 mil km – distância correspondente a 155 viagens de ida e volta à cidade do Rio de Janeiro.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Vereadores de Belo Horizonte gastaram, em 2012, gasolina suficiente para dar 89 voltas ao redor da Terra

  1. Resta a pergunta:onde estão Min.Públicos e Tribunais de Contas.
    O Brasil em todas as áreas públicas, é corrupção irrestrita, e os figurantes, ainda se acham “ofendidos em sua moral e honra,virtudes que eles desconhecem, quando são acusados de corruptos.
    A parafernália da justiça, com as petições protelatórias, de que pode pagar bons advogados, é um achincalhe aos cidadãos de BEM.
    Rui e De Gaulle tem ampla razão.
    2014, Viva à corrupção!!!

  2. Corrupção e roubalheiras, com os dias contados?

    Quando o Governo resolver substituir todo o papel moeda existente, por dinheiro digital, via cartão de créditos pessoais, emitidos pelo Banco Central (semelhantes aos catões de bancos e cartões de créditos), a vida de bandido vai tornar-se muito complicada, ficará inviável: a velha e imbatível corrupção, sonegação de impostos, roubalheiras diversas, tráfico em geral, evasão de divisas, e outras mais. Só não faz isso porque não é de interesse das elites. Tecnologia já existe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *