Vettel domina a Fórmula 1, onde os brasileiros vão mal. Vamos ter de esperar por Pietro, neto de Emerson?

Carlos Newton

Ainda faltam quatro corridas neste ano, mas o alemão Sebastian Vettel, da RBR, confirmou a excelente fase e entrou neste domingo para o livro dos recordes como o bicampeão mais jovem da história da Fórmula 1, após ficar em terceiro no GP do Japão. A corrida foi vencida por Jenson Button, da McLaren, seguido pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.

Vettel, que saiu na pole position pela décima-segunda vez na temporada, precisava de apenas um ponto em Suzuka para vencer o campeonato por antecipação. “Muito obrigado a cada um de vocês” – disse ele pelo rádio da escuderia, com a voz emocionada ao ser informado de que era o novo campeão de 2011.

O alemão de 24 anos é o número um do mundo e o nono piloto a ganhar dois campeonatos consecutivos, subindo ao pódio 14 vezes em 15 corridas neste ano.

O Brasil, como todos sabem, vai mal na Formula 1. Este domingo, Massa foi o sétimo, Bruno Senna, décimo-sexto, e Rubens Barrichello, décimo-sétimo.

Ao que parece, vamos ter de esperar pelo amadurecimento de Pietro Fittipaldi, neto de Emerson, que no final de setembro fez história ao ganhar o título na Limited Late Model, categoria satélite da Nascar (Fórmula Indy), nos Estados Unidos.

No Hickory Motor Speedway, em Charlotte, nos Estados Unidos, o brasileiro chegou no nono lugar e garantiu sua primeira conquista. De âmbito regional, o campeonato foi o primeiro conquistado por um brasileiro.

Vencedor de quatro etapas na temporada, Pietro Fittipaldi poderia chegar até na 12ª colocação para garantir o título, por isso adotou uma estratégia para não se comprometer, e fez a festa ao final da prova, acompanhado pelo avô Emerson. Quem venceu a corrida foi Landon Huffman, que superou o segundo colocado por milésimos de segundo.

Será que vamos ter de esperar por Pietro? Ele está apenas com 15 anos. Até chegar à Fórmula 1, ainda tem muita pista pela frente. Vai acelerar muito.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *