VEXAME! Dois milhões de trabalhadores esperam desde novembro para se aposentar

Imagem relacionada

Charge do Erasmo (Arquivo Google)

Pedro do Coutto

Geralda Doca, reportagem de O Globo de ontem, revela que dois milhões de pedidos de aposentadoria estão aguardando desde novembro a concessão desse direito pelo INSS. Geralda Doca acentua que o governo está pensando montar uma força tarefa para acelerar os processos. Do total de dois milhões de pessoas, um milhão e quatrocentos e oitenta e nove mil são trabalhadores e trabalhadoras que requereram a concessão, enquanto cerca de 500 mil pediram o benefício de prestação continuada.

Por coincidência, em novembro, entrou em vigor a reforma da Previdência e na minha opinião, criou dúvidas sobre a computação do tempo de serviço com a idade de cada um.

INTERPRETAÇÃO – Esse problema está exigindo uma complementação mais clara sobre a passagem dos autores dos requerimentos para a inatividade. Assim, o problema é mais de interpretação do que reforço de pessoal capacitado para solucionar as aposentadorias requeridas.

Inclusive a concessão das aposentadorias sempre foi feita normalmente. Por que então essa dificuldade que inquieta todos aqueles que completaram as exigências legais? Não haveria necessidade, portanto, de uma nova força-tarefa.

Mas é verdade que o ritmo dos requerimentos aumentou pois os segurados passaram a temer pela plena realização de seus direitos.

SEM EXPLICAÇÃO – Poderia, por hipótese, ocorrer um atraso nas concessões, porém o que se constata, com base na reportagem, é que desde novembro os despachos estão em zero e tal fenômeno não encontra explicação lógica.

E a tendência é aumentar os pedidos de aposentadoria, porque os celetistas aproveitam o requerimento também para esclarecer as dúvidas, uma vez que o texto da reforma da Previdência necessita explicações claras. Isso porque as situações anteriores a novembro de 2019 possuem direito com base na legislação anterior.

DESPESA E RECEITA – Um aspecto importante envolvendo um milhão e quatrocentos e oitenta e nove mil segurados vai se refletir diretamente tanto da despesa quanto na receita do INSS.

Os técnicos do ministério da Economia nunca tocam nesse ponto. Mas ele existe e seus reflexos são muito grandes porque aposentados deixam de recolher sua parte e também desaparece a parte dos empregadores. Portanto, cresce a despesa e diminui a arrecadação previdenciária.

14 thoughts on “VEXAME! Dois milhões de trabalhadores esperam desde novembro para se aposentar

  1. Existe uma explicação lógica sim. Desde o governo fhc existe um processo de desmonte do serviço público. Uma grande parte dos funcionários públicos estão se aposentando e não esta havendo reposição.

  2. Mais outra do FHC que detonou os pagadores de impostos (Povo) e privilegiou alguns apaniguados e outros criminosos:
    Foi FHC quem criou a Bolsa Ditadura ou Bolsa Terrorista, benefício imoral dado a ex-bandidos e ex-terroristas dos anos 60 e 70?

    Sabia que FHC foi o primeiro a receber este benefício, mesmo tendo ficado apenas algumas horas preso (acusado de subversão e conspiração contra o regime) no DOPS nos anos 60?

    Você sabia que aproximadamente 20 mil anistiados recebem a “Bolsa Ditadura”? Entre eles; Lula, Dilma, Fernando Henrique, Zé Dirceu, José Genuíno, Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Marieta Severo, Miriam Leitão e muitos outros recebem o benefício mensalmente e são isentos de pagar Imposto de Renda. Sendo que desses 20 mil, 10 mil recebem indenizações mensais acima do teto constitucional (R$ 33.763,00).

    Além desse benefício, o Lula, a Dilma e o Fernando Henrique, recebem também a aposentadoria como ex-presidentes que é: R$ 30.471,00. Essa esquerda maldita tira dos cofres públicos mensalmente a bagatela de R$ 365 milhões, R$ 4,38 bilhões por ano, pagos por nós, otários!

    O governo Bolsonaro já mandou auditar o benefício e pode acabar com essa farra. Por isto é que eles estão desesperados com receio de perderem esta mamata. Vamos compartilhar essa festança com dinheiro público para que todos saibam.

  3. Bom dia Jorge.
    Quando o famigeradohc implementou a criação das agencias, eu tinha a certeza que seria curral para apaniguados li inclusive na TI impressa em artigo do jornalista Hélio Fernandes.
    O problema é que mesmo com nossas certezas; eles vão atropelando e conseguindo cada vez mais miserabilizar este pais.
    Mas, fique tranquilo pois precisa vir primeiro o Escândalo; mas, ai daquele por quem o Escândalo tiver vindo; está nas Escrituras.

  4. Desde de novembro nao sao liberadas?
    Caramba? Onde o vexame?
    Alem do numero alto de petição, coisa que o artigo nao traz, (por malandragem) ainda e o tempo de ferias e das festividades de fim de ano. Um mês de espera e ja estao rodando a baiana!!!

    • A questão não está no prazo, mas na quantidade de prejudicados.
      FHC agiu como hoje age Boçalnaro e deixou a herança que hoje os arautos das falsas melhorias criticam.
      Há muito mais informações relevantes neste artigo do que as brechas para sofismar a irrealidade.
      Torçamos todos pela recuperação, desenvolvimento e o progresso do País, porém sem a irascível defesa do indefensável.

  5. Caramba gente o problema está evidenciado,não adianta jogar pedra em árvore que não está dando fruto.
    Claro que realizar uma síntese do problema é importante, mas precisamos encontrar um meio de solucionar o problema.
    Ontem segundo uma reportagem o presidente do INSS disse que até março irá regularizar a situação.
    Mas tem centenas e centenas de pedidos de benefícos que se enquadram no perfil que estão emperrados e a culpabilização sempre vem do sistema ou do usuário, quando será que irão assumir que o erro também está deles.
    Ninguém está pedindo nada para o governo é um direito que está garantido em lei, muitas mulheres com licença maternidade estão passando necessidade por não receber o auxilio. Outros pedidos como BPC,auxílio doença,acidente de trabalho estão todos parados.
    A questão não é defender esse ou aquele, mas garantir o estado mínimo daqueles que estão necessitando de tal ajuda.
    E cabe urgente a reestruturação da máquina e o sistema para que atenda toda a demanda existente, senão o caos irá se estender país adentro.

  6. É cada dia mais vergonhoso o jornalismo que se pratica no país. As aposentadorias sempre tiveram um trâmite burocrático de seis meses ou mais. E o cara tem a coragem de falar que dois meses é um vexame. Jornalismo porco.

  7. Eu me aposentei em 2015, ao completar 65 anos de idade.

    Encaminhei a papelada em setembro, e só fui receber em março do ano seguinte, seis meses após, o meu dinheiro,

    Portanto, o governo de Dilma atrasava a efetivação da aposentadoria, que era em decorrência das solicitações e pouco pessoal no INSS trabalhando.

    Se Bolsonaro está levando 4 meses para iniciar o pagamento, significa dois a menos que o PT.

    EVIDENTE que essa espera não deveria ocorrer, pois maus tratos aos que querem se aposentar, desprezo, desdém.
    No entanto, lembro que só acontece conosco esses problemas, menos com as castas e as elites ou a gentalha do PT!

    Lembram quando Cardozo, à época ministro da Justiça de Dilma, concedeu a aposentadoria ao ladrão Zé Dirceu?
    Ele achava “justo”, que o tempo contado no exílio pelo safado-mor, valesse como se estivesse trabalhado!!!!
    E embolsou o teto máximo!!!!
    Quantos petistas que se beneficiaram dessas regalias, enquanto o povo aguardava até seis meses para receber o que tinha de direito, E NÃO DOADO COMO FEZ Cardozo, pestinha, quero dizer petistinha, com outros correligionários!

    • O Bolsonaro (além de ser cercado de Ministros) em dezembro foi pra Bahia, em janeiro pro Guarujá. A Dilma fazia tudo sozinha: Cuidava do INSS, era a “gerontona” da economia, administrava os lucros da compra da “ruivinha”, e ainda estocava vento. Só não colocou o lula no esquema (ministério), porque o Moro gritou “pega ladrão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *