Video comprova que não foi o PM, pois quem jogou o coquetel molotov usava uma calça mais escura


O PM acusado (de camiseta preta)  usa um calça quase branca

A calça usada pelo vândalo é bem mais escura

Carlos Newton

A cópia do vídeo da PM enviada pelo comentarista Tiago Teizokurei coloca uma pedra na denúncia de que um dos PMs infiltrados lançara um coquetel molotov sobre a tropa de choque.

Esta cópia tem muito melhor qualidade e nela pode se ver, claramente, que o homem que lançou o coquetel molotov usava uma calça jeans um pouco mais escura, enquanto o soldado da PM que é acusado vestia uma calça muito clara, quase branca.

A camiseta realmente era parecida e os dois usavam relógios com pulseira preta. Mas as semelhanças param por aí, pois a cor das calças é totalmente diversa. Confiram, por favor:

http://web.archive.org/web/20130723001001/http:/www.youtube.com/watch?v=urRMDLpkYlI&gl=US&hl=en

O comentarista Tiago Teizokurei já enviou o vídeo ao Ministério Público.

E BRUNO ERA INOCENTE

O estudante Bruno foi atacado, recebeu um choque elétrico quando já estava subjugado, arrastado pelo chão até a viatura que o levou à 9ª Delegacia Policial. Iria ser indiciado e responderia a inquérito, acusado de ter atirado o coquetel molotov, mas acabou sendo inocentado pelos vídeos que a Polícia examinou.

Os soldados que covardemente o atacaram e levaram desfalecido para a delegacia (um deles era um dos PMs infiltrados), deveriam ser identificados e severamente punidos, mas todos sabem que isso não irá acontecer. Eles o pegaram porque estava liderando a manifestação, ameaçando invadir o palácio e debochando da tropa de choque, conforme fica demonstrado nos vídeos encaminhados aqui ao Blog da Tribuna. Esta é a verdade. E ninguém será punido.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

16 thoughts on “Video comprova que não foi o PM, pois quem jogou o coquetel molotov usava uma calça mais escura

  1. P.S. Não precisa publicar esse comentário.

    Desculpe, mas estás mais uma vez equivocado. A calça está mais escura por conta da falta de iluminação. Na hora que ele acende o coquetel molotov e roda, dá pra ver que é uma calça jeans clara, por conta da luz do fogo.

    • Desculpe, Daniel, mas ao contrário. Na hora que ele acende a tocha, a luz do fogo é que clareia a calça. Assim que ele atira o coquetel, dá para ver que a calça é bem mais escura do que a do PM, que é quase branca.

      Abs.

      CN

  2. FATO 1- INCONTESTÁVEL. No próprio vídeo identifica INDIVIDUO trajando Camisa ESCURA com estampa na frente e calça tipo jeans de cor CLARA , observem a diferença na própria roupa do indivíduo do que é escuro e claro. tempo 30 segundos à 33 segundos

    FATO 2- INCONTESTÁVEL. É A IDENTIFICAÇÃO aqui https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc3/971867_674576255905145_1650746217_n.jpg

    FATO 3- O Estudante Bruno estava trajando Jaqueta ESCURA de manga comprida, e calça do tipo jeans de cor ESCURA. Obs: Quem lançou estava de camisa de manga CURTAS.

    FATO 4- Se a função é investigar… o que fazia com aquela mochila?, o que continha no seu interior ? e naquelas circunstâncias, visto que o ” suspeito ” não continha NENHUMA PROVA em mãos para o FLAGRANTE????

    ….”Não há uma verdade única. Há uma verdade por dia, ou pior ainda, mais complicado: uma verdade por hora, as vezes até mil verdades num minuto e quiçá por segundos “

  3. Carlos Newton, você desistiu de basear sua defesa nas camisetas e agora passou pra tonalidade da calça?

    É complicado você querer comparar uma tonalidade da calça comparando um vídeo de baixa definição (da segunda imagem deste post) com um outro em alta definição (da primeira imagem deste post). Apesar de este vídeo que você postou agora com o indivíduo arremessando o molotov ter uma melhor definição se comparado com outro que vimos anteriormente, ainda assim é um vídeo de menor qualidade. Além da diferença de definição dos vídeos, outros fatores podem influenciar nesta percepção de tonalidade das calças, como a luminosidade no local da gravação.

    O que pude ver deste vídeo foi que o indivíduo que arremessa o molotov estava de camiseta escura com estampa central e calça clara. Aqui uma imagem descrevendo o que vi:
    http://imageshack.us/a/img834/112/jgio.jpg

    O que mais me admira nisso tudo é você insistir em veementemente afirmar que o indivíduo que arremessou o molotov não ser um dos policiais. Você nem ao menos permite a dúvida. É sempre categórico em afirmar não ser o policial. Em outra postagem sua, inclusive estava equivocado ao formular sua defesa baseando-se na camiseta de um policial que não era o suspeito.

    Agora você quer comparar tonalidade de calça um pouco mais clara ou mais escura comparando vídeos diferentes, gravados com câmeras diferentes, com resolução diferente, em locais diferentes.

  4. O que é apresentado nesta matéria não procede. Os dois vídeos têm características de qualidade, cor e exposições (quanto à luminosidade) diferentes. Falar que a calça da pessoa que lançou o Molotov é mais escura é uma piada. Veja o quadro aos 00:30 segundo, a calça aparece tão clara quanto. Depois a câmera escureceu automaticamente a imagem por ter mudado de posição e enquadrado um ambiente de mais luminosidade. Afinal estão aqui querendo irresponsavelmente com esta análise ridícula enganar a quem?

  5. Estes vídeos já deram o que tinham que dar e não há nenhunha conclusão clara. muitas contradições que não vão chegar a lugar nenhum. Deixemos o fato para a perícia, o que certamento não irá acontecer. então fica o dito pelo não dito. e fim de papo!

  6. Tem até agente da Abin infiltrado nas manifestações promovendo quebra-quebra. E o Carlos Newton achando impossível que policiais infiltrados promovam vandalismo.

    Agente da Abin e mulher foram presos participando de quebra-quebra
    Presos pela Polícia Militar sem documentos na madrugada de 18 de julho no Leblon, palco de uma das mais violentas manifestações do Rio, perto da residência do governador Sérgio Cabral.
    Link: http://oglobo.globo.com/rio/agente-da-abin-mulher-foram-presos-participando-de-quebra-quebra-9171662

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *