Voto de Gilmar Mendes significa uma declaração de guerra à Lava Jato

Resultado de imagem para gilma mendes

Gilmar Mendes ridicularizou os procuradores

Carlos Newton

A sustentação do voto decisivo na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, proferido pelo ministro Gilmar Mendes, mostra que sua justificativa para libertar o réu José Dirceu não foi apenas uma decisão técnica e jurídica, mas também uma decisão de ordem pessoal, para dar “uma lição” aos jovens procuradores. Há vários meses Mendes vinha dando sucessivas declarações contra a Lava Jato e as prisões preventivas, quebrando a regra de que juiz só fala nos autos. Aliás, o ministro do STF tem demonstrado que não gosta de regras e desrespeita abertamente até o Código de Processo Civil, ao não se declarar suspeito para julgar réus e indiciados com os quais desfruta de amizade pessoal ou são defendidos pelo escritório em que trabalha sua cônjuge, como Michel Temer, Aécio Neves e Eike Batista.

O ministro Dias Toffoli também pouco se importa com o Código, pois foi capaz de libertar Paulo Bernardo, com que mantém relações de amizade, e nesta terça-feira votou pela libertação de José Dirceu, também seu velho e fraterno amigo. E o terceiro voto a favor de Dirceu foi de Ricardo Lewandowski, que também é amigo de Dirceu. Ou seja, na forma da lei, a votação teria sido 2 a 1 para manter a prisão de Dirceu, pois Toffoli e Lewandowski teriam de se declarar impedidos, mas a acusação (Ministério Público Federal) “esquecer” de arguir a necessária suspeição dos dois ministros.

###
“UMA BRINCADEIRA JUVENIL”
Deu no Correio Braziliense

Em seu voto, o ministro Gilmar Mendes criticou duramente a força-tarefa do Ministério Público Federal do Paraná, que conduz os processos da Lava-Jato na primeira instância, por ter apresentado uma nova denúncia contra o ex-ministro petista justo no dia em que o pedido de liberdade feito pela defesa seria analisado na Segunda Turma do STF.

“A imprensa publica que as razões que os valorosos procuradores de Curitiba dão para a data de hoje é porque nós julgaríamos o habeas corpus hoje, ministro Fachin. Já foi dito da tribuna pelo advogado de defesa, Roberto Podval. Se nós devêssemos ceder a este tipo de pressão, quase que uma brincadeira juvenil, são jovens que não têm a experiência institucional nem vivência institucional, então eles fazem esse tipo de brincadeira… Se nós cedêssemos a esse tipo de pressão, nós deixaríamos, ministro Lewandowski, de ser ‘supremos’. Nem um juiz passaria a ser ‘supremo’. Seriam os procuradores. Quanta falta de responsabilidade em relação ao Estado de Direito. O Estado de Direito é aquele em que não há soberanos, todos estão submetidos à lei”, afirmou Gilmar Mendes.

MISSÃO INSTITUCIONAL – “Não se pode imaginar que se pode constranger o Supremo Tribunal Federal, porque esta Corte tem uma história mais do que centenária. Ela cresce neste momento. Esta é a sua missão institucional”, continuou o ministro, no meio do seu próprio voto a favor da concessão de liberdade a José Dirceu, preso preventivamente desde agosto de 2015.

Gilmar Mendes acrescentou que a decisão de soltar o ex-ministro, ao contrariar a manifestação do Ministério Público Federal do Paraná, seria uma “lição a pessoas que têm compreensão equivocada do seu papel”.

LIÇÃO AO BRASIL – “Creio que hoje o tribunal está dando uma lição ao Brasil. A pessoas que têm compreensão equivocada do seu papel. Não cabe a procurador da República pressionar, e não cabe a ninguém pressionar o Supremo Tribunal Federal. É preciso respeitar as linhas básicas do Estado de Direito. Quando nós quebramos isto, nós estamos semeando o viés autoritário, é preciso ter cuidado com esse tipo de prática”, afirmou, acrescentando:

“Evidentemente essa acusação já estava sendo elaborada, amadurecida, prova disso é que foram colhidos depoimentos em 2016, expedidos ofícios com o objetivo de alcançar informações. É uma acusação que amadureceu, estava para ser oferecida e em razão da análise, pelo Supremo Tribunal Federal, de um habeas corpus referente a José Dirceu, houve a precipitação com o objetivo de trazer à tona informações que são relevantes, que são pertinentes e que podem ser, ou não, consideradas pelo Supremo Tribunal Federal dentro da ampla independência que goza aquele tribunal.”

41 thoughts on “Voto de Gilmar Mendes significa uma declaração de guerra à Lava Jato

  1. Concordo com o artigo e digo ainda:
    Mendes tenta desqualificar, diminuir o MPF com argumentos autoritário, meritocráticos (no sentido burocrático).
    Mendes não tem noção, não tem consciência de o quanto seu “modus operandi” está danificado pela tendência partidária. Mendes perdeu a capacidade de discernir entre aquilo que é do reino da ética jurídica daquilo que é da ordem do interesse político.
    Mendes não tem limite…irá até o fim com suas provocações para manter o status quo de seus pares, e dele mesmo!
    não vejo isso com pessimismo, vejo como uma porta que se abra e escancara todo um cenário de sujeira, corrupção, promiscuidade pública permeada por jogos de interesses escusos.
    Que a porta seja escancarada! Ao menos a Lava Jato possibilita que essa porta seja aberta! Isso ninguém poderá impedir, nem os políticos corruptos e nem o judiciário corrompido!!!

    • Cara Silvia, assino tua idignação, Gilmar passeia pelo mundo com nosso dinheiro, sua atitudes, o torna um Amoral, e desqualifica o STF, para srf, com sinistros, a 2ª turma, só se salva o Ministro Fachin, o resto é o resto, São Almas trevosas, a estuprar e vilipendiar a Srª Justiça. Brasília, está sede de quadrilhas hediondas.
      A Presidente vem escorregando na maionese, não cumpre suas palavras de posse. Os 3 poderes, estão podres, Temer, com o congresso, estão transformando o Brasil em grande Senzala, com 220 milhões de escravos, e mil amos.
      Estou com Rui Barbosa: tenho vergonha de mim em ser honesto, em meus 88 anos de Cidadania Consciente, que prestará contas à Deus, nunca vi tanta podridão, Dirceu super condenado por crimes hediondos, com sua caneta metralhadora, com proteção do Gilmar. já tem garantido o “Ranger de dentes” pós Túmulo, destino de todos nós.
      Que Deus nos ajude a sair desse lamaçal, pacificamente.

      • Bom dia Théo,
        a situação do país é tão tenebrosa que parece irreal. Como se vivêssemos um filme de terror ou um pesadelo interminável.
        Precisamos ver alguma luz no fim do túmulo. Eu vejo. não a curto prazo. Ainda vamos amargar esse sofrimento para “expurgar” toda essa podridão.
        Confio na Lava Jato. Sabíamos que esse momento chegaria. Apesar da contexto, vamos torcer para que o melhor e mais justo prevaleça!
        Lembro de um filósofo Marcuse para quem “A esperança está nos desesperançados”.
        Grande abraço.

  2. Afinal, definiu-se garbosamente a primeira célula bolivariana do Brasil: STF; fiéis colaboradores da camarilha que infesta a combalida nação.Tenho dito, sempre: depois que a lava-jato feriu o PSDB, o beiço-murcho caprichou na disputa de quem é o mais picareta da corte.

  3. Voto de Gilmar Mendes significa que o CRIADOR de toda tragedia moderna pós-ditadura brasileira, Zé Dirceu, pode sair da cadeia.

    Significa que, em BANÃNIA somos todos uns BANANAS, acomodados, vivendo a BRASILDA e sequimos subalternos de BAGRES, COBRAS e Lacraias….

  4. Pela democracia, o mal está governando o Brasil, quer dizer, destruindo-o.
    Sem uma INTERVENÇÃO MILITAR URGENTE, FEROZ E MILIMÉTRICA, iremos até o mais amargo fim.
    Todos que defendemos a LAVA JATO e o juiz SÉRGIO MORO precisamos, AINDA QUE EXCEPCIONALMENTE, defender a intervenção militar.
    CHEGA! CHEGA! CHEGA! CHEGA!
    Canalhas, vagabundos, imorais e apodrecidos, vocês podem esperar que haveremos de tirá-los todos, pela orelha, do leme de nosso país!

  5. Curioso, Gilmar Mendes que já foi visto como um dos heróis nacionais recebendo essa enxurrada críticas? Um caso que merece reflexão…

    • A enxurrada de críticas se deve ao fato de que ele está agora sendo coerente (ainda que no mau sentido), pois “Pau que dá em Tião dá em Sebastião”. Fez média com Aécio (PSDB) e agora faz com o PT (J Dirceu).

    • Alex,
      nunca vi Mendes como herói nacional. Encaro o STF em seu conjunto. Os ministros não mantêm regularidade em suas decisões. Intercalam sentenças impopulares. Isso está muito claro. Toffoli passou um bom tempo sob a capa do “petista coerente”. O STF precisa se manter e para isso se articula internamente. Mendes foi “coerente” por um tempo conforme seus interesses.
      Acontece que o momento exige atender aos critérios do grande acordão que envolve o judiciário e o legislativo (orquestrado pelo governo Temer”. Todos os corruptos (independente do partido) estão juntos! É uma missão “salve-se quem puder”: um por todos e todos por um! estão dispostos a tudo!
      Só não enxerga a efetivação desse acordão quem está cego (sei que você não está).
      Mendes é parte do acordão, assim como a maioria dos ministros.
      O que, infelizmente, passa concretamente o recibo de que os Supremo pode estar implicado na Lava Jato.
      Só há uma saída para o MPF, abrir a caixa preta das investigações que envolvem o judiciário! Isso será o caos, se é que é possível ficar pior. Mas, eles estão dispostos ao tudo ou nada, obrigando o MPF a lançar as cartas da manga; terá de tomar decisões radicais.

      • Não vão jogar o STF no ventilador, Sílvia. A jogada de mestre é exatamente essa: “não atacamos o Supremo e eles nos ajudam mais tarde em um acordão”.
        Lembremos de Daniel Dantas, que disse: “Tenho medo do juiz de 1ª instância, pois lá em cima (STF) eu resolvo”.

        • Pode ser!
          mas o que importa é que “o rei está nu”…só isso já compensa em um país recordista em corrupção e vilipendio ao bem público.
          Caberá agora ao MPF matar ou não a Lava Jato. Suas decisões referentes ao judiciário vão dar o tom dessa orquestra fúnebre.
          O “Réquiem para um pais” dependerá da coragem e valentia dos membros da Lava Jato. Há um limite de autopreservação, mas nada é impossível! Não apareceu um Moro quando estávamos descrentes das instituições??Vamos aguardar.

    • Só foi visto como herói pelos antagonistas que como Gilmar, protegem os bandidos do PSDB. O PSDB é um grande mal ao país, além de ser fiel escudeiro do PT. Gilmar é o representante do que de pior tem no país em termos de crime organizado.

  6. stephen hawking diz que deus não brinca com dados ao falar do universo e espaço-tempo em “uma breve história do tempo”…mas esqueceu um pouco a guarda e um “querubim” de luz meteu-lhe trevas (teologia chula…) – o dr. ministro quer brincar com os garotinhos procuradores…vai-se ferrar

  7. Gilmar Mendes é o fiel depositário das vontades do FHC.
    Agora que a lava jato chegou no tucanato, tudo será possível, até o abraço dos afogados.

  8. Lembrem-se dos embates entre Joaquim Barbosa e o Gilmar Mendes.
    Os venezuelanos estão ao lado mostrando um caminho.
    Por outro lado, a reforma da previdência mostra que um pequeno grupo, organizado, quebrando algumas vidraças em Brasilia, faz os de sempre se borrarem e mudam ràpidinho.
    O problema, e os israelenses sabem muito bem, que uma “intinfada”, é difícil de começar, mas muito mais difícil de parar, pois não tem nem lideranças para se conversar.
    O Yasser Arafat, estava no Iêmen na primeira intinfada, e perguntava quem eram as lideranças do movimento, quando perceberam que não existia, ele muito espertamente, voou para a Palestina, e criou a OLP para desespero do governo de Israel.
    Maltratem o povo, maltratem mesmo.

  9. Este é o maior bandido do país, como já disse várias vezes. Nem Lula, nem Aécio, nem Cabral chegam perto desta criatura. Apenas FHC chega perto do qual inclusive é um poste. Lembram o que disse Joaquim Barbosa? Esta criatura não tem medo de nada, faz e acontece, e só segue o dim dim.

  10. Óbvio que todos serão soltos, as investigações chegaram ao PSDB. Não prosseguem e que os brasileiros se lasquem. Ninguém toca em Serra, FHC, Alckmin e Aécio. São inimputáveis e os petralhas aproveitam disso. Sabem que agora estão livres. Que país é este.

  11. TIRO NA NUCA, DO $ISTEMA POLÍTICO PODRE, COM BALA DE PRATA, É O SIGNIFICADO DA DEMOCRACIA DIRETA JÁ, COM MERITOCRACIA ELEITORAL. “A liberdade de Dirceu representa um grande risco à sociedade, tanto em razão da gravidade concreta dos crimes praticados quanto em razão da reiteração dos crimes e ainda em função da influência que ele tem no sistema político-partidário”, justificou Deltan Dallagnol.” Existe risco maior à sociedade do que o continuísmo da mesmice do $istema político podre, da república 171 e do estado de corrupção do Brasil, pior ainda, comandado via gollpe por Temer, Meirelle$, Caju, Angorá, Padilha, Geddel, Cunha, Sérgio Machado…, e camarilha ? Dirceu foi apenas mais um operador partidário-eleitoral da república 171 do Brasil. O diabo é que sob o teto da dita cuja, a cara de pau e o mau-caratismo do capital velhaco foram muito além da hipocrisia e do cinismo e passaram a operar na seara da demência, da loucura por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$. No contexto, Dirceu é apenas uma gota insignificante a mais no oceano de corrupção que é o Brasil que urge resolvermos no atacado antes que o varejo morra afogado no dito cujo. Nesse sentido, tiro na nuca do $istema político podre, com bala de prata, é o significado da Democracia Direta Já, com Meritocracia Eleitoral.

  12. A votação do HC de Dirceu deixou mais do que claro que os nossos sinistros de toga não possuem o mínimo de decência, de moral, para julgar qualquer processo.
    Toffoli é um antigo parceiro da ORCRIM, da qual foi advogado. Qual o cupincha que vai votar contra o chefe?
    Lewandowski, cupincha do “Amigo” e advogado da ORCRIM no Mensalão, também nunca votaria contra os interesses da quadrilha.
    Estes dois já eram conhecidos desde a época do Mensalão, quando provaram serem destituídos de qualquer moral para serem conduzidos ao cargo de Ministro.
    Gilmar Mendes, porém, é o mais perigoso de todos. Dissimulado, atuou com rigor durante o mensalão, acompanhando os votos do relator e, principalmente, as considerações do Decano. Tentou criar uma imagem de defensor da ética, do cuidado com a coisa pública, mas quando a Lava Jato chegou ao PSDB, a máscara caiu. Tomou para si a defesa intransigente de todos os criminosos, pois esta seria a única forma de salvar os membros da quadrilha à qual está subordinado.
    Os Procuradores da Lava Jato, por seu turno, preferiram optar por não criar tensão com o STF, divulgando que confiavam naquele órgão supremo. Que sirva de lição. O STF NÃO É CONFIÁVEL.

  13. Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá. Romanos 13:3
    ….Com essa citação acima temos a certeza de que o diabo e seus demônios fossem julgado pelo S T F seriam todos absolvidos e reintegrados ao céu e Deus ainda teria que pagar indenização estrelar !!

  14. Gilmar Mentes na realidade é um representante de infratores no seio da justiça , basta vermos quantos criminosos notórios este cidadão de carater duvidoso já colocou em liberdade . O que assusta e preocupa é que , varios pedidos de impedimentos deste Sr. Já foram protocolados no STF e no entanto , nenhum processo aberto .Sera porque ?

  15. Na razão direta que elogio os importantes e muito bem escritos comentários de Silvia, que não me surpreendem porque a mulher quando externa suas opiniões ela mostra a sua capacidade e sensibilidade diante de temas cruciais, pergunto por onde anda a minha querida Ofélia?

    Newton, notícias desta mulher que sempre foi uma excelente comentarista e eventual articulista, que tanto enalteceu a Tribuna da Internet?

    Ainda bem que a Sílvia, Carmen Lins, Teresa Fabrício, Mara … enriquecem este espaço quando registram seus texto com este primor como os da Silvia, contundentes, irrepreensíveis, absolutos.

  16. O comportamento dos três ministros é prova incontestável que foi instalada no Brasil uma imunda DITADURA DA CORRUPÇÃO.

    Os três deveriam se julgar impedidos para julgar, mas não o fizeram. Falta de vergonha na cara.

    O aparelhamento do judiciário nos tribunais superiores está mostrando ao mundo que o Brasil não passa de uma enorme latrina.

  17. É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu…….
    Nova redação é : Mais fácil um pobre inocente apodrecer na prisão do Brasil, do que Gilmar e outros indicados pelo pt manterem um político condenado por um juiz de 1°grau na prisão !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *