Werneck de volta, exercitando a ironia

José Carlos Werneck

Carlos Newton, estou farto de sua parcialidade e da maneira discriminatória com que você e outros articulistas deste site vêm tratando desse assunto do Mensalão.

Lewandowski tem toda razão

Por isso, de uma vez por todas, minha posição definitiva sobre o assunto, para que a verdade dos fatos seja restabelecida:

O Mensalão jamais existiu.

O Holocausto é fruto de mentes doentias,de jornalistas e historiadores que não têm o que fazer.

Todo petista é honesto, incorruptível, culto e inteligente.

Cuba é uma democracia perfeita, onde se respira o ar da Liberdade em toda a plenitude.

Adolf Hitler e Joseph Stalin foram os maiores defensores dos direitos humanos e das liberdades que o mundo conheceu.

O presidente Lula é dono de uma cultura invulgar, de uma notável inteligência e de uma erudição enciclopédica. Seus conhecimentos vão muito além da política.

Lula é jurista eminente, superando Pontes de Miranda, além de dar lições de neurocirurgia a um Paulo Niemeyer e de cirurgia cardíaca a Adib Jatene. É um gênio do calibre de um Leonardo da Vinci. Domina todos os campos do conhecimento humano.

Durante a ditadura de Getúlio Vargas, todas as instituições funcionaram plenamente e houve ampla liberdade de expressão, não existindo qualquer tipo de censura. Seu chefe de Polícia, Filinto Müller, tratava com respeito e dava todas as garantias aos adversários do regime.
Papai Noel existe, assim como o Coelhinho da Páscoa e o Super-Homem.

Todo o resto é intriga da Oposição!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *